Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Respire melhor sem mofo

Respire melhor sem mofo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 6
Comentários: 6
Respire melhor sem mofo

Para se ter uma boa qualidade de vida, não é só a alimentação, exercício físico, mas sim um conjunto de tudo, até mesmo do ambiente em que mora. Saiba que a limpeza é fundamental para uma vida saudável.

O ar que respiramos pode comprometer a nossa saúde com problemas alérgicos. Nos últimos anos têm sido constantes as mudanças de clima, o que é um dos maiores fatores, que vem vindo a afligir 80% da população mundial. Em sua casa o que é? Você diz meu filho é alérgico e já fez de tudo, mais parece que não adiantou nada, vamos aqui tentar ajudar a explicar uma das razões deste mal que a aflige e a muitos.

Em nossas casas, existem vários agentes alérgicos silenciosos, e um deles é o mofo, ele tem sido um dos maiores problemas respiratório que causa tosse e resfriado e com isso, um consumo cada vez mais, elevado de medicamentos e serviços de saúde.

Há vários quadros clínicos como a asma, rinite alérgica que geralmente ocorrem virtude dos fungos que o mofo produz no aparelho respiratório. Geralmente o fungo do mofo cresce em ambientes fechados como casa, apartamento e etc. e com isso muitas crianças são expostas a estes alérgenos desde o nascimento, não se sabe a partir de que idade se desenvolve a alergia ao mofo, mas estima-se que 40% dos casos de rinite alérgica iniciam-se ainda enquanto somos crianças.

Os principais sintomas da rinite alérgica incluem a coriza, a sensação de coceira no nariz, e nos olhos, espirros, dores de cabeça, congestão nasal e tosse. Esses sintomas costumam ser mais intensos nas estações mais húmidas e quentes do ano, mas alguns fungos apresentam alta prevalência durante o ano inteiro.

Geralmente as crianças que são alérgicas ao mofo, sofrem por desenvolver problemas nas adenoides ou infeção respiratórias recorrentes, como sinusites e otites. Já os sintomas da asma causada por alergia a mofo, parecem ser os mesmos que na asma comum e isso inclui tosse, chiadeira e falta de ar.

Essas são as manifestações que podem se instalar rapidamente ou lentamente. A micose bronca alérgica é uma pneumonia comum, tosse com expetoração, falta de ar, chiadeira, febre baixa, dores no corpo e falta de ânimo. A sinusite fúngica é causada por fungos que é mais comum em áreas de clima quente e úmido, e seus sintomas são geralmente, dor na cara ou na cabeça, congestão nasal, redução olfativa, coriza purulenta, tosse, queimação na garganta, hálito ruim e falta de ânimo.

Para se detetar a alergia a mofo é o exame clinico realizado pelo médico, com um teste cutâneo com alérgenos fúngicos que em pequenas punções na pele para administração de reagentes fúngicos. Existem também, outros exames como o de sangue, radiografias, tomografia, rinoscopia, broncoscopia e etc. estes exames poderão ser solicitado de acordo com a necessidade.

Além das recomendações de seu médico, você pode tomar certas medidas como: Manter a casa limpa e arejada livre do cigarro, consertar vazamento hidráulico se existir, pois isso irá dar aos fungos, o ambiente de proliferação ideal para o seu crescimento. Elimine vegetação densa em torno da casa, como grama, cercas de madeira, terra de planta doméstica, folhas caídas, fezes de passarinho e outros. Mantenha sempre o ambiente livre deste tipo de material. Evite ter em sua casa tapete e sofá de tecido, faça sempre a manutenção em aparelhos de ar-condicionado e ventiladores.


Waldiney Melo

Título: Respire melhor sem mofo

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 6

779 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • maria aparecida de moura serrano

    13-04-2014 às 20:32:21

    gostaria de saber se casa com infiltraçao e mofo piora a sinusite ela ataca mais a noite com a casa fechada nao consigo dormir a noite tenho insonia o que devo fazer pra acabar com falta de sono e sinusite

    ¬ Responder
  • Miron FahielMiron Fahiel

    05-05-2011 às 22:32:42

    Para tirar mofo da parede aplique um copo de água sanitária em dois litros de água e limpe a parede depois para tirar o cheiro forte da água sanitária pulverize com 50 ml de vinagre em 100ml de ´´agua no local.

    ¬ Responder
  • Odete da HoraOdete da Hora

    04-04-2011 às 21:23:21

    Gostaria de saber como eu faço para tirar manchas de mofo na parede da minha casa.

    ¬ Responder
  • celia oliveiracelia oliveira

    26-03-2011 às 12:00:29

    eu quero sbaer o que devo fazer para tirar mancha de mofo, bolor do meu tecido do sofa.
    sou alergica e ta cheio de manchas
    brancas de bolor

    ¬ Responder
  • rosimarrosimar

    24-03-2011 às 15:07:17

    gostaria de saber como tirar o cheiro de fomo do quarto do meu filho as paredes não estão com mofo, mas o quarto esta com cheiro muito forte... ja tirei todos or brimquedos e objetos para limpar mas continua...tinha uma infiltração no forro devido um telha quebrada e quando chovia caia agua pelo ventilado de teto.

    ¬ Responder
  • Nair Barboza LmaNair Barboza Lma

    06-11-2010 às 15:39:32

    Excelente manteria.
    Satisfez totalmente a minhas dúvidas.
    Obrigada

    ¬ Responder

Comentários - Respire melhor sem mofo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Habitação – Evolução qualidade/Preço

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Alojamento
Habitação – Evolução qualidade/Preço\"Rua
Hoje vivemos dias muito complicados do ponto de vista económico, uma vez que a nossa sociedade moderna consumista tem acarretado para as famílias a triste ideia de que temos que possuir tudo o que existe para ser possuído.

Relativamente ao assunto especifico da habitação, com o passar dos tempos, as pessoas têm adquirido as suas casas em função do que há no mercado, e este mercado tem evoluído de uma forma perigosa em termos de custos; o que quero dizer com isto, é que há vinte anos atrás, encontrávamos apartamentos no mercado, e tenho por base um apartamento T3 que tinha 3 quartos conforme a tipologia descrita, naquele tempo uma cada de banho, uma sala de estar/jantar conjunta e talvez uma varanda, hoje o mesmo apartamento terá os três quartos, a sala, duas casas de banho das quais uma poderá estar num dos quartos a que passou a chamar-se suite, este apartamento hoje, tem forçosamente que ter pré instalação para aquecimento central, lareira com recuperador de calor, e muito provavelmente aspiração central, ou pelo menos a pré instalação… Assim, quem compra um apartamento hoje, apesar das dimensões de cada divisão estarem diminuídas, o preço foi muito incrementado pelos extras, e depois há ainda que adquirir uma caldeira para fazer funcionar a tal pré-instalação de aquecimento central, os radiadores porque sem eles o dito não funciona, naturalmente o trabalho do técnico… há ainda que adquirir em muitos casos o aspirador propriamente dito para fazer funcionar a aspiração central, e algumas coisas mais, acessórios dos quais, antes não tínhamos necessidade.

Não quero dizer com isto, que estes equipamentos não são úteis, são, mas e aquelas pessoas que compraram os seus apartamentos há uns tempos, cujos espaços não dispunham destas “modernices” como viveram? Como vivem hoje? Provavelmente aqueles que tiveram disponibilidade económica para isso, colocaram nas suas habitações, aquilo que julgaram necessário, não colocaram aquilo que não lhes é útil de todo, por outro lado aqueles que não tiveram disponibilidade económica vivem sem os equipamentos em questão, ou colocam um equipamento à dimensão das suas possibilidades. O real problema é que os referidos equipamentos valorizaram muito mais as habitações em termos de preço de compra do que o valor real dos mesmos, e as pessoas, estão apagar vinte ou trinta anos, para não dizer mais, um bom valor acima do que pagariam sem estas coisas, além disso comprariam aquilo que quisessem e pudessem.

Para além do exposto, a qualidade de construção e acabamentos não melhorou, antes pelo contrário. Hoje o valor das casas está a decair rapidamente, e as pessoas em geral vivem em casas cujos valores atuais de mercado são muito inferiores ao que estarão a pagar durante muito tempo…

Naturalmente o mercado poderá mudar, mas não é esse o caminho que parece seguir.

Pesquisar mais textos:

Ana Sebastião

Título:Habitação – Evolução qualidade/Preço

Autor:Ana Sebastião(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    21-04-2014 às 17:09:01

    A compra seja de apartamento ou casa estão mais caras e nem sempre oferecem serviços como mostram na divulgação. Não é bom financiar, pois custará o dobro. Realmente, o melhor a fazer é buscar preços que têm condições de pagar ou aderir a um consórcio.

    ¬ Responder
  • Sofia Nunes 13-09-2012 às 17:07:44

    Na minha opinião e de acordo com o que tenho observado, a relação qualidade/preço das habitações está a melhorar. E isso não é necessariamente bom, uma vez que é resultado da crise económica. Como refere, o valor das casas está a descer, pelo que se pode comprar uma vivenda pelo preço que há uns anos era de um apartamento. O problema é que, apesar de as casas estarem mais baratas, os compradores não têm dinheiro.

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios