Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Primeiros passos para uma reeducação alimentar

Primeiros passos para uma reeducação alimentar

Categoria: Alimentação
Comentários: 2
Primeiros passos para uma reeducação alimentar

É muito comum encontrar hoje pela internet inúmeras dietas, que dizem fazer emagrecer muito mais rápido do que o saudável e recomendado pelos médicos especialistas. O emagrecimento poderá ser um processo bem lento, dependendo do seu metabolismo.
Seguindo algumas dicas saudáveis, você poderá chegar ao peso ideal sem prejudicar o seu organismo e também sem se privar de refeições deliciosas. Afinal, nosso corpo precisa de todos os tipos de nutrientes.

Café da manhã (5:00 ás 8:00)

A principal refeição do dia. Seu “suco gástrico” já metabolizou suas refeições anteriores e você precisará se alimentar, a fim de evitar gastrites ou outras doenças estomacais. Leite, iogurte, cereal e pães, poderão compor um café da manhã saudável, te dando toda a energia necessária para começar seu dia. O grande segredo é não exagerar. Caso vá preparar um pão, evite manteigas ou margarinas, substituindo-as por requeijão light, cream chease light ou queijo tipo cottage, que além de serem menos calóricos, oferecem mais nutrientes como cálcio e proteínas. Caso sinta fome até o almoço, coma uma fruta.

Almoço (12:00 ás 13:00)

Evite massas e frituras, dando preferência aos grelhados. Com certeza você já ouviu: “Um prato saudável deve ser colorido!”. É verdade. Para isso, coloque uma porção média de arroz (de preferência integral) e feijão (uma concha), acompanhados de um filé de frango grelhado ou peixe. A carne grelhada também está liberada. Apenas retire as gorduras ao seu redor. Nunca se esqueça da salada. Uma boa salada inclui alface (ou acelga), tomate, pepino, e todos os outros vegetais que você dispor. Não exagere no tempero, nem no sal. Para beber, esqueça refrigerantes e bebidas prontas. Deixe a preguiça de lado e faça sucos naturais adoçados com adoçante.

Lanche (16:00)

Semelhante ao café da manhã. Varie um pouco uma refeição da outra, para não enjoar de comer sempre a mesma coisa. Se você comeu torradas no café da manhã, prefira o pão no lanche. Essa variação fará com que você se esqueça de que está fazendo uma dieta, trazendo o peso ideal com mais facilidade.

Jantar (19:00 ás 20:00)

É recomendável jantar pelo menos 3 á 4 horas antes de dormir. Siga as mesmas regras do almoço. Caso sinta fome até a hora de dormir, coma uma fruta ou beba um copo de leite.

Dicas adicionais:

O seu peso pode variar até 2 kg no mesmo dia. Separe um dia e horário certo para se pesar durante seu período de dieta. O ideal é se pesar no início da semana e de jejum.

Consulte um nutricionista para uma indicação mais específica ao seu organismo.

Tenha responsabilidade e controle ao seguir sua dieta.


Guilherme Oliveira

Título: Primeiros passos para uma reeducação alimentar

Autor: Guilherme Oliveira (todos os textos)

Visitas: 0

607 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    17-04-2014 às 21:33:21

    A Rua Direita acredita que isso é de fundamental importância, não apenas por questão de estética, mas muito mais pela boa saúde.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAntónio

    17-03-2014 às 16:56:35

    Muito bom texto!
    Obrigado

    ¬ Responder

Comentários - Primeiros passos para uma reeducação alimentar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios