Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Serviços > Serviço de Companhia para idosos

Serviço de Companhia para idosos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Serviços
Visitas: 4
Comentários: 6
Serviço de Companhia para idosos

Portugal não procria como devia. Desde há uns anos a esta data que a taxa de natalidade tem vindo a baixar. Os pais procuram uma melhor educação para os filhos, que se traduz cara, assegurada por colégios privados. Também a atividade profissional cada vez mais exigente, “proíbe” que os jovens adultos tenham mais filhos, limitando-se ao primeiro e em já raras exceções, ao segundo filho.

O hábito das famílias numerosas deixou de estar na moda, e se as nossas avós tiveram 14 filhos e ainda educaram os sobrinhos da irmã que faleceu, mais os filhos da vizinha, hoje em dia, esta situação é tão rara que é digna de comentário e entrevista televisiva.

Em consequência disto, a população envelhece e não se renova no mesmo número de indivíduos. Todos caminhamos para ser velhinhos, e se em tempos a velhice era uma coisa positiva, sinónimo de uma sabedoria idêntica à de uma biblioteca, hoje em dia as coisas estão diferentes.

Se pensarmos em velhotes solitários, abandonados e esquecidos, associamos a ideia á terras mais distantes no interior de Portugal, onde é difícil de chegar. Os filhos, esses que foram em tempos crianças da terra, partiram para a cidade e não podem visitá-los com a frequência desejada. Tem o trabalho, tem os filhos, mais os amigos e a vida que pela cidade grande levam.

No entanto, não só no interior do país se encontram idosos vítimas de solidão. Nas grandes cidades, a solidão também bate á porta. As ruas se enchem de pessoas que passam permanentemente, mas isso não é sinónimo de que entrem, cumprimentem e conversem com os velhotes.

Com atenção especial a esta gente tão frágil e sábia, começaram a prestar-se serviços de companhia. Os serviços consistem em olhar pelo idoso, acompanhá-lo e verificar as suas necessidades.

Já existiam este tipo de serviços através das paróquias que os velhotes frequentavam, mas como a companhia não era sempre certa, esta prestação de serviços ganhou força e instalou-se no mercado.

As acompanhantes dos idosos, cumprem religiosamente o seu horário, que pode ser o mais diverso. Todas as manhãs, duas vezes por semana, ou até todos os dias.

Chegam á hora marcada nos dias combinados, e conversam, falam sobre as coisas banais que ajudam estes seres tão sábios a sorrir.

Na hora de solicitar um destes serviços, verifique o tipo de trabalho que é feito. Escolha o acompanhante para os seus pais como quando está a escolher a escola dos seus filhos. Dê o melhor a quem lhe deu o melhor a si! Os serviços podem incluir banho, limpeza á casa, tratamento de roupa e até serviços de enfermagem e os preços, apesar de caros, não pagam aquilo que os nossos velhotes mais precisam. Uma conversa amiga.


Carla Horta

Título: Serviço de Companhia para idosos

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 4

769 

Imagem por: mcohen.chromiste

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    26-08-2014 às 00:33:22

    Uma profissão louvável! Que sensação mais linda é ter a companhia dos idosos. Sempre há algo a aprender! Muito bommm!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 23:39:05

    É triste saber que os idosos são esquecidos pelos próprios filhos. O serviço de companhia para idosos só deveria proporcionar em questão de uma viagem, mas companhia mesmo teria que ser com os familiares.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • isabel pascoalisabel pascoal

    03-02-2011 às 15:47:34

    ola tenho a minha sogra acamada ,busco pessoa qe aceite morar e cuidar mais ordenado a conbinar ,aguardo

    ¬ Responder
  • luzia avelar

    23-05-2013 às 15:44:48

    Sou cuidadora de idoso a mais de 10 anos estou a procura de trabalho sou solteira sem filhos e disponibilidade para ir para outro país.Moro minas gerais Brasil.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãosandra

    11-04-2012 às 13:59:18

    boa tarde, nao sei se ja tem pessoa para tomar conta da sua sogra

    deixo meu email [email protected]

    ¬ Responder
  • Margarete SilvaMargarete Silva

    04-10-2013 às 08:34:56

    Disponho de um capital muito importante que gostarei de pôr a disposição dos particulares que estão na necessidade financeira ou que têm projetos fiáveis que necessitam um financiamento e não dispondo de meio para a sua aposta a caminho. Solicito-os por conseguinte contatar-se a fim de ver juntos como colaborar e concede um empréstimo que vai até à 900.000 euros o mais rapidamente possível e à uma taxa de interesse de 2% o ano.
    Contate: [email protected]

    ¬ Responder

Comentários - Serviço de Companhia para idosos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: mcohen.chromiste

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios