Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Aprenda Como fazer Tapioca

Aprenda Como fazer Tapioca

Categoria: Alimentação
Visitas: 24
Aprenda Como fazer Tapioca

Que tal substituir, ao menos de vez em quando, o pão nosso de cada dia por tapioca? Sabe que acho que se Jesus tivesse nascido por estes lados, o “pão da vida” seria a tapioca?! Quer coisa mais simples e acessível do que um alimento feito só à base de mandioca e água?

A tapioca é mais um daqueles pratos típicos do Brasil que fazem sucesso em todo lado. Alimento de origem indígena, é muito comum nas regiões norte e nordeste do país. É aquela comida que toda boa mãe ou avó nordestina ou nortista sabe fazer. E é por isso que a tapioca está presente no Brasil todo…

A sua preparação é muito simples: da mandioca é extraída a goma, ou o polvilho doce, que é misturado à água e pronto! Aí está a tapioca, ou o beiju – que linda a variação do nome, não é ♥.

Falando em beiju, bisous, bijoux… Arrisco-me a dizer que a tapioca está para os brasileiros, principalmente do norte e nordeste do país, como o crepe está para os franceses.

Uma receita fácil, que dá para fazer em casa e se desenrascar com rapidez. E o resultado dificilmente sai mau!

PROPRIEDADES DA TAPIOCA
A tapioca é livre de glúten, sal e gordura hidrogenada, por isso é uma ótima opção para substituir o pão. Mas é constituída por um carboidrato simples, ou seja, seu açúcar é absorvido rapidamente pelo organismo, por isso é interessante e muito útil adicionar chia ou linhaça em sua massa.

TAPIOCA ENGORDA?
Como já dissemos, a tapioca é rica em carboidratos simples, não é muito nutritiva e nem é propriamente a Oprah Winfrey das proteínas. Por outro lado, tem aquelas propriedades positivas que já falamos, principalmente ser livre de glúten. Por isso, pode entrar na sua DIETA como alternativa ao pão, pois é mais saudável. Mas com moderação.

O grande perigo da tapioca pode estar no recheio que você escolher, aí sim a tapioca engorda! Por isso, cuidado com o que escolhe para rechear a tapioca! E ainda assim, moderação com o beijuzinho… Não abuse! Por não ter fibras, o polvilho da tapioca, em excesso, pode prejudicar o trânsito intestinal.

Uma maneira de equilibrar as coisas é usar como recheio, alimentos com fibra e ricos em nutrientes ;)

RECEITA DE TAPIOCA
Ingredientes:
- Polvilho doce
- Água

Sobre as quantidades, depende de quantas tapiocas você quer fazer. A quantidade de polvilho é entre 70g e 80g para uma tapioca, com 15 cm de diâmetro.

Modo de preparo:
Adicione água aos poucos e “meta a mão na massa”, misturando o polvilho até que fique todo úmido. Depois use uma peneira para separar a goma fininha, que é a que você vai usar. Agora é só espalhar a massa numa frigideira antiaderente, aquecida a fogo médio alto, e assar de ambos os lados.

Não deixe ficar muito seca, pois pode quebrar na hora de dobrá-la. Não é preciso untar a frigideira com nada!

Sugestões de recheios saudáveis e deliciosos:

Ovo mexido com uma pitada de sal e azeite a gosto, banana com canela, refogado de berinjela com tomate, tofu com ervas e azeite… Invente, faça um recheio saudável e diferente!

De acordo com Caio Bassoli, da Casa da Tapioca, a fécula de mandioca pode ser encontrada em casas do norte, estabelecimentos que vendem artigos típicos do norte e nordeste do País. O produto é diluído em água até virar uma massa dura, que deve ser quebrada em blocos menores e depois passada por uma peneira de fubá, formando a matéria-prima da tapioca.

“Em alguns lugares, como Sergipe, biju é utilizado como um sinônimo de tapioca, mas geralmente ele é uma versão mais durinha da tapioca, é maior e pode ser feita até no forno”, conta Wanderson.

Entre a goma para a tapioca doce ou salgada não há muita diferença, mas é possível adicionar uma pitada de sal à mistura. “Comumente não se acrescenta, mas vai de gosto.

Já o açúcar normalmente não é colocado junto com a goma pois o amido no calor gelatiniza e o açúcar carameliza, o que interfere na textura”, explica Jorge.

O tamanho e espessura da tapioca vai depender do gosto, mas segundo Wanderson o padrão é de cerca de 15 cm de diâmetro. Quanto mais fina, maior o risco de que a massa fique ressecada. “A quantidade ideal por unidade é de aproximadamente 80g de goma”, indica Caio.

A tapioca pode ser feita em uma frigideira teflon, panela de ferro específica para o produto ou chapa. Segundo Jorge, normalmente não é preciso adicionar nada ao recipiente, pois a própria tapioca já é antiaderente, porém em uma frigideira mais áspera talvez um pouco de manteiga seja necessário para que ela não grude.

Com o fogo médio para alto, basta espalhar a massa pela panela ou chapa usando uma colher, espalhando até formar um círculo. “Caso prefira a pessoa pode até utilizar aros de tapioca de inox ou alumínio para ajudar no formato”, afirma Wanderson.

Ele ainda aconselha abafar a tapioca com a tampa, para um cozimento mais uniforme. “Ela sempre solta uns grãozinhos, então isso também ajuda a evitar sujeira”, afirma.

Quando você mexe a frigideira e a tapioca se movimenta significa que está no ponto. Segundo os especialistas é possível virá-la nesse momento, mas não é necessário assá-la dos dois lados, dependendo do gosto. No ponto certo, segundo Jorge, a tapioca deve estar úmida, sem desmanchar ou quebrar. “Caso ela queime um pouquinho basta raspá-la com uma faquinha”, aconselha Caio.

O recheio deve ser adicionado sobre a tapioca ainda no fogo, geralmente sendo colocado apenas de um lado da goma. “Uma dica legal é fazer uma tapioca um pouco mais grossa quando o recheio for doce para que as caldas não vazem. Já na salgada pode fazer mais fininha para deixá-la mais crocante”, sugere Caio.

Ela pode ser servida aberta, dobrada em meia lua, como é mais comum, ou enrolada. Para deixar a massa mais macia o segredo de Wanderson é regá-la com manteiga de garrafa. Quando o assunto é o recheio, Jorge aposta na criatividade para criar sabores apetitosos.

Sobrou tapioca? Quando ainda está em forma de blocos a goma pode ser congelada, já na versão ralada deve ser mantida na geladeira, com duração entre três e 10 dias.

Confira sugestões de recheio dos chefs:

Tapioca Light
Duas fatias de peito de peru, duas fatias de queijo fresco e uma rodela de tomate temperado com azeite, orégano e sal.

Tapioca Banana e Chocolate
Uma banana nanica picada e uma base de sobremesa de chocolate.
Tapioca de goiabada com coco
Cubra metade da tapioca com goiabada cascão e adicione coco ralado por cima.
Tapioca de carne seca com queijo coalho
Cubra metade da tapioca com queijo coalho e espalhe carne seca por cima.

Tapioca com calda de morango
Aqueça 60 ml de água e acrescente 80g de açúcar e 200g de morango fatiado. Cozinhe até chegar ao ponto de calda. Coloque uma colher de sopa de papoula ou gergelim sobre a frigideira antes de colocar a massa de tapioca. Espalhe a calda sobre metade da tapioca e adicione uma colher de sopa de raspas de chocolate.


Celso Junior Juniorcis

Título: Aprenda Como fazer Tapioca

Autor: Celso Junior Juniorcis (todos os textos)

Visitas: 24

407 

Comentários - Aprenda Como fazer Tapioca

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco

Ler próximo texto...

Tema: Viagens
Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco\"Rua
Não é novidade para ninguém que o Brasil está passando por uma séria crise econômica e política. Atrelado a isso, a elevação do dólar nos últimos meses tem contribuído para a queda considerável no número de viagens internacionais. Para os amantes de viagens, também chamados travelholics, a crise não é um motivo para adiar aquela viagem tão esperada.
Nesse post você terá dicas de como superar esse momento e realizar seu sonho de uma forma mais econômica, sem precisar de guias turísticos, que encarecem ainda mais a viagem.

Dica 1) Planeje sua viagem com antecedência.
Provavelmente a maioria já ouviu falar disso, mas é a pura verdade. Programar a viagem é o primeiro passo para uma estadia tranquila e bem mais barata. Escolher o destino, a época do ano e com quem ir é o começo de tudo. As passagens aéreas costumam ter preços promocionais quando comprada com antecedência e você poderá escolher melhor onde passará as noites.

Dica 2) Pesquise os preços das passagens diariamente.
Se o destino já está definido, comece a buscar as passagens já. Os preços costumam variar diariamente, e sim, podem cair ou subir absurdamente de um dia para o outro. Eu super indico o Google Voos como busca de passagem. Ele apresenta os valores e os horários das mais variadas companhias aéreas e no final, te redireciona para o site da empresa sem te cobrar nenhuma taxa por isso. Além disso, ter em mente a opção de flexibilizar as datas pode te possibilitar um bom desconto no final. Você e o seu vizinho de assento podem estar indo pro mesmo destino, mas pagando valores completamente diferentes.

Dica 3) Use e abuse do Google Maps para escolher a região de hospedagem.
O Google Maps é uma opção de busca com mil e uma utilidades. Depois de escolhida a cidade, pesquise a localização dos principais pontos turísticos que são do seu interesse. Há várias ferramentas para busca de hotéis e pontos turísticos no site. Se você vai depender de transporte público ou ''viação pé'' para conhecer a cidade, uma boa dica para economizar tempo e dinheiro é ficar na região cultural da cidade. Você poderá pagar um pouco mais caro na estadia, mas economizará em outros quesitos.

Dica 4) Utilize os sites de busca de hotéis para fazer as reservas.
Depois de muito pesquisar, descobri que organizar a viagem por conta própria pode sair até pela metade do preço do que seria através de uma agência de viagem. Existem muitos sites de hotéis, mas é bom pesquisar sua credibilidade em fóruns e sites de reclamação. Minha sugestão é o Booking.com, há anos no mercado com milhões de clientes, ele é reconhecido pela sua transparência e grande assistência àqueles que precisaram resolver algum problema. Utilizando as datas de entrada e saída, e os filtros como valor máximo da diária e número de estrelas, você encontra o melhor hotel pro seu gosto e seu bolso.

Dica 5) Seguro Viagem
É imprescindível a contratação de um seguro viagem se você está indo para o exterior. Dependendo do país, uma diária no hospital pode sair mais cara que toda a viagem. Sem falar que em caso de extravio de bagagem e algum problema mais grave com um parente próximo no país de origem, além de outras questões, o seguro tem a cobertura específica. Não se deixe levar pelos pequenos preços. Procure aqueles conhecidos mundialmente e, de preferência, utilizado por algum conhecido. Quanto mais detalhado for, melhor.

Dica 6) Curta a pré-viagem pesquisando
O período antes da viagem é tão gostoso quanto ela, propriamente dita. Aproveite para pesquisar sobre os locais do seu interesse, restaurantes, lojas e principalmente transporte. Hoje, já existe taxímetro online em grandes metrópoles, onde você pode fazer um cálculo estimado da corrida de um lugar a outro. Como o nosso objetivo é a economia, são muitas as alternativas de transporte. Além do bom e velho ônibus, as vans compartilhadas do aeroporto para o hotel podem sair bem mais em conta que o táxi. Para quem for ficar poucos dias em uma grande cidade, os ônibus vermelhos de dois andares, conhecidos por Hop On Hop Off, dão uma geral na cidade, passando pelos principais pontos e possibilitando ao turista parar onde quiser, e esperar pelo próximo nos pontos indicados. Existem ticktes de 24, 48 e 72 horas ilimitado, a partir do momento do primeiro uso.

Pesquisar mais textos:

Letícia Spínola Flávio

Título:Como burlar a crise e fazer a viagem dos sonhos gastando pouco

Autor:Letícia Spínola Flávio(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Adriana SantosAdriana Santos

    10-11-2015 às 21:16:50

    Gostei das dicas! Valeu!
    Realmente, as pessoas que amam viajar encontram diversas formas, nem que seja um lugar próximo a sua cidade!

    Abraços!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios