Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Malefícios do ronco e como cuidar

Malefícios do ronco e como cuidar

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 6
Comentários: 4
Malefícios do ronco e como cuidar

Certamente, não há nada mais desconfortável que no momento de paz e descanso, a hora de dormir, ter alguém do seu lado roncando. Seja por questões genéticas (passado de pais para filhos por gerações) ou devido a complicações de saúde, como sinusite, rinite ou algo que possa atrapalhar a respiração que deveria ser normal.
A maioria das pessoas não sabe o porquê o ronco é causado. Há situações em que o nariz perde sua umidade natural, possibilitando que impurezas entrem nele de maneira mais fácil, irritando-o. Para evitar isso, o organismo utiliza um processo natural para se defender, inchando as paredes internas do nariz para que esses corpos estranhos não possam passar. Com isso, pouco ar passará pelo nariz, sendo necessário respirar pela boca. O resultado disso é o ronco, som do ar entrando e saindo dos pulmões.

Malefícios
Independente do motivo que causa o ronco, ele é uma doença e deve ser tratado de forma séria. Em alguns casos, ele pode ser sintomas de doenças, como a apneia do sono. E ela pode causar sérios problemas à pessoa e até levar ao falecimento se não for tratada de maneira correta. Quando o ronco está em seu auge, ele antecede a passagem de ar que é inspirado para dentro dos pulmões. Isso ocasiona uma espécie de engasgo, fazendo com que se deixe de respirar por alguns instantes, voltando em seguida, roncando mais alto e forte, pois o ar está retornando.
Pessoas que são companheiras de outras que possuem apneia, sentem-se aliviadas quando o companheiro (a) ronca, pois é sinal que tudo voltou ao normal.

Como cuidar
Tudo isso que foi mencionado acima é ocasionado devido ao estreitamento da faringe, que provoca o ronco enquanto as pessoas dormem. O problema é que depois de algum tempo, ela pode se fechar por completo e interromper a entrada e saída de ar de forma temporal.
Ações que podem ajudar nisso são a utilização de inaladores e soros fisiológicos. Fazer inalações antes de dormir pode ajudar a liberar as portas nasais e ter uma noite de sono melhor. Pode-se também colocar Soro fisiológico no nariz para mantê-lo sempre úmido. Outra solução que tratará o problema de uma forma geral é a utilização de um umidificador de ar. Mas antes de optar por alguma dessas dicas, consulte um médico especialista para fazer o tratamento correto.

Gostou da matéria? Deixe seu comentário e participe!

Lucas Souza

Título: Malefícios do ronco e como cuidar

Autor: Lucas Souza (todos os textos)

Visitas: 6

667 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    19-07-2014 às 23:43:43

    Minha irmã ronca muito e seu esposo encontrou uma forma de resolver isso usando um bloqueador no ouvido..ehhe
    Obrigada pelas dicas!

    ¬ Responder
  • Daiany Nascimento

    17-09-2012 às 12:25:28

    Gostei do texto. Sou fã dos artigos publicados pelos autores do ruadireta.com devido à variedade de temas que posso encontrar, além de que a maioria deles são muito ricos em conteúdo, como este! Parabéns autor pela sua dedicação, saiba que as dicas que encontrei aqui servirão para eu aconselhar meu pai sobre Malefícios Do Ronco E Como Cuidar, pois ele sofre com este mal. Espero por novidades, pois sempre estou à procura de novos conhecimentos.

    ¬ Responder
  • Eliane S.prEliane Saldanha Pires

    14-09-2012 às 04:23:50

    Olá Lucas é muito bom saber que existem pessoas se preocupando em escrever sobre isso.
    Quero te dizer que eu sou uma vitima desse problema que está atuando em minha vida de forma diferente.Pelo refluxo ,que trás azia e má digestão causados pela gastrite. E outra meu vizinho fez a cirurgia para acabar com o ronco e nada.Não tem cura para medicina.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAdriana dos Santos da Silva

    12-09-2012 às 18:42:49

    Realmente Lucas não é nada legal dormir com alguém roncando ao nosso lado. Vale a pena o tratamento com um especialista, já que isso causa um transtorno na saúde daqueles que o tem e geram desconforto a ambas as partes. Recentemente minha irmã perguntou como amenizar esse mal terrível e não soube ajudá-la, ela tem asma e por isso sente ronquidão durante a noite. A melhor coisa mesmo é procurar um especialista.

    ¬ Responder

Comentários - Malefícios do ronco e como cuidar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios