Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > O que é doença?

O que é doença?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
O que é doença?

No tempo em que vivemos é muito difícil encontrarmos uma pessoa idosa completamente sadia. Poucos podem dizer, com propriedades que gozam de perfeita saúde. A doença está tão alastrada que hoje em dia as perturbações menores nem passam por doenças, senão por coisa natural. Muitos, quando interrogados, dizem que vão bem de saúde, enquanto seu organismo em realidade sofre vários distúrbios.

Esses pequenos distúrbios, que se repetem, são, todavia: avisos de que o caminho está sendo preparado para enfermidades graves, às vezes mortais.

Uma casa pode ter um compartimento com a função de despejo. Ali se põem tantas coisas quantas caibam. Mas se os panos velhos e os de pouco uso são muitos, o que não cabe no despejo e que se tem dó de jogar fora, fica espalhado pelos demais compartimentos da casa, atrapalhando a passagem, sendo então jogados na sala, nos dormitórios, na cozinha, e no corredor.

Resultado: o interior da casa é muito sujo. E com o organismo é mais ou menos assim. Quase todas as doenças, exceto naturalmente, as de carência, têm uma só causa: sangue impuro. As defesas naturais sofrem enquanto ainda sobram forças. E quando não podem mais, vem a decadência, a depressão.

A enfermidade não vem, pois, de repente. Antes que uma doença possa ser classificada como arteriosclerose, câncer, diabetes, há processos fisiológicos anormais, que entorpecem o metabolismo nutritivo.

Os máximos e desesperados esforços do organismo para liberta-se do mal, manifestam-se em forma de febre e outros sintomas. Às vezes vencem as forças naturais, às vezes os micróbios.

O homem cujas forças naturais vencem os primeiros sintomas do mal incipiente, ganha a batalha contra os invasores que pretendem alojar-se nas fraquezas do seu organismo, transformando-o em hospital. Deve-se, portanto, dar muita importância a esses primeiros sintomas, às pequenas irregularidades. Quando não, o mal ganha terreno até quebrar toda resistência natural do corpo como já dissemos, e alcança a supremacia. Então começa a fase crônica da doença.

Os processos infecciosos só entram em fase crônica quando as forças naturais do organismo, enfraquecidas grandemente, são vencidas, após terem resistido aos abusos contra as leis da Natureza, praticados de muitas maneiras, como seja: por alimentação errada, alcoolismo, tabagismo, falta de ar, falta de exercícios físicos, por falta de descanso.

A doença como se vê, não é fruto do acaso; é isso sim, o resultado infalível de uma causa cultivada. Liberte-se! Pratique e viva de maneira saudável.


Cláudio Júnior

Título: O que é doença?

Autor: Cláudio Júnior (todos os textos)

Visitas: 0

662 

Imagem por: Ernst Vikne

Comentários - O que é doença?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Imagem por: Ernst Vikne

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios