Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Uma Pseudo Existência

Uma Pseudo Existência

Categoria: Outros
Visitas: 4
Uma Pseudo Existência

A conduta existente para a utilização das redes sociais está implicitamente empregada no pensamento de cada indivíduo desde o nascimento, cabe a cada pessoa saber como utilizá-la, uma vez que o ser humano sofre influências desde o decorrer do nascimento, em que o pensamento passa por transformações ao longo da vida.

Não existe certo e errado, existem apenas as ações e as consequências das atitudes do homem diante da sociedade. A ética não é uma filosofia, é uma ciência que estuda a conduta de cada pessoa. Conduta essa, formada desde o primeiro contato com o mundo exterior junto com a cultura do grupo social em que é criado esse indivíduo, designando o caráter, consequentemente.

O que as pessoas veem ao longo da vida é válido desde o momento em que tomam decisões a partir do que é observado e a vida passa a fazer sentido conforme a mudança de pensamento.

O surgimento de uma rede social provoca a euforia em muitas pessoas, pois uma nova forma de comunicação, por exemplo, deve ser explorada, mas há pessoas que agem com malícia diante de pessoas inocentes, ou seja, essa pessoa agiu com uma conduta diferente e/ou errada comum à sociedade.

Os assassinatos, tragédias, agressões ao homem e a falta de liberdade revelam que nenhum ser humano nasce com atitudes desumanas, a influência do meio em que vive é o que o torna agressor e com a mente psicologicamente atormentada.

Durante muitos anos, filósofos tentaram impor a ética como a melhor forma de se aderir a um bom estilo de vida, impondo até Deus como o meio de se obter a felicidade. Embora não seja assim no século atual, a mídia impõe a felicidade através dos seus vastos meios de comunicação.

Ao se deparar com atitudes incomuns nas redes sociais, a conduta é posta em dúvida e os pensamentos são cada vez mais confrontados com a realidade, de modo que a fragilidade ostenta o ser frágil.

Essa falsa maneira de usarem a internet enfraquece o convívio com os demais grupos sociais, uma vez que a desconfiança se torna parte da rotina.

As agressões se tornam cada vez mais comuns nas redes sociais e ameaças constantes são normais, atingindo, principalmente o modo de viver das pessoas. O confronto com a realidade é um choque e os ânimos se tornam escassos quando há verdades inventadas na internet.

A pessoa por trás de cada comentário feito para atingir especificamente uma pessoa, sofreu algum tipo de trauma no início de sua formação, evidenciando que nem sempre a conduta é formada por influência e, sim, por acontecimentos.

Uma pessoa que se mostra psicologicamente fria, criando fatos para destruir alguém, está completamente fora da realidade, sendo alguém que não existe: uma pseudo existência. Uma realidade que assusta a sociedade.


Larissaalb.

Título: Uma Pseudo Existência

Autor: Larissaalb. Larissaalb. (todos os textos)

Visitas: 4

326 

Comentários - Uma Pseudo Existência

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios