Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > A Doença de Alzheimer

A Doença de Alzheimer

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 2
Comentários: 1
A Doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer, caracterizada pela degeneração progressiva das células nervosas e desgaste cerebral, não tem as suas causas completamente clarificadas, sabendo-se, no entanto, que os fatores genéricos têm um peso considerável. Apesar de associada ao avançar da idade, o que, inclusivamente, dificulta o diagnóstico por virtude de confusões com outros quadros de demência, a verdade é que o Alzheimer pode ser diagnosticado em pessoas de meia-idade ou até em fases mais precoces da vida adulta. Nas etapas iniciais, caracteriza-se por depressão, enfraquecimento da memória a curto prazo (confusão com coisas e rotinas corriqueiras, como localizações de espaços conhecidos, esquecimento dos caminhos normalmente utilizados, etc.), avançando através da perda de memória (recordando perfeitamente, por vezes com insistência, acontecimentos antigos) até à privação de autossuficiência.

A doença, para além de devastadora para o portador, é-o também para os cuidadores, quando familiares- normalmente cônjuges ou filhos, que têm de assistir ao desaparecimento das características de uma pessoa muito próxima que, em fases avançadas da doença, não reconhece os entes-queridos. Uma vez que a doença é degenerativa, aos cuidadores a única via possível é manter o doente confortável, bem alimentado e nutrido, uma vez que os próprios olvidam a preocupação com a sua saúde. Ainda no respeitante à alimentação, alguns estudos avançam certos alimentos que, não detendo o avançar da patologia, logram alcançar algum sucesso na melhoria da saúde física destas pessoas. Alimentos como espinafres, batata, soja, inhame e alfafa são ricos em coenzima Q10, suplemento cuja administração tem registado algumas melhorias na saúde dos doentes de Alzheimer. Também a cerveja, em doses reduzidas a moderadas, se tem mostrado benéfica.

Estimativas apontam para que, no mundo, o número de pessoas que padece de Alzheimer, uma doença sem cura, ascende a 15 milhões. Sendo o fator genérico parcialmente responsável, especula-se que também exista uma relação entre o alumínio e a doença, uma vez que este metal foi assinalado nas zonas afetadas do cérebro dos pacientes diagnosticados com a patologia. A partir daí, são aconselhados certos cuidados de prevenção (ainda que a relação direta não esteja ainda comprovada), que poderão passar por gestos quotidianos simples como não utilizar instrumentos de cozinha de alumínio.

Sofia Nunes

Título: A Doença de Alzheimer

Autor: Sofia Nunes (todos os textos)

Visitas: 2

606 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 16:30:51

    não se sabe muito bem qual é a causa. não é hereditário. não é pelo pai ou a mãe ter que vai ter. não há uma causa definida. a partir de determinada altura o cérebro muda. começa a encolher. o cérebro começa a ter dificuldades de fazer coisas normais. perdem-se com muita facilidade. e depois a família fica muito envolvida. vê-se todo o processo de incapacidade. deve exercitar o seu cérebro.

    ¬ Responder

Comentários - A Doença de Alzheimer

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios