Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > O que é o Ponto G?

O que é o Ponto G?

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
O que é o Ponto G?

O que é o Ponto G? Ora aqui está uma pergunta que muitos colocam e poucos sabem responder. E quando digo poucos, não falo só de homens, mas de mulheres também. A educação, na maior parte das vezes cheias de tabus e vergonhas, impediram-nos durante uma longa parte da vida de saber sequer que existia uma zona corporal que se designava como ponto G, quanto mais podermos aprender onde se situava ele.

Se não acredita na ignorância geral sobre o assunto, experimente colocar esta questão perante um grupo de mulheres ou de homens. Vai ver como tenho razão. Mas se a sua dúvida é partilhada com a maior parte das pessoas, a explicação e descrição segue-se já de seguida.

A sua localização não é fácil e pode variar ligeiramente de mulher para mulher, tal como o seu tamanho. Situa-se logo abaixo do osso púbico, na parede anterior (a do umbigo) da vagina, no colo do útero.

O chamado Ponto G, não deveria ser chamado de ponto, mas sim de zona, pois o seu tamanho não corresponde de forma alguma à de um ponto (pode ser de 2 cm). Esta zona pode causar sem qualquer dúvida um enorme prazer sexual na mulher, mas como o corpo de cada mulher varia, a sensação de prazer poderá não ser absoluta.

Não é visível e muito dificilmente palpável, ou seja, é difícil de ser identificada pelo tacto. De qualquer forma, e conforme a fisionomia, quando é sentida, o tacto traduz-se numa zona ligeiramente rugosa, podendo ficar dura, dependendo da excitação.

Composta por terminais sanguíneos, pode provocar ejaculação e se algum não sabia que as mulheres têm esta capacidade, acabou de aprender mais um bocadinho.

Apesar do prazer milenar que o Ponto G oferece às mulheres de todo o mundo, só em 1950 começaram a existir registos sobre os mesmos através do médico sexólogo Alemão, Dr. Ernst Gräfenberg (daí o nome “G”). Alvo de duras críticas e bastantes dúvidas entre a classe médica de ginecologia, o Ponto G é muitas vezes assunto de discussão e controvérsia.

Para os mais entendidos, a afirmação é de que existe, sem sombra para qualquer dúvida e para testar a teoria, aconselha-se prática a sua exploração. Acredita-se que a exploração vai trazer bastante prazer e acabará sempre da melhor forma.

Agora, quando e se o assunto por qualquer motivo vier à chama, já vai poder saber explicar o que é afinal o tão complexo Ponto G.


Carla Horta

Título: O que é o Ponto G?

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 2

771 

Imagem por: pamychu

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Carina Anjo

    25-05-2013 às 11:47:11

    É muito importante conhecermos o nosso corpo e o do nosso parceiro. Determinadas matérias não deveriam ser consideradas Tabu.

    ¬ Responder

Comentários - O que é o Ponto G?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Imagem por: pamychu

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios