Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Cólicas menstruais: resolva o problema

Cólicas menstruais: resolva o problema

Categoria: Saúde
Comentários: 3
Cólicas menstruais: resolva o problema

A maior parte das mulheres sofre de cólicas menstruais durante o período menstrual. Mais de cinquenta por cento delas pode eventualmente ter que faltar ao trabalho ou à escola devido ao desconforto e dor. Este é um problema que atinge as jovens e mulheres adultas. O ciclo repete-se todos os meses e convêm tomar algumas precauções para minimizar a sensação desagradável.

O melhor a fazer antes de tudo é consultar um ginecologista a fim de ver se existe algum problema no útero ou nos ovários. Se não houver nenhuma patologia orgânica está-se perante patologia primária resultante apenas da menstruação. Se por outro lado as dores estiverem associadas a outra doença ela chama-se secundária e deve ter-se mais cuidado com as consequências.

A patologia primária aparece normalmente no inicio da menstruação e é precedida de cólicas e dores. Para além de provocar grande desconforto e má disposição diminui a qualidade de vida durante esse período.

Para evitar situações mais desagradáveis deve a mulher tomar ante - inflamatórios não asteróide que bloqueiam a dor. No entanto não se deve abusar destes medicamentos pois podem provocar lesões no estômago. E intestinos. O melhor é tomarem-se com muita água. No entanto há alguns que menorizam esse efeito e devem ser tomados logo no inicio dos sinais da dor para evitar a formação de prostaglandinas e sempre repetida a intervalos suficientes para evitar nova formação. Deste modo tem um efeito mais rápido.

Os medicamentos ante espasmos são igualmente eficazes para diminuir a contracção do útero e para aliviar a dor. São igualmente aconselhados para a dor e tensão do período.

Apesar de os medicamentos serem mais rápidos e eficazes há outras medidas que podem ser aplicadas para diminuição da tensão como por exemplo fazer compressas quentes na barriga e permanecer deitada para descansar.

Os exercícios físicos, como a caminhada e andar de bicicleta são igualmente salutares e previnem os seus sintomas. Devem por isso ser feitos regularmente três vezes por semana. Deste modo são susceptíveis de minorar os sintomas e nervosismo típico do ciclo menstrual. Por outro lado faz igualmente bem aos problemas da mente agravados com a menstruação. Normalmente quase todas as mulheres se sentem mais irritadas e mal dispostas com o aparecimento do ciclo menstrual. Algumas encaram-no mesmo como uns dias desagradáveis e intolerantes.

É ideal para este estado de espírito beber chás calmantes de camomila ou tília para evitar esta situação.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Cólicas menstruais: resolva o problema

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

795 

Imagem por: germanyengland

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    24-07-2014 às 20:22:12

    Sempre sentia cólicas menstruais e passava muito mal, ao ponto de vomitar e desmaiar. Daí fiz o seguinte, comecei a mudar minha rotina diária. Passei a comer melhor, beber bastante água e a me exercitar em casa mesmo. As dores pararam bem como todos esses sintomas que citei acima.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoNormheyde

    29-06-2012 às 17:18:28

    Muito obrigada! pelas dicas vou fazer esses execícios!!!

    ¬ Responder
  • michellycarvalhomichellycarvalho

    02-06-2012 às 17:07:32

    vlw mesmo vou comecar a praticar esses ensinantos,pois minhas dores sao muito intensas.

    ¬ Responder

Comentários - Cólicas menstruais: resolva o problema

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: germanyengland

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios