Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Segredos para viver mais e melhor!

Segredos para viver mais e melhor!

Categoria: Saúde
Comentários: 5
Segredos para viver mais e melhor!

Tudo o que nos motiva faz-nos viver mais e sentir melhor e mais realizados e felizes. Se quer saber o que mais pode garantir-lhe uma vida mais longa e com maior qualidade, não precisa sacrificar-se. Apenas precisará de alterar e melhorar alguns hábitos e costumes.

Comece por aquilo que costuma considerar ‘óbvio’ , mas que normalmente acaba por não fazer. Por exemplo, evite substâncias cancerígenas. Os carcinogéneos provocam o cancro, mas pode tomar medidas para evitá-los.

Pare de fumar. Qualquer forma de fumo é má para a saúde, pelo que qualquer tipo de tabaco é prejudicial. Ele aumenta em muito as probabilidades de vir a sofrer de cancro do pulmão. Se é um fumador ativo, pare hoje mesmo ou o mais rápido que conseguir para que a sua esperança de vida aumente mais 10 anos!

Use protetor solar. Mesmo se você não tem nenhum histórico de cancro de pele na sua família, o aumento do número de raios UVA e UVB que atingem a Terra provenientes do Sol representam uma ameaça para toda e qualquer pessoa que passa mais do que 15 minutos por dia fora de casa ou do escritório. No entanto, não evite a exposição totalmente, apenas o faça moderadamente. A luz solar ajuda o corpo a sintetizar a vitamina D, que é essencial para a sua saúde.

Beba muita água. Este solvente universal é a arma mais eficaz contra toxinas e muitos outros infratores. Ela liberta o seu organismo como mais nada o consegue fazer. Ou, se a água que você perde não é restabelecida, pode ficar desidratado. Sede, dor de cabeça, fadiga e fraqueza são sinais de que o seu corpo pode estar com falta de água. A desidratação extrema pode causar espasmos musculares, insuficiência renal e até a morte. Você perde quase 10 copos de água todos os dias através da respiração, suor, urina e fezes.

Evite carboidratos simples. Os carboidratos fazem com que os seus níveis de insulina subam, o que tem sido associado ao aumento da incidência de cancro de mama em mulheres na menopausa.

Evite comer demais. Uma dose acima do recomendado de qualquer coisa pode causar danos, seja comida, bebida, drogas, ou até mesmo um medicamento - o Tylenol pode ser fatal se ingerido em grande quantidade. Os medicamentos não sujeitos a receita médica e outros ilegais podem conter substâncias químicas e/ou outras drogas que são impróprias para o consumo humano, mas tenha em mente que o álcool e o tabaco estão entre as piores drogas.

Não se esqueça de que a cafeína também é uma droga. Qualquer droga, do álcool à aspirina, traz consigo um risco de encurtamento da sua vida. Se você decidir usar algum tipo de droga, seja responsável – faça a sua própria pesquisa, certifique-se de compreender as suas propriedades e efeitos colaterais, e use-os de forma adequada.

Restrinja o consumo de calorias. Estudos sugerem que o jejum periódico promove uma melhor saúde do coração. Escolha um dia em que você pode dar-se ao luxo de saltar duas refeições, e torne isto um ritual para seguir mensalmente ou de dois em dois meses.

Equilibre o seu Omega- 3 e Omega -6. Existem provas de que uma dieta rica em ômega-6 e ácidos gordos (gorduras) aumenta a probabilidade de doenças cardiovasculares e cancro. Para melhorar o equilíbrio do consumo, reduza a ingestão de gorduras omega-6 (particularmente no milho e óleo de canola, assim como muitos óleos de noz), aumentando a ingestão de gorduras omega-3 em alimentos como peixes gordos, especialmente o salmão.

Considere colocar-se de cócoras para defecar. Isso pode reduzir bastante a probabilidade de desenvolver cancro do colo-retal (que é potencialmente fatal) ou hemorroidas (que são na sua maioria apenas desagradáveis).

Consuma antioxidantes. Eles diminuem a probabilidade de desenvolver o cancro. Beba muita chá. Existem dois tipos principais de chá - verdes e pretos. Ambos são da mesma planta, porém o chá verde é menos processado que o chá preto.

O chá verde tem muitos benefícios de saúde, incluindo a redução da probabilidade de ataque cardíaco e cancro. Outros benefícios incluem o aumento da energia e da taxa metabólica (bom para a perda de peso), e alto teor antioxidante (retarda o efeito do envelhecimento). O chá preto tem esses benefícios também, mas a um nível reduzido. Experimente e beber cinco chávenas de chá verde por dia.

Coma chocolate preto. Um pedaço de chocolate preto por dia pode beneficiar o coração, pois o cacau tem um efeito benéfico no coração e nas artérias. O chocolate preto tem mais antioxidantes do que os outros tipos de chocolate. Procure por chocolate com 60% de cacau não transformado ou mais. O chocolate também alegra o estado de espírito porque libera endorfinas.

Beba um copo de vinho tinto por dia. O vinho tinto contém substâncias chamadas polifenóis, que mantêm a elasticidade das paredes das artérias e também agem como antioxidantes - ajudando, assim, a manter um coração saudável e a retardar o envelhecimento. Curiosamente, a mulher mais velha do mundo bebeu sempre um copo de vinho por dia, vivendo até aos 122 anos de idade.

Certifique-se de ingerir cinco peças de fruta por dia, se possível. As frutas e os legumes são extremamente benéficos e devem se uma grande parte da sua dieta.

Evite situações perigosas. Fique longe dessas armadilhas potenciais:
Pense em primeiro lugar. Esta etapa inclui olhar para os dois lados antes de atravessar a rua, como as crianças são ensinadas, mas muitos adultos tem isto como um dado adquirido, e usam equipamentos de proteção quando necessário. Se você anda de bicicleta ou skate, tenha cuidado. O crânio humano parece resistente, mas um traumatismo craniano grave pode resultar no cérebro ser empurrado dentro do crânio, resultante de um impacto, o que pode provocar danos cerebrais permanentes ou mesmo a morte.

Seja previdente. Evite atividades potencialmente perigosas que terminam frequentemente ou ocasionalmente em morte ou desmembramento, como as touradas, por exemplo, ou relacionamentos com pessoas que lhe pareçam potencialmente perigosas.
Use o cinto de segurança. Coloque sempre o cinto de segurança quando entrar no carro, seja condutor ou passageiro.
Faça exames médicos anualmente. A identificação precoce de potenciais problemas de saúde pode salvar a sua vida.
Faça exercício físico diariamente. Aconselhe-se junto do seu médico se o seu estado de saúde a isso obrigar. Uma simples caminhada diária é suficiente na maioria dos casos.

Mantenha o seu sono num horário consistente. O nosso corpo precisa de descanso e o sono é revigorante. Tente cumprir 7 a 8 horas de sono por dia. Estudos realizados comprovaram que um sono curto diminui também o tempo de vida.
Lave sempre os dentes. A maior parte das bactérias estão na boca, alojadas nos dentes. Elas podem provocar a dilatação das paredes arteriais e provocar doenças cardíacas.

Evite situações de stress, não tenha medo e não alimente estados de ansiedade. Procure o lado positivo das situações e enriqueça os seus conhecimentos. Leia muito e procure ambientes que o façam sentir-se bem e em harmonia com a natureza.
Por fim, não tome a sua vida como um facto consumado e garantido. As pessoas que pensam sobre a morte acabam por viver mais tempo. Isto pode parecer mórbido, mas lembrar a sua própria mortalidade pode realmente fazê-lo mais feliz porque será capaz de apreciar a sua vida diária a cada passo. Além do mais, estando ciente da sua mortalidade fica mais propenso a tomar decisões sábias, como usar o cinto de segurança, evitar os cigarros e usar protetor solar. Nunca esqueça que a vida é um presente, e será recompensado.


Rua Direita

Título: Segredos para viver mais e melhor!

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

608 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    19-07-2014 às 23:06:25

    Uma das melhores maneiras de se viver melhor e com maior qualidade é sentir a presença de Deus na vida. Ter aquela força de querer mudar aquilo que não nos tem feito bem e claro, cuidar do corpo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAmbrósio

    11-05-2014 às 00:04:45

    Segredos para viver mais e melhor será que eu com 73 anos ainda possa beneficiar destas dicas?

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    12-05-2014 às 03:24:56

    Sim, com certeza! Pelo menos, a caminhada diariamente e o consumo de alimentos saudáveis é fundamental!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTo

    16-04-2014 às 19:19:49

    Eu gostei muito da sugestões e dicas que deram para Viver mais e melhor ! Agora que já tenho mais de 50 anos.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    16-04-2014 às 19:07:52

    Tudo isso que colocaste faz muito sentido. Obrigada pelo seu texto bem informativo e essencial na vida. Parabéns!

    A equipa da Rua Direita

    ¬ Responder

Comentários - Segredos para viver mais e melhor!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios