Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Os leggings estão na moda

Os leggings estão na moda

Categoria: Vestuário
Visitas: 4
Comentários: 1
Os leggings estão na moda

As calças leggings foram inspiradas nos modelos das calças esportivas. Eram o tipo de calça usado normalmente nas academias para a prática de atividades esportivas variadas, mas que logo saiu para ganhar as ruas, sendo usadas com várias combinações de roupas. Foi inspirada nas antigas calças “fuseau” - lê-se fusô -, cujas pernas chegavam até os tornozelos, onde ali havia uma junção que se prendia à sola dos pés. As calças leggins chegam até a metade da parte inferior das pernas.

A indústria têxtil trabalha constantemente para o aperfeiçoamento destas peças sempre visando o conforto e a qualidade, buscando novos conceitos de tecidos, sejam naturais ou sintéticos. È uma peça indispensável no guarda-roupa de toda mulher. Por serem muito versáteis, as leggings podem ser usadas em praticamente todas as estações do ano e nas mais diversas ocasiões, sejam elas casuais ou formais, desde que sejam atendidas certas regras de combinações com outras peças.

Existem muitas controvérsias a respeito de como se usar as calças leggins e aqui vão algumas dicas de como aproveitar o máximo deste look que está e estará super na moda, inclusive neste inverno que se aproxima.

Para mulheres que possuem aquelas gordurinhas indesejáveis, é aconselhavel usar uma peça por cima, como um blusão larguinho. Isso evita que sejam destacadas essas pequenas imperfeições sem deixar de realçar as pernas. Já para as que estão mais em forma, podem usar e abusar, pois as leggings são capazes de deixar qualquer marmanjo babando, principalmente no verão onde podem ser usadas com tops que deixam a barriguinha de fora. È realmente uma combinação picante. Mas cuidado. Evite usa-las em ocasiões muito formais, como casamentos, cerimônias religiosas em geral ou reuniões de trabalho, quando combinadas com tops. Isso se dá devido o fato dessas calças realçarem muito o bumbum, o que pode causar um efeito não esperado no ambiente em que se encontra. Mas se usada em combinação com algumas peças específicas não há problema e pode se conseguir um look da maior elegância conforme a ocasião.

Neste inverno use e abuse das leggings combinadas com saias curtíssimas, shorts e maxi puuls. Para os pés é aconselhável que se use calçados baixos como sapatilhas, botinhas de cano curto e aqueles sapatinhos com uma abertura na frente. Uma combinação tom sobre tom ficaria muito legal. Por exemplo, pode-se combinar calças de cores preta, vermelha ou cinza com peças de outros tons dessas mesmas cores.

Evite usa-las em combinações com “scarpins” que foram a tendência da moda passada.

Pode ser usada com minissaias, vestidos, desde que seu cumprimento seja na altura ou acima do joelho, com túnicas e batinhas. Trazem um ar de elegância quando usadas com parkas e casacos de inverno, combinação esta que exige o uso de botinhas de cano curto. O segredo é saber combinar.


Celia Silva

Título: Os leggings estão na moda

Autor: Celia Silva (todos os textos)

Visitas: 4

809 

Imagem por: greenloop

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    20-08-2014 às 00:21:23

    Apesar dos anos essas leggings nunca saem de moda e são ótimas maneiras de deixar o look mais informal e arrojado. Adoro peças com esse tipo de vestuário.

    ¬ Responder

Comentários - Os leggings estão na moda

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: greenloop

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios