Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Vegetarianismo

Vegetarianismo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Comentários: 7
Vegetarianismo

Os nossos antepassados não possuíam conhecimentos científicos para poderem perceber que era possível sobreviver sem comer produtos de origem animal. Felizmente, hoje temos inteligência superior e conhecimentos mais que suficientes para sobreviver sem sacrificar animais e continuamos a fazê-lo. Porquê?A nossa espécie evolui muito ao longo de milhares de anos até aos nossos dias. Mudamos muitos costumes e inventamos muitas modas. Já não vivemos em cabanas construídas por nós, já não andamos a pé, já não acendemos a lareira com duas pedrinhas...

Então, por que não evoluímos também na nossa alimentação e continuamos a comer carne? O vegetarianismo tem ganho muitos seguidores e defensores em todo o mundo. O vegetarianismo não é apenas uma dieta, é muito mais que isso. Este tipo de dieta leva-nos a diversas reflexões que, por sua vez, nos levam a questionar diversas crenças. Questões estas que levam a outras e a outras, e de repente embarcamos numa viagem de mudanças a nível pessoal e social. Quando o ser humano conseguir perceber a essência destes pensamentos, evoluirá!Este regime tem imensos benefícios para a nossa saúde.

A ocorrência de doenças crónicas é inferior nos vegetarianos. Contudo, é necessário acompanhamento nutricional regular e um cuidado especial na dose de calorias e proteínas que ingere. A soja é uma excelente alternativa válida à ingestão de carne, é uma grande fonte de proteína. Este ingrediente deve fazer parte das suas receitas, diminui a probabilidade de desencolver cancro e doenças cardiovasculares. As nozes, as castanhas, as amêndoas, as sementes de gergelim, as sementes de girassol, as sementes de abóbora são alimentos importantes pois são extremamente benéficas. Embora este tipo de alimentação promova a ingestão de legumes ricos em água, nada substitui a ingestão deste importantissímo mineral.

Beba pelo menos 1,5 l por dia. Contudo, não existe uma dieta ideal para todos. A consulta ao nutricionista é indispensável. Cada organismo funciona à sua maneira.Qualquer pessoa pode adotar um regime vegetariano, mesmo que pratique exercício físico. Neste caso, deve consumir frutas, legumes, vegetais, cereais, para manter o corpo bem nutrido e não perder defesas.O mundo evolui, a Humanidade também e os nossos costumes? Não teremos ainda conhecimentos suficientes para os alterar ou a nossa inteligência é um travão à nossa evolução?

Rua Direita

Título: Vegetarianismo

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

604 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 7 )    recentes

  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 03:57:05

    Conheci um rapaz que era vegetariano, mas depois mudou seus costumes. Acredito que esse estilo de vida é elogiável, mas de vez em quando é bom saborear uma carne, algo mais picante. Com certeza, o consumo de vegetais e legumes faz muito bem à saúde. Tenho adotado isso como meu cardápio diário.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Carina Anjo

    17-09-2012 às 23:26:56

    O vegetarianismo é mais do que um regime alimentar, é um estilo de vida. É a prova da evolução humana e por outro lado a prova de que a inteligência, por vezes, impede que o Homem veja para além do que consegue ver.

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    16-09-2012 às 12:45:05

    o vegetarianismo está cada vez mais em voga, tem cada vez mais seguidores. eu acho que é mais uma forma de vida. cada tem essa opção. estamos numa democracia. eu acho que as pessoas não conseguem retirar todos os nutrientes com uma alimentação tão restrita, mas é só minha opinião. sei bem que podem ir buscar as proteínas aos feijões e o tofu, mas também sei que comer carne em doses regulares é bom.

    ¬ Responder
  • Carina Anjo

    03-09-2012 às 12:14:37

    Muito obrigada pelos comentários. Mesmo que não adoptemos o regime vegetariano e mesmo que não deixemos de ingerir carne vale sempre a pena refletir sobre este tema. Alterar certos costumes, mesmo que sejam pequenos pormenores, alterará em muito a forma como nos sentimos!

    Saúde para todos!

    ¬ Responder
  • Ruben DuarteRuben Duarte

    03-09-2012 às 11:53:03

    Excelente abordagem ao tema. Questionar a inteligência e a racionalidade do Homem através da sua necessidade mais básica, a alimentação, é um ponto de reflexão que instigará muitos a repensar os seus hábitos, costumes e tradições quotidianas.

    Parabéns.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAntonio

    03-09-2012 às 10:46:45

    Apesar de não ser vegetariano, gostei muito do seu texto, parabéns!

    ¬ Responder
  • Jose da SilvaJose da Silva

    01-09-2012 às 00:58:13

    Parabens , adorei descriçäo muito especifica e detalhada do Vegetarianismo...

    ¬ Responder

Comentários - Vegetarianismo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios