Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Diabetes por que acontece

Diabetes por que acontece

Categoria: Saúde
Visitas: 28
Comentários: 9
Diabetes por que acontece

Saiba que a diabetes é uma disfunção do metabolismo, ou seja, é do mesmo jeito que o organismo usa a digestão dos alimentos, para crescer e produzir energia. A maioria dos alimentos que comemos é quebrada em partículas de açúcar que fica no sangue. Esta substância é o principal combustível para o nosso corpo. Depois da digestão, o açúcar passa para a corrente sanguínea, onde é utilizada pelas células para crescer e produzir energia. No entanto, para que a açúcar possa entrar nas células, ela precisa de ajuda de outra substância, a insulina.

A insulina é um hormônio produzido no pâncreas, é uma grande glândula localizada atrás do estômago. Quando nos alimentamos, ela produz automaticamente a quantidade certa de insulina, que é necessária para mover a açúcar do sangue para as células do corpo. Nas pessoas com diabetes, porém, o pâncreas produz pouca insulina ou então as células não respondem da forma esperada à insulina produzida. E por isso acontece que a açúcar sai do sangue e vai direto para a urina sem que o corpo se aproveite dela. Ou então fica no sangue, que aumenta o que se chama de glicemia, ou concentração de açúcar que também não é aproveitada pelas células. Deste modo, o corpo perde sua principal fonte de combustível, pois há açúcar no sangue, mas ela não jogada fora sem ser utilizada.

Saiba quais os tipos de diabetes, a diabetes do tipo 1 e a diabetes do tipo 2, e diabetes gestacional. A diabetes tipo 1 é uma doença de auto-imune. Que significa que o sistema é responsável por defender o corpo de infecções, ou seja, sistema imunológico que atua de forma contrária e acaba lutando contra uma parte do próprio organismo. Nos diabetes, por exemplo, o sistema imunológico ataca as células do pâncreas responsáveis pela produção de insulina, matando-as. Assim, este órgão que passa a produzir pouca ou nenhuma insulina. Por conta disso, quem tem diabetes do tipo 1 deve tomar insulina todos os dias.

Diabetes do tipo 2 Essa é a forma mais comum do diabetes. Entre 90% a 95% das pessoas que são diagnosticadas com esta doença, já o diabético do tipo 2. Este está associada à velhice, obesidade, histórico da moléstia na família e de diabetes gestacional, além do sedentarismo. Menos do que 80% das pessoas que têm diabetes tipo 2 estão acima do peso ideal. Por causa do aumento da obesidade entre crianças e adolescentes, já que as dietas de hoje em dia não são nada saudáveis, esta doença vem aumentando nestas faixas etárias. Nesta doença, o pâncreas produz a quantidade suficiente de insulina, mas, por razões desconhecidas, o corpo não consegue utilizar esta substância de forma correta.

Waldiney Melo

Título: Diabetes por que acontece

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 28

796 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    15-07-2014 às 23:40:00

    É horrível ter diabetes. Só quem tem sabe como é difícil manter uma alimentação onde poucos alimentos devem ser ingeridos. Muito bom esse artigo que trata de forma simples. Amei!

    ¬ Responder
  • meire mendes sabino

    22-05-2014 às 04:55:01

    Estou muiiito triste pois descobri q estou com a tal diabetes, estou confusa,com medo,sem saber como agir ou como aceitar essa tal doença! Dizem q essa doença pode vir de fator genético, histórico famíliar. E isso não tenho!por favor me ajude, me oriente como devo fazer pra levar minha vida normal!
    Obrigada desde já

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    23-05-2014 às 17:12:28

    Olá, primeiramente mantenha a calma, pois ter diabetes não é algo tão desesperador. Claro, você terá algumas limitações quanto a alimentação e outros. Leia este artigo que é bem interessante e que vai ajudar-lhe bastante:
    http://www.pelesaudavel.com/pele-saudavel/301-diabetes-como-levar-uma-vida-normal.html
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoArthur

    18-08-2012 às 14:30:31

    Muito Obrigado, ajudou bastante mesmo no meu dever de casa.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoreinaldo melo

    19-01-2012 às 18:24:28

    cmo fazer para evitar o nivel d glicose do sangue . E faz com o q a insulina seja produzida pelo corpo do individuo?

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãokaren de avila

    10-06-2011 às 13:00:25

    por a diabetes causa sede na pessoa?

    ¬ Responder
  • José FerreiraAlmerinda Coutinho

    30-04-2011 às 11:54:39

    As vezes quando aplico a insulina ela sai, por que ?

    ¬ Responder
  • josé pereirajosé pereira

    22-04-2011 às 13:49:41

    O aumento do açucar no organismo,para 108,ja é o inicio do diabetes,e nesse estagio,pode se reverter e como ?

    ¬ Responder
  • Michele Chemello BersaniMichele Chemello Bersani

    01-03-2010 às 21:09:01

    Gostaria de mais informaçao sobre a diabete , pois meu filho de 12 anos esta com diabete ..

    ¬ Responder

Comentários - Diabetes por que acontece

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios