Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Como Combater o Mau Hálito

Como Combater o Mau Hálito

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Comentários: 1
Como Combater o Mau Hálito

O mau hálito é um problema que incomoda muita gente. Mas não julgue que é aos outros que mais incomoda, pois quem sofre desta doença é quem mais se sente desconfortável.
Há quem sofra deste problema e que muitas vezes se sinta excluído e colocado de parte por toda uma sociedade que associa o mau hálito a falta de higiene. Mas a realidade é que o mau hálito pode não ter nada a haver com pouca ou nenhuma higiene oral.

O mau odor oral pode ter várias origens. Uma alimentação rica em alho ou cebola pode ser um dos motivos, mas as bactérias que se acumulam no estomago, laringe ou garganta pode ser a causa mais comum. Opte por comer uma maçã ou uma cenoura. Estes alimentos auxiliam à limpeza na parte dos dentes que fica na linha das gengivas.

Mas afinal, como tratar e combater o mau hálito?

Em primeiro lugar e como a água é a fonte da vida, beba muita água. A água vai ajudar à digestão e ao atenuar dos alimentos mais fortes que estão no estomago.
Evite comidas com muitos condimentos. Picantes, salgadas ou com alimentos fortes vão fazer com que a digestão seja mais demorada.

Escove os dentes depois de comer. E não é só nas refeições mais importantes. Previna-se com uma escova de viagem e esteja sempre preparado para uma escovagem rápida.
Durante a lavagem, não se esqueça de lavar a língua, principalmente na parte mais de trás.
Depois da escovagem das principais refeições, e nas que faz de manhã ou à noite, use e abuse de um fio dental adequado aos seus dentes e gengivas. Gargareje com elixir de menta. Para além do sabor fresco que fica, vai ver que o efeito é duradouro.

Se fume e bebe café, estes são muito maus hábitos que além de prejudicarem a sua saúde vão ajudar ao mau hálito.

Mais um dos truques que pode ajudar é mascar chiclete com frequência. Compre e tenha sempre consigo pastilhas elásticas de menta e sem açúcar.

Visitas ao dentista pelo menos 2 vezes por ano podem resolver também muitos problemas e se o problema for de estomago, procure um médico especialista.

O mau hálito tem cura. Não se envergonhe, não se isole e combata este problema de forma a poder sorrir e conversar sem estar sempre a pensar se o odor da sua boca é agradável ou não.


Carla Horta

Título: Como Combater o Mau Hálito

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

611 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Dr.Marcos Moura

    27-08-2012 às 19:39:00

    Mais informações sobre Mau Hálito , visite o Site da Associação Brasileira de Halitose - ABHA - www.abha.org.br

    Obrigado

    Att.

    Marcos Moura

    Presidente da ABHA

    ¬ Responder

Comentários - Como Combater o Mau Hálito

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios