Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Bruxismo - saiba mais como evitar ranger os dentes!

Bruxismo - saiba mais como evitar ranger os dentes!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 3
Bruxismo - saiba mais como evitar ranger os dentes!

Ainda não se sabe exatamente o motivo por que certas pessoas rangem os dentes, mas os especialistas costumam associar este hábito aborrecido com a tensão ou o 'stress', dor (de ouvido ou de nascimento dos dentes, por exemplo), problemas de oclusão dentária e também alinhamento imperfeito da dentição.

Ranger os dentes pode ser destrutivo, especialmente quando acontece com muita frequência. Um ranger de dentes habitual é chamado de bruxismo e pode prejudicar gravemente a sua dentição, provocando a hipersensibilidade dentária e dor. O ranger de dentes ocasional normalmente não é prejudicial, mas, se se tornar mais regular, pode levar a fratura ou perda de sensibilidade nos dentes, ou pior ainda, a perda dos dentes. Em casos mais sérios de bruxismo, podem ser necessárias dentaduras ou um canal radicular para substituir os dentes danificados ou desgastados.

Às vezes é difícil identificar o bruxismo em adultos sem um diagnóstico do médico, já que as pessoas pensam que esta é uma ocorrência normal. Muitas vezes, os membros da família são quem vão descobrir esta condição, pois o paciente não tem consciência de que range os dentes durante a noite. No caso do doente viver sozinho, os sintomas do bruxismo incluem dores de cabeça aborrecidas e constantes e um maxilar dolorido. Se sente estes sintomas, fale com um dentista para que possa analisar os dentes e determinar se tem bruxismo.

O bruxismo pode ainda influenciar a presença de outros parasitas, como as lombrigas, mas ainda não existe suporte científico que prove a relação entre esses fatores e o ranger de dentes.

O dentista pode recomendar uma placa feita sob medida, uma espécie de aparelho, que protege os dentes e impede o contacto dos dentes de cima com os de baixo. Esta placa pode ser feita de silicone. Mas essa alternativa só é utilizada quando a dentição já é a definitiva ou permanente.

Convém seguir alguns conselhos que permitam minorar ou mesmo fazer desaparecer este hábito. Pode começar por reduzir ou mesmo evitar consumir alimentos e bebidas com cafeína. Está provado que a ingestão de álcool intensifica o ritmo do ranger. Não mastigue objetos como a caneta ou o lápis ou outra coisa que não seja para a sua alimentação. Esta ginástica excessiva do maxilar potencia o rangimento.

Procure relaxar os maxilares o mais possível. Se sentir que os dentes de cima se aproximam dos de baixo durante o dia, procure afastá-los de imediato, nomeadamente através da colocação da língua entre eles.
Cuide da saúde dos seus dentes, pois são um bem precioso e a luz do seu rosto quando sorri.


Ruben Duarte

Título: Bruxismo - saiba mais como evitar ranger os dentes!

Autor: Ruben Duarte (todos os textos)

Visitas: 3

791 

Comentários - Bruxismo - saiba mais como evitar ranger os dentes!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios