Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Relacionamentos > Como fazer o relacionamento caminha bem

Como fazer o relacionamento caminha bem

Categoria: Relacionamentos
Como fazer o relacionamento caminha bem

Amar o outro não é o suficiente para que o relacionamento caminhe bem e seja o melhor possível. É preciso dedicação e esforço tanto do homem quanto da mulher para que o namoro ou casamento seja forte e dure por muitos anos.

A consultora, coach e especialista em comportamento humano da CrerSer Mais, Roselake Leiros, aponta as 10 principais características que os casais precisam ter e dicas para manter um relacionamento saudável e em harmonia.

Respeito

“É uma característica essencial para obter sucesso no relacionamento. As diferenças precisam ser respeitadas, sejam elas de gostos, personalidades, visões, objetivos pessoais, profissionais, entre outros. O interessante em um relacionamento é o ‘ganha X ganha’, ou seja, um acrescentando coisas positivas na vida do outro”.

Liberdade

“A liberdade, tanto pessoal quanto do casal, precisa ser preservada. Um tem que permitir ao outro o exercício de ter vontades próprias, afinal um relacionamento não é uma prisão. Porém, o excesso também pode prejudicar provocando o afastamento”. É preciso alcançar um equilíbrio nesse ponto.

Comunicação

“O entendimento é imprescindível. Se você possui dúvidas, esclareça-as com seu parceiro. Se cada um tem uma opinião é preciso uma conversa para entrar em um acordo. Nas brigas é sempre preciso o entendimento. A falta de comunicação é a maior inimiga dos amores”.

Admiração

“A admiração é o início de qualquer relacionamento. No momento da conquista, a admiração estética até pode prevalecer, mas posteriormente é importante que cada um continue a cultivar em si as melhores coisas e a focar os pontos bons de seu parceiro. Essa é a da estrutura do relacionamento”.

Ciúme

“Na medida certa pode ajudar a manter o relacionamento vivo e aquecido, porém os excessos podem ser fatais. É legal saber que o companheiro se importa, mas não é legal viver com desconfianças e acusações. Equilibre o ciúme e torne-o um aliado, um bom tempero”.

Companheirismo

“Relacionamento afetivo pressupõe a partilha da vida com o outro. É preciso compartilhar 100% dos problemas, conquistas, opiniões, sentimentos e desejos, e também apoiar as decisões, mesmo quando estas não correspondem com os seus pontos de vista”.

Responsabilidade

“Os dois têm responsabilidade de tudo. Hoje, vivemos em uma sociedade na qual homens e mulheres dividem o mesmo espaço e, desta forma, as responsabilidades com contas, deveres do lar, educação e cuidados dos filhos e administração dos bens devem ser divididas ou estabelecidas em conjunto”.

Objetivos

“O casal deve ter objetivos comuns, além dos pessoais. Planejar uma viagem, a compra de um imóvel, um carro, fazer um investimento, ter os filhos, a educação deles, entre outros. Esta prática provoca a união e torna o relacionamento mais forte e prazeroso com as conquistas comuns”.

Sexo

“Qualidade e quantidade são questões definidas pelo casal, mas a existência de uma vida sexual saudável e boa para os dois é de suma importância em um relacionamento”.

Amor

“É o que dá sentido à relação a dois. Os itens anteriores são importantes para cultivar, preservar e fortalecer o amor. Mantenha-o sempre a frente como um estandarte da relação”.


Poliana de Amorim

Título: Como fazer o relacionamento caminha bem

Autor: Poliana de Amorim (todos os textos)

Visitas: 0

257 

Comentários - Como fazer o relacionamento caminha bem

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios