Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Reflexologia, cure-se através dos pés

Reflexologia, cure-se através dos pés

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 3
Reflexologia, cure-se através dos pés

A reflexologia, embora muitas vezes confundida com uma simples massagem corporal, neste caso aos pés, é uma técnica específica de pressão, constituindo uma arte e um método bastante eficaz de tratamento e prevenção de algumas doenças. Igualmente denominada de terapia por zona, baseia-se no pressuposto de que cada parte do corpo é representada nas mãos e nos pés, sendo que pressionar determinadas áreas nestes pode ter efeitos terapêuticos nas partes do corpo correspondentes.

A reflexologia é uma prática curativa holística, isto é, pretende tratar a pessoa como um todo: corpo, mente e espírito. A pressão é aplicada nas áreas reflexas dos pés com os dedos das mãos e usando tecnicismos próprios. Este procedimento instiga alterações fisiológicas, na medida em que o potencial de cura intrínseco é acicatado.

O princípio fundamental da reflexologia assenta na constante fluência de energia através de canais ou zonas do corpo, que formam pontos reflexos respeitantes a órgãos, glândulas e demais estruturas. Trabalhando esses reflexos, reduz-se a tensão em toda a extensão corporal. O objectivo é que o fluxo de energia possa ocorrer sem impedimentos, de forma a manter a saúde. De contrário, se ficar bloqueado por tensão ou congestionamento, adoece-se. Por meio do tratamento dos reflexos, desfazem-se os bloqueios e recupera-se a harmonia dos diversos sistemas.

Muitos apologistas ferrenhos da reflexologia apontam benefícios desta técnica milenar (ao que parece, inventada pelos chineses e usada no Antigo Egipto) que vão da purificação do corpo à melhoria da circulação e ao auxílio na perda de peso. Outros relatos dão conta de sucesso em casos de dores de ouvidos, convulsões infantis, hemorróidas, soluços, surdez, problemas da próstata e do fígado, bronquite, anemia, perda de cabelo, doenças coronárias, pedras nos rins, cataratas, hidrocefalia, hipertiroidismo, enfisema, preguiça intestinal e outros. Apesar de tudo, a confirmação científica de alguns hipotéticos resultados tarda em chegar.

O principal “produto” da reflexologia é o relaxamento. Reduzindo a tensão, melhora-se a irrigação sanguínea e, por conseguinte, combate-se o stress e facilita-se o funcionamento do sistema nervoso.

A técnica do tratamento reflexológico é simples, não sendo preciso treinar durante anos para se a aplicar com eficácia. Nesta forma de terapia, a relação que se estabelece entre o terapeuta e o paciente assume particular relevância. O terapeuta consubstancia um mediador que ajuda a estimular o poder latente de cura de que cada interlocutor é portador. Portanto, se «dar com os pés» é designativo de desprezo, «dar os pés» (salvo seja) pode simbolizar um primeiro passo em direcção à cura!


Maria Bijóias

Título: Reflexologia, cure-se através dos pés

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

762 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    25-07-2014 às 04:17:38

    Muito bom essa técnica de reflexologia e parece ser bem eficaz. O tratamento da pele é algo bem importante e preocupante, pois pode piorar muito o seu estado. Gostei!

    ¬ Responder
  • alexanderalexander

    29-12-2009 às 13:54:27

    gustaba saber si en Porto existe algun sitio donde tirar un curso de reflexologia!!!

    ¬ Responder
  • Brunno Leandroconceição teixeira

    30-10-2009 às 11:13:29

    Bom dia
    gostava de saber em Oeiras/Lisboa o contacto de quem utilize esta terapia

    ¬ Responder

Comentários - Reflexologia, cure-se através dos pés

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios