Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Plantas para diminuir a febre

Plantas para diminuir a febre

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Plantas para diminuir a febre

As plantas febrífugas são indicadas para diminuir a febre e o calor da pele. além disso são também utilizadas para outras doenças como o sarampo, febre escarlatina e varicela.
As mais utilizadas para o efeito são o azevinho, muito conhecido e normalmente ornamenta as decorações natalícias. É cultivado em jardins e parques, e parece sempre verdinho e com frutos vermelhos. As suas folhas com o tempo tornam-se macias e têm propriedades anti-espasmódicas, emolientes, sudorífigas, febrífugas e tónicas.

As suas folhas são fervidas para infusão que é muito bom para a febre (30 g num litro de água). Por outro lado o pó das bagas serve como purgativo (dois a cinco gramas).
A escabiosa, planta de terrenos incultos e húmidos, tem propriedades ótimas para a bronquite, congestões pulmonares, broncopneumonias, traqueia e ainda depurativas, para a pele e acne. Pode seu usado em xarope com o suco da planta fresca e em licor.

A quina, arbusto originário dos Andes da América tropical, é utilizada pela medicina devido á sua casca ter propriedades bebrífugas, tónicas, adstrigentes, fortificantes e aperitivas. O seu pó é aplicado em úlceras, dentífricos antisépticos , loções capilares, etc.
O cardo-santo, muito popular,possui uma estranha beleza e é considerado o refúgio dos doentes, o tesouro dos pobres e a panaceia dos pais de família. Diz-se que a semente do cardo santo, fortifica a memória e é calmante do coração.

Cultiva-se nos campos e outeiros e cresce em abundância em Trás- Os- Montes e Alto Alentejo. Considera-se um excelente febrífugo, antiséptico, diurético e sudorífero. É aplicado com grande êxito nas vias digestivas e estimula o apetite.
A sua infusão deve ser tomada antes das refeições (15 a 50 g por litro de água), três vezes ao dia.As folhas cozidas são boas para quem sofre de ulceras do estômago.

A cavalinha, cobre totalmente com as suas flores de cor de púrpera os montes dos velhos muros. Tem propriedades boas para a febre e em uso interno, é ideal para catarros mucosos, congestão do fígado e bronquite (30 a 40 gpor litro de água). É muito boa para a digestão, úlceras e como aperitivo, em licores.

O trevo de àgua, submerso na água,tem no seu calo ramos florais dotados de propriedades tónicas, estomáquicas e é ideal para anemias. Usa-se em infusão( 30 g de planta seca fervida em água) a tomar três vezes ao dia antes das refeições. Usa-se ainda em enjoos e falta de apetite e mensruação.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Plantas para diminuir a febre

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

761 

Comentários - Plantas para diminuir a febre

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios