Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Saiba qual o seu grau de celulite

Saiba qual o seu grau de celulite

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Comentários: 1
Saiba qual o seu grau de celulite

Algumas células do nosso organismo têm a função de armazenar energia sob a forma de gordura, destinada a ser utilizada em regime de SOS, por assim dizer. São os adipócitos, situados na hipoderme (camada mais profunda da pele). Por questões de hereditariedade, excessos alimentares (nomeadamente no que respeita a alimentos ricos em lípidos e hidratos de carbono), alterações hormonais e enzimáticas e de sedentarismo, ocorre um transtorno a nível da circulação sanguínea, com a consequente acumulação de líquidos e proteínas nas células adiposas, o que acarreta uma transformação da textura do tecido subcutâneo e, mais tarde, uma irregularidade da superfície da pele (conhecida como aspeto “casca de laranja”). Trata-se da celulite, inimiga declarada das mulheres, que causa desconforto e insatisfação relativamente à imagem corporal.

Podendo estar ou não associada à obesidade, são as coxas, os glúteos, o abdómen, as pernas, a face interna dos joelhos e as partes posterior e lateral dos braços os mais atingidos pela celulite, se bem que, em pessoas mais predispostas, até nos tornozelos ela pode aparecer. Na verdade, este verdadeiro atentado à estética surge em cerca de 95 por cento das mulheres, em grau mais ou menos avançado.

No estádio inicial, dado que só existe acumulação de gordura dentro das células gordurosas sem se verificarem dificuldades circulatórias, a celulite só é visível pressionando a zona afetada. O tratamento consta de reeducação alimentar e prática de exercício físico. Pode esperar-se uma recuperação total.

Já no segundo grau, as modificações na pele são visíveis e palpáveis, mas sem dor. Constata-se um aumento de volume das células adiposas, que conduz a prejuízos circulatórios, pela compressão dos vasos sanguíneos e linfáticos, acumulando toxinas e originando edema. A mesoterapia, os ultrassons e a drenagem linfática, para além de uma alimentação equilibrada e da indispensável atividade física, constituem alternativas de tratamento, passíveis de produzir resultados bastante bons.

Na terceira “categoria”, sobrevêm regiões deprimidas alternadas com outras enrijecidas e surgem nódulos, geralmente dolorosos. É possível que apareçam microvarizes e a pele apresenta-se semelhante à casca da laranja. Sente-se cansaço e peso nas pernas. O tratamento (supra referido) é mais complicado, sendo que a meta é, antes de mais, alcançar o segundo grau, em que a celulite é menos notória. É expectável uma recuperação satisfatória (com melhoras significativas), mas não a erradicação do problema.

Na forma mais grave de celulite, ou grau quatro, a circulação sanguínea encontra-se grandemente comprometida nas zonas mais endurecidas e dolorosas da pele. É mais comum em pessoas que possuem complicações de saúde, como a diabetes e a obesidade, podendo, contudo, ser tratada e minorada, no sentido de melhorar a circulação nessas áreas. Os métodos acima referidos são portadores de melhoria parcial, eventualmente coadjuvados com intervenção cirúrgica.

Do exposto conclui-se que quanto mais cedo se atacar a celulite, mais eficazes serão os resultados. Por outro lado, mesmo nos casos mais avançados, o tratamento é muito importante para que a situação não piore.

Para além do já mencionado, devem banir-se os maus hábitos alimentares (como andar o dia todo sem comer e banquetear-se à noite) e o excesso de sal, e beber muita água, numa perspectiva de eliminar as toxinas decorrentes do metabolismo celular. Na verdade, uma pessoa com maior tendência hereditária para desenvolver celulite, mas que tenha hábitos alimentares cuidados e siga um programa de exercícios, pode ter menos celulite do que outra com menor tendência que não se paute por estas rotinas.


Maria Bijóias

Título: Saiba qual o seu grau de celulite

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

659 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • déboradébora

    31-08-2010 às 10:20:04

    olá, Gostaria de saber como acabar com a celulite...
    Mas sem tratamentos muito caros, existe alguma receita caseira que possa pôr-me a pele firme? porque desde que fui mãe fiquei com mais celulite e a pele muito flácida, apesar de dizerem que não se nota muito, mas eu sinto-me desconfortável com esta situação. o meu peso é 53Kg.

    ¬ Responder

Comentários - Saiba qual o seu grau de celulite

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios