Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Relacionamentos > Relacionamento À Distância

Relacionamento À Distância

Categoria: Relacionamentos
Visitas: 2
Comentários: 1
Relacionamento À Distância

É um pouco mais complicado, mas só um pouco. Quem foi que disse que ver o seu parceiro todo dia é uma garantia de sucesso e felicidade? Com os avanços tecnológicos de hoje, um relacionamento de longa distância é mais do que possível, desde que, é claro, se veja quão profunda ela é e o que vocês estão dispostos a lutar por ele. Confiança, honestidade, alta comunicação e um pouco de criatividade são os ingredientes básicos para mantê-lo vivo.

Ser separado da pessoa que você quer é difícil, e às vezes você se sente muito ruim; mas se você quiser ter essa relação de forma agradável e não torná-lo um martírio, a primeira coisa a fazer é eliminar os sentimentos negativos e o pessimismo. O famoso "pense positivo" é uma das bases para o verdadeiro sucesso nesse relacionamento. Lembre os bons tempos, sonhe com o momento em que você estará com essa pessoa maravilhosa, imagine o que vocês vão fazer juntos e se convença de que este é apenas uma situação temporária e que vai ajudá-los a se conhecerem melhor e crescerem como casal.

- Os canais de comunicação devem estar ao seu alcance e devem ser usados: telefone celular, mensagens SMS , e-mails, web cam e, claro, uma carta de amor escrita pelas suas próprias mãos. Para que isso funcione a comunicação tem ter muita fluidez.

- Sentir que o parceiro vai precisar ouvir é outro pilar de um relacionamento de longa distância. Estabelecer horários para conversarem (para evitar decepções) e surpreendê-lo com algum bônus inesperado: uma mensagem que só você e ele sabem, uma bela imagem ou "fofocas" sobre um amigo em comum. Essas situações sempre novas trazem grande alegria.

- Você tem que começar a falar como se não houvesse separação entre vocês considerando as seguintes premissas: diga-lhe tudo o que você pensa, essa é uma maneira de compartilhar experiências. Uma discussão no trabalho, uma noite fora com os amigos, o filme de ontem à noite, dor de cabeça, enfim, conte os detalhes.

- Seu parceiro está interessado em você, portanto, deverá haver total confiança e sinceridade entre ambos. Você deve estar preparado para dizer (e ouvir) tudo, até o que você não acha tão legal assim, como: "Eu conheci uma garota muito legal "ou" não me chame amanhã porque estarei ocupado".

- Se o relacionamento está esfriando ataque o problema imediatamente a fale sobre seus sentimentos de solidão que você sente e o que haveis de perder. Isso vai mantê-lo vivo e excluirá "fantasmas" que podem assombrar seus pensamentos.

- Sempre use um tom divertido e um pouco de sensualidade. Em suas mensagens, fale de sentimentos, projetos e quanto você o quer, mas também tenha um toque de humor (traga um sorriso) sempre deixando uma lembrança agradável. O mesmo se aplica ao dizer-lhe que anseia dar uns beijos (não corte esses momentos, não seja sem graça! Porque manter vivo o desejo é fundamental).

- Além da comunicação, outro "segredo" para a relação à distância é dar importância aos detalhes. Não se esqueça do dia do aniversário, de presentear de vez em quando com flores, chocolates pelo correio.

- Uma coisa bem importante também é eliminar radicalmente o ciúme da sua cabeça. Se cada comentário em novas amizades você pensar o pior terá muita dor de cabeça e desconfiança. Na verdade, você vai se cansar muito rápido, então, mantenha o controle e sempre tenha diálogo aberto com seu parceiro.


Rafaela Coronel

Título: Relacionamento À Distância

Autor: Rafaela Coronel (todos os textos)

Visitas: 2

537 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Natanael

    09-07-2014 às 04:55:42

    Esse amor a distância nada mais é do que o mais verdadeiro amor porque não exige um toque físico e sim uma confiança plena na pessoa que ama.

    ¬ Responder

Comentários - Relacionamento À Distância

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios