Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Relacionamentos > Carta de aniversário para a cara-metade

Carta de aniversário para a cara-metade

Categoria: Relacionamentos
Visitas: 4
Carta de aniversário para a cara-metade

Vou começar por te dar os parabéns mais uma vez. Porque mereces, porque é o teu dia e porque é o primeiro aniversário que passo contigo desde que começamos esta nossa história.

Sei que hoje é o teu dia mas acaba por ser o meu também porque eu sinto dentro de mim uma grande alegria por poder estar aqui ao teu lado e por fazer parte da tua vida desta forma.

Neste dia em que fazes mais um ano, a única coisa que te posso desejar de todo o coração é que tenhas conseguido atingir alguns dos teus objetivos e que a partir de agora consigas atingir todos os outros. Conheço-te, sei quem és, a pessoa que és. E sei que com toda a tua força e com toda a tua garra tu vais conseguir tudo o que tanto desejas. E posso garantir-te que eu vou estar aqui a aplaudir de pé cada conquista tua, a torcer por ti, a apoiar-te incondicionalmente. Sei que não é fácil teres tempo para nós e que julgas que por isso eu não te apoio a 100%.

Admito que dói, umas vezes mais do que outras, que custa, que por vezes a minha vontade de te ter perto de mim se sobrepõe à minha própria razão, mas nada disso invalida que eu não esteja ao teu lado incondicionalmente. Porque estou, sei que é isso que te faz feliz e eu só desejo a tua felicidade. Por muito que isso invalide um pouco a nossa felicidade juntos, tudo o que eu mais quero é que tu consigas o que queres e que sejas feliz. Porque quem ama apoia, apesar de tudo. E eu prometo apoiar-te em todas as tuas batalhas e em todas as tuas conquistas e amparar-te em todas as tuas derrotas. Prometo ouvir-te sempre que tu precisares desabafar, ou quando quiseres apenas conversar e contar como foi o teu dia. Prometo colocar a tua cabeça no meu peito e passar-te a mão pelo rosto e pelo teu cabelo quando tu estiveres apenas a precisar um pouco mais de carinho. Prometo empenhar-me ao máximo para tornar os teus dias melhores e fazer-te feliz. Prometo lembrar-te a todo o momento a importância que tu tens na minha vida. Prometo não te tratar mal mesmo quando estiver com raiva e tentar fazer-te sorrir sempre que estiveres desanimado.

Prometo não deixar os meus ciúmes atrapalharem a nossa história e quando discutirmos, prometo não te deixar dormir antes que esteja tudo bem. Porque tudo o que mais quero é a tua felicidade e se eu conseguir com que sejas feliz por me teres, então eu já fiz alguma coisa muito boa. Tu tornaste-te uma das pessoas mais importantes da minha vida. Não foi por acaso, nem planeado. Foi uma mistura de amar e ser amada. Uma vontade imensa de cuidar, proteger, estar perto em todos os momentos. Foi a saudade também nos momentos em que me sentia mais sozinha. Foi um querer roubar-te para mim, dizer que eu sou o teu verdadeiro anjo da guarda. Proteger-te, cuidar de ti, fazer-te rir, fazer-te feliz. Não foi uma atracão física, foi um desejo vindo do coração. Uma vontade absurda de juntar os nossos corpos, colar o meu coração no teu, para viver uma única vida, juntos. Uma urgência de morar no teu colo, que nunca tive antes, mas era como se já tivesse tido, por perceber a intensidade que tu tens em mim. Uma necessidade de te ter, fazer planos e viver esse tal de nós. Não foi amor à primeira vista, mas foi um amor diferente. Que vai ser para sempre. Marcaste-me! Eu não sabia o que era o amor de verdade até tu apareceres. Nós pensamos que o amor é uma coisa e afinal é outra muito diferente. O amor é maduro, mas as vezes é uma criança que faz birra por não lhe darem o que quer.

O amor é firme que sempre acaba por nos reaproximar. O amor é bonito e faz-nos voltar a ter fé nas pessoas. O amor é mágico, e por vezes é uma linha bem fininha entre o sonho e a realidade. O amor é sereno e dá-nos paz mesmo depois de uma chatice. O amor tem altos e baixos como tudo na vida. Não é perseguição, não é telefone desligado na cara, não é imposição ou é, mas é também uma ligação retornada, acompanhada por um pedido de desculpas, uma conversa para resolver, um sorriso de arrependimento. O amor é chegada e é encontro. O amor é dia e noite. Dia nem sempre de sol, noite nem sempre estrelada. Dia para trocar carinho, para mandar uma mensagem no meio da correria do dia-a-dia para dizer que mesmo com tanto que fazer não se esquece da outra pessoa. Noite para fazer amor e depois dormir agarrados. É acordar e fazer um carinho de bom dia. O amor é ajuda, compreensão, mãos dadas, conforto, apoio e presença, ainda que na distância. O amor não julga, não acusa, nem esquece o perdão. O amor é cansaço, dores de cabeça, porque quem ama também se cansa. O amor é rotina sim, mas é aquela rotina boa, de dormir juntos todos os dias. O amor tem defeitos, tem chatices, porque nenhum amor é perfeito. O amor é tempestade, porque um amor não é feito apenas de calma. O amor espera, suporta, supera. O amor é aconchego, com braços quentes e abraços apertados para aquecer. O amor não pode ser dado nas pausas do dia ou quando dá jeito. O amor não pode ser cedido em suaves prestações, como quem compra um eletrodoméstico. O amor não pode ser daqui a bocado ou só um bocadinho. O amor não é guardado para mais logo ou para quando houver tempo. O amor tem de ser sempre. Tem de vir a correr assim que pode. Tem de estar sempre presente mesmo quando o outro foi só ali e já volta. O amor é inteiro. O amor quer preencher a falta, nem que seja num minuto que sabe por horas.

O amor não esquece, não tem falta de tempo, não tem cansaço, nem falta de vontade. O amor quer, o amor faz, acompanha e abraça. O amor faz crescer, correr e avançar. O amor inventa formas, quebra barreiras e ergue pontes. O amor tem de ser sempre por inteiro. O amor é sempre. E está sempre. Mesmo quando não pode estar. O amor é tudo o que eu sempre me perguntei o que seria e só descobri realmente contigo.

Às vezes pergunto-me à quanto tempo mesmo começamos esta história, há quanto tempo este sentimento cresceu dentro de mim, há quanto tempo permaneces em mim, há quanto tempo sinto que estás em mim, há quanto tempo eu sei que fazes parte do meu corpo e da minha alma? Há quanto tempo sei que sempre te amei e que me faltava encontrar-te. Que és o meu pensar dentro da tua cabeça. Que sou o teu coração que bate no meu peito. Que o meu amor não é de hoje. É de ontem. De amanhã. De há muito tempo atrás. E será no futuro também. Escreveste a nossa história em mim. Na minha pele. Literalmente. Deixaste-me marcas que nem o tempo poderá apagar. Fizeste com que não me possa esquecer de ti nunca mais. E de nós. Vou-me recordar sempre do que fomos. Do que somos. Do que quero que sejamos.

Iniciaste a tua história em mim. E eu quero muito que continues a escrevê-la em mim, sempre. Dêem estes caminhos por onde derem.

És tu! Que mais posso dizer? És tu quem quero. És tu quem preciso. És tu, que viraste o meu mundo do avesso e trocaste as minhas certezas de sítio, quem eu escolho. É o teu abraço que me falta. É o teu colo que me acolhe. É o teu beijo que me encanta. É o teu sorriso que me faz rir. São os teus olhos que fazem brilhar os meus. É a tua voz que me acalma São as tuas mãos entrelaçadas nos meus dedos. És tu. Nada, nem ninguém, mais do que tu.
És quem me ouve. És quem me acalma e me deixa serena. Quem me enerva e me faz querer bater-te. És quem me obriga a lutar.

Assim simples, sem mais nada: és tu. Contra todos os impossíveis. Contra ti e contra mim. Mas és tu. E nós. Porquê? Porque sim. Porque não há outro como tu. Porque fizeste com que eu própria me conhecesse. Porque me mudaste para melhor, sem nunca mo pedires. Porque fazes parte da minha existência. Porque não se escolhe quem nos completa. Porque és tu. E mais ninguém.

Porque és uma pessoa linda, com um coração enorme. E eu tenho tanto mas tanto orgulho em ti, na tua força de vontade, nesse coração tão lindo que tens. É a ver o bem que fazes pelos outros sem pedir nada em troca que faz o meu coração ficar quentinho e acreditar que ainda existem pessoas boas no mundo. Porque, tu sabes, o mundo não é um sítio muito bonito. As pessoas têm as prioridades trocadas, já ninguém ajuda ninguém sem uma segunda intenção. Tu és diferente! Eu olho para ti e sinto uma paz como se tu próprio fosses o meu anjo da guarda. E eu acredito muito nisso porque me proteges, porque me queres bem, porque me dás na cabeça quando é preciso e me apoias sempre. És o meu melhor amigo e o meu grande amor.

Parabéns mais uma vez por este dia tão especial! Parabéns por fazeres mais um ano mas principalmente parabéns pela pessoa maravilhosa que és.

Nunca te esqueças o quão importante e especial és para mim e no quão orgulhosa me sinto por te ter na minha vida. E nunca te esqueças que estou ao teu lado incondicionalmente. Mesmo com todas as conversas chatas, com os pedidos para estares comigo mesmo quando sei que é difícil para ti, mesmo com tudo isto, eu estou ao teu lado sempre.
Muitos parabéns meu amor!

Beijinhos meu bem! Que tenhas um dia muito feliz e especial, apesar de mereceres que todos os dias sejam felizes e especiais.


Sandra Santos

Título: Carta de aniversário para a cara-metade

Autor: Sandra Santos (todos os textos)

Visitas: 4

16 

Comentários - Carta de aniversário para a cara-metade

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios