Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Càlculos biliares

Càlculos biliares

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Càlculos biliares

Os cáculos biliares, são nada nmais, nada menos, do que depósitos minerais, que estão na vesícula biliar.

Em face, de coisas estranhas ao órgão, este reage com dores ou outros sintomas.

A vesícula biliar, é um pequeno órgão em forma de uma pequena pera, onde está armazenada a bílis, produzida pelo fígado.

A bílis, por sua vez, é composta por água, colestrol, lípidos e substãncias detergentes naturais.

Os cálculos biliares, são minúsculos depósitos de sais, que se podem formar, no caso de haver um desequilíbrio químico, na vesícula biliar, por um excesso de colestrol na bílis.
Estes deósitos podem formar-se muitas vezes, e com frequência, se não houver cuidados especiais, e controlo da alimentação e do colestrol.

Há determinados alimentos, em especial as gorduras, que provocam os aumentos dos níveis do mau colestrol. Assim, uma dieta apropriada é benéfica, para o manter nos níveis adequados.
As pedras, variam em escala, de infímos cristais granulares, que são similares a uma bola de golfe.

Embora tendam a formar-se na vesícula, os pequenos podem não causar quaisquer sintomas de dor. Mas, se o cálculo ficar preso num dos inúmeros dutos, que ligam a vesícula biliar ao duodeno, início do intestino delgado, a pessoa em questão, pode sofrer dores ou desconforto.

Se por exemplo, um cálculo biliar, bloquear o fluxo de enzimas digestivas, que são produzidas no pâncreas, pode dar origem a uma inflamação, chamada pancreatite, que pode causar dor aguda.

Através de uma ultrassonografia, é possível detetar cálculos biliares e, se necessário, pode ser preciso remover a vesícula por cirurgia endoscópica.

Esta é, no entanto, uma cirurgia, que apresenta baixo risco e o seu nome designa-se de colecistectomia laparoscópica.

atualmente, existem outros métodos, mais usuais, em que os cálculos são destruídos por meio de choques elétricos, que destróiem os cálculos in situ, após o que estes podem saír naturalmente.

Há quem prefira tratar este problema , por meio deste método, mais moderno e usual, nos nossos dias.

A formação dos cálculos, é contudo, maior, se houver um desequilíbrio químico na vesícula biliar.

Muita gente sofre deste problema, em virtude de fazer uma alimentação errada, ou com demasiada gordura.

O estilo de vida também tem influ~encia nas doenças, em especial, das de foro digestivo.

O stress, por exemplo, interfere com o processo digestivo, dá problemas de pele e de estõmago. estes, por sua vez, originam outros, entrando-se num clima vicioso.

O ideal, para evitar os problemas , relacionados com o aparelho digestivo, é fazer uma vida calma, beber chás calmantes com frequência e, controlar o colestrol.

Tudo isto, aliado a exercício físico, contribui para minorar os problemas digestivos e excesso de gorduras.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Càlculos biliares

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

627 

Comentários - Càlculos biliares

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios