Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Bobó de Camarão

Bobó de Camarão

Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Comentários: 1
Bobó de Camarão

Conhecida por seus temperos fortes, apimentados e alguns até afrodisíacos, a culinária baiana é um grande atrativo para a maioria dos turistas brasileiros e estrangeiros. A Bahia é um estado que recebeu grande parte de sua cultura, dos escravos vindos da África. E junto com essa bagagem cultural, veio também a sua culinária.

A cultura já presente dos índios nativos, se misturou com a dos colonizadores portugueses e logo com a dos negros vindos como escravos. E dessa miscigenação nasceu toda a cultura baiana, incluindo a sua culinária. Mas de toda essa mistura étnica, percebe-se que a África foi quem mais contribuiu para o que a Bahia é hoje. Muitos são os pratos de origem africana e alguns deles ainda são preparados até os dias de hoje, como eram preparados na época da colonização.

Em contrapartida alguns receberam pequenas mudanças, mas sem perder o sabor. O Bobó de Camarão é um prato da culinária baiana, que tem alguns ingredientes de origem africana, como a pimenta e o azeite de dendê, e outros nativos do Brasil como a mandioca. É um dos pratos mais requisitados nos principais restaurantes da Bahia. Sua receita é fácil e não exige muita perícia, os ingredientes são:


Ingredientes
- 750 gr de camarões médios

- 750 gr de mandioca

- 1/2 pimentão vermelho picado

- 1/2 pimentão verde picado

- 3 tomates sem pele e sem sementes

- 1 cebola picada

- 2 dentes de alho picados

- 1/2 xícara de chá de azeite de dendê

- 50 ml de azeite de oliva

- 100 ml de leite de coco

- 1 litro de água

- 1 limão

- Coentro, pimenta de cheiro e sal a gosto

Modo de preparo
Tempere os camarões com sal e limão e deixe marinar.Corte a mandioca em pedaços médios e cozinhe em panela de pressão até que esta fique macia. Depois bata no liquidificador ainda quente para que vire um creme e reserve.
Refogue os camarões junto com os dentes de alho picados em azeite de oliva.Depois acrescente os pimentões picados, a cebola e por último o tomate e refogue.
Acrescente o creme da mandioca e deixe ferver por 7 minutos. Acerte o sal e finalize com camarões salteados, o azeite-de-dendê, o leite de coco, a pimenta e o coentro.Sirva quente.

Para dar um visual mais bonito, reserve alguns camarões para colocar em cima do prato depois de pronto. Bom apetite.


Celia Silva

Título: Bobó de Camarão

Autor: Celia Silva (todos os textos)

Visitas: 2

768 

Imagem por: FotoosVanRobin

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Ortiz

    21-07-2012 às 16:46:20

    a pimenta vermelha existente no mundo, e que é do genero capsicumm, é originária das américas e muito do Brasil, nao é africana nada, nem a mandioca. vixe. nao existe pimenta vermelha originaria de outro lugar.

    ¬ Responder

Comentários - Bobó de Camarão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: FotoosVanRobin

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios