Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Doenças que o estresse pode causar ou agravar

Doenças que o estresse pode causar ou agravar

Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
Doenças que o estresse pode causar ou agravar

Atualmente evitar o chamado estresse pode ser inevitável para muitas pessoas, devido à agitação do dia a dia. E além de provocar diversos sintomas de mal estar, o estresse pode até mesmo agravar o quadro de algumas doenças. Por isso, veja quais são as doenças que o estresse pode piorar e previna-se.

O que significa a palavra estresse? Ainda não existe a definição para esta palavra em nenhum livro médico. Mas, o estresse é conhecido como um conjunto de reações que ocorrem com o corpo e que deixa a pessoa com desestabilidade emocional, além de provocar sintomas como cansaço e dores, o que contribui para que ela entre em atrito com o meio em que vive. Em resumo, o estresse se trata de uma agressão e reação entre a pessoa e o ambiente em que ela vive.

O que provoca o estresse? Geralmente, qualquer tipo de problema que pareça grande demais pode provocar estresse. Segundo pesquisas, qualquer tipo de alteração enfrentada por uma pessoa tem o potencial de ocasionar estresse, seja essa mudança boa ou ruim. Dessa forma, os indivíduos sempre encaram situações que podem provocar o estresse.

Doenças que o estresse pode causar ou agravar: Ulcera gástrica; gastrite; redução do fluxo sanguíneo, especialmente em nível do coração o que pode ocasionar um infarto; formação de trombose; palpitações; aumento da tensão muscular; cãibras; dores de cabeça; problemas no intestino, principalmente com relação ao distúrbio da absorção e da contração do mesmo; intensificação dos tremores; problemas urinários; aumento dos níveis de pressão arterial; eleva o nível do colesterol ruim, ou seja, facilita o acumulo de placas de gordura nas veias; intensificação dos problemas psíquicos; irritabilidade; nervosismo; transtornos obsessivos; alterações do sono; torpor afetivo; perda de interesse sexual.

A maioria das pessoas já sabe quais são os malefícios que o estresse pode causar na saúde. Acima você pôde apenas algumas das doenças e complicações que ele pode causar ou piorar e, grande parte desses problemas envolvem situações comuns do cotidiano. Então, para evitar o estresse e contribuir para a saúde é preciso saber encarar os problemas de uma nova forma, mantendo o controle da situação e a calma.


Rua Direita

Título: Doenças que o estresse pode causar ou agravar

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 2

806 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãogabriely motta

    09-09-2013 às 18:47:15

    que o estresse poder causa doenças gravisimas para pessoa que tem esse tipo de doenças

    ¬ Responder

Comentários - Doenças que o estresse pode causar ou agravar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios