Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Pressupostos e alimentos errados

Pressupostos e alimentos errados

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 4
Comentários: 2
Pressupostos e alimentos errados

As empresas alimentares recorrem, amiudada e reiteradamente, a artifícios que implicam silogismos do estilo: os alimentos com pouca gordura são saudáveis; os rebuçados não têm gordura; logo, os rebuçados são saudáveis. A questão de base é que a falta de gordura costuma ser compensada com uma excessiva adição de açúcar, o que torna os alimentos muito pouco saudáveis. O feijão tem bastante fibra, assim como as frutas possuem grande quantidade de antioxidantes, só que, uma vez processados, são-lhes acrescentados ingredientes, como os açúcares, que convertem um bom alimento numa má escolha. Assim sendo, aqueles alimentos que preferiríamos por considerarmos saudáveis, na realidade não o são.

Efetivamente, o perigo de engano pode espreitar a qualquer momento. Por exemplo, o iogurte é tido como um bom alimento, tal como a fruta. Todavia, o xarope de milho que se usa para fazer a geleia de fruta que aparece no fundo dos iogurtes não é nada salutar, pelo que iogurtes com fruta no fundo são de rejeitar. A alternativa aponta para iogurtes light, com cerca de 90 por cento menos de açúcares, comparativamente aos regulares.

O feijão, rico em fibras, favorece a sensação de saciedade e reduz a velocidade de absorção de açúcares no sangue. Todavia, aquele molho castanho em que vem envolvido nas latas é feito à base de açúcar branco e amarelo. Uma chávena deste feijão possui à volta de 24 gramas de açúcar! E a fibra, encarcerada no feijão, nada pode fazer… Portanto, seria de bom senso optar por feijão enlatado em água, no sentido da preservação dos seus benefícios.

As frutas enlatadas não deixam se ser fruta. Ainda assim, muitas marcas colocam-nas a “nadar” em xarope de açúcar, ao ponto de meia chávena poder conter 23 gramas. Devem preferir-se as marcas que ofereçam frutas enlatadas com 100 por cento de sumo.

As barras de cereais são práticas e dão jeito em determinadas situações. Não obstante, e apesar do indiscutível valor nutricional da aveia, os flocos estão colados uns aos outros com componentes de alta concentração de frutose, como xarope de milho, mel ou malte de cevada, que elevam rapidamente o nível de açúcar em circulação. Um snack à moda antiga, com cereais, frutas vermelhas e algum leite é muito melhor do ponto de vista da saúde.

A manteiga de amendoim com redução de gorduras é pior, dado que possui mais açúcar em pó e menos gordura monoinsaturada, boa para o coração e circulação sanguínea. A manteiga de amendoim natural com 100 por cento gordura de amendoim e que não contenha açúcar em pó adicionado é a opção certa.

O rol poderia continuar indefinidamente, mas, pelo menos, já se levantou uma pontinha de um véu que esconde muitos malefícios sob a égide do saudável, e despertou-se um bocadinho o espírito e a atenção para as próximas seleções alimentares.


Maria Bijóias

Título: Pressupostos e alimentos errados

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 4

808 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • andreia regina diasandreia regina dias

    06-04-2011 às 12:10:14

    queria que me mandasse animaçoes hoje obrigada!se for possival!

    ¬ Responder
  • jose roberto antoniojose roberto antonio

    06-04-2011 às 12:08:35

    queria que mandasse para o meu gmail animaçoes muito engraçadas queria que fosse hoje obrigada!
    se fizer o favor!

    ¬ Responder

Comentários - Pressupostos e alimentos errados

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios