Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Hemorroidas

Hemorroidas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 4
Hemorroidas

Mais comum do que se possa imaginar, as hemorroidas ou doença hemorroidária é bastante frequente. Muitas são as pessoas que sofrem desta doença, mas mesmo assim, os constrangimentos associados a uma doença de foro anal, deixam muitos doentes com vergonha tal que se resignam ao silêncio e só se manifestam quando as dores e as complicações de saúde já são bastante complicadas.

Mas o que são afinal as hemorroidas? Em primeiro lugar, saiba que todos temos hemorroidas. Existem as hemorroidas internas e as externas, e ambas se localizam no ânus. Como o nome indica, as internas encontram-se no canal anal, e as externas encontram-se numa zona mais visível na zona do ânus. As hemorroidas são vasos sanguíneos localizados no ânus.

As hemorroidas têm vários graus que vão do I ao IV. No primeiro caso, as hemorroidas de grau I não se dilatam através do ânus, ao contrário das de grau II que apesar de se dilatarem, reduzem espontaneamente. As hemorroidas de III grau dilatam-se num maior estado, mas podem ser reduzidas manualmente. No entanto as hemorroidas de grau IV não podem ser reduzidas de todo e nesse caso, a intervenção cirúrgica é a solução.

As causas podem ser as mais variadas, apesar de na maioria das vezes esta doença aparecer mais frequentemente entre os 45 e os 65 anos.

A causa pode ser a gravidez e principalmente a força exercida no parto, a dificuldade de e o esforço durante a defeção, diarreia frequente e expulsão sistemática de fezes moles, permanência em pé ou sentado durante muitas horas, obesidade ou até mesmo a predisposição hereditária.

As hemorroidas externas são bastante visíveis na eventualidade de estarem infetadas, por exemplo. Inchaço, aspeto escuro, e acompanhado por dor, são sintomas de doença hemorroidal externo. Hemorragias, corrimento mucoso e incontinência fecal são sintomas de infeções e doenças de foro hemorroidal mais complicado.

O tratamento pode ser do mais variado. Existem as conhecidas mesinhas à base de cravo de castanha, acompanhado por uma alimentação à base de fibras e legumes verdes. Pomadas, comprimidos para a melhorar a circulação do sangue também são alternativas (exceto em casos de hemorragias, naturalmente). No entanto e como nunca, mesmo nunca é aconselhável auto-medicar-se, aconselha-se a ida ao médico especialista.

Os tratamentos podem passar por medicação adequada, laqueação elástica ou uma injeção esclorosante nas hemorroidas internas.

Em situações mais complicadas, o ambulatório e uma pequena incisão resolverá a situação definitivamente. Hemorroidectomia consiste na remoção cirúrgica das hemorroidas.


Carla Horta

Título: Hemorroidas

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 2

802 

Imagem por: trekkyandy

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • FabricioFabricio

    12-07-2012 às 18:26:13

    Oi gostaria de saber se tens algum remédio para hemorroidas que são pequenas mas sangram quando faço a higiene após a evacuação ???

    ¬ Responder
  • josejose

    11-02-2012 às 21:01:59

    gostei, muito satisfatória, obrigado.

    ¬ Responder
  • RaquelRaquel

    20-01-2012 às 19:10:50

    Olá Carla... Gostei muito da sua publicação, para béns! Eu tenho 23 anos de idade desde pequena sofri muito com prisão de ventre; acabei desenvolvendo hemorroidas externas, o que acho constrangedor, além de sentir dor e mal estar.. Gostaria que vc me recomendasse um medicamento para ser usado durante as crises porque não é constantemente que elas saem...
    Desde já agradeço a atenção.

    ¬ Responder
  • franciscafrancisca

    12-11-2010 às 22:56:37

    gostaria de saber um remedio para cura de hemorroida.

    ¬ Responder

Comentários - Hemorroidas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: trekkyandy

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios