Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Sinais do medo

Sinais do medo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Comentários: 2
Sinais do medo

Aos primeiros sinais de perigo, o nosso kit interno arma logo torpedos de fotões, iça os escudos e envia a tripulação para postos de combate.
è um alerta, pode se dizar, que assume a forma de um coração acelerado, uma onda de energia e um estômago às voltas.

Em certas circunstâncias, por exempplo, andar numa montanha russa, a sensação pode ser estimulante, mas geralmente pode tornar-se uma experiência desagradável.
Então podemos perguntar: porque nos sujeita o cérebro a ela?
Simplificando, o medo mantém-nos vivos. Assim,se ele fosse eliminado, podiamos tornar-nos presas fáceis.

Por exemplo, no imprevisível mundo cheio de predadores dos nossos antepassados, pré -humanos e humanos, o medo é um sistema impulsivo que o prepara para evitar, combater , ou fugir do pergo era essencial para sobreviver tempo suficiente para gerar bebés aterrorizados que dariam continuidade ao seu material genético.

Em outras palavras, a seleção natural assegurou que nós, e outros animais, sejamos instruídos para ,na verdade, sentir medo, de uma forma ou de outra.
E mais até: de fato somos instruídos para sentir medo de uma forma ou de outra e inclusive depressa.

Quando somos confrontados, por exemplo, com a presença de um elefante, que surge inesperadamente, a informação vai primeiro até às amigdalas cerebelosas, lóbulos idênticos em forma de amêndoas junto aos ouvidos, que são cruciais para desenvolver as emoções.
A amígdala associa certas visões, sons e cheiros a perigo.

Se , neste caso, receber informação que encaixe no perfil de um perigo, uma criatura enrolada no chão ou um animal, a amígdala instrui o hipotálamo para acionar uma resposta de luta ou fuga para preparar o corpo, a fim de lidar com a ameaça.
Na verdade, as respostas são automáticas.O sistema nervoso autónomo, controla as várias ações que o corpo gere sem pensamento conciente, incluindo repirar, digerir ou bombear sangue e a excitação.

Uma das três partes que o compõem o sistema nervoso simpático, é que ajuda a ativar a resposta de luta ou fuga.
Em face de perigo, a amígdala ativa o hipotálamo, e este aciona as hormonas de adrenalina ou norodrenalina, que aceleram as partes do corpo e abrandam outras.

Além de outras torrentes, desencadeadas pela pituitária, a resposta estilula o corpo para a ação.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Sinais do medo

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

604 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    29-08-2014 às 13:45:40

    Excelente essa forma de destrinchar o medo. Nosso cérebro é genial! Se soubermos lidar com ele, muitos de nossos medos seriam bem administrados! Obrigada pela partilha, foi enriquecedor para mim.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    17-09-2012 às 14:03:08

    O medo provoca expressões faciais distintas e variáveis de pessoa para pessoa.Há algumas que reagem ao medo com gritos, com sinais faciais carregados e distorcidos ou com choros.No entanto todos eles são reações ao medo de algo ou de alguém.Há outros que ficam completamente aterrorizados ou paralisados sem fazer nada.

    ¬ Responder

Comentários - Sinais do medo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Segurança
Raio Mata Três Pessoas No Brasil\"Rua
No dia 07 de novembro de 2014, três pessoas acabaram morrendo em decorrência de raios após as vítimas serem socorridas, mesmo depois de bastante tempo tentando reanimá-las.

Os três homens deram entrada no hospital com parada cardiorrespiratória e com muitas queimaduras. Esse incidente aconteceu na zona leste de São Paulo, as vitimas trabalhavam com ferro velho.

O Brasil é o país onde os raios estão mais presentes no mundo. São mais de 50 milhões de raios por ano. Esses raios atingem mais pessoas na zona rural, porém nas áreas urbanas ocorrem também só que com menos frequência.

Há pessoas que falam que raios não ocorrem duas vezes no mesmo lugar, mas isso é improvável, eles ocorrem sim! Tanto que nos últimos séculos, as tempestades aumentaram 90% por causa do aquecimento do planeta devido ao asfalto, que é uma das formas de poluição.

Alguns cuidados, nesses momentos, são importantes como: não ficar em área aberta, não usar o telefone e se vir uma tempestade, então permaneça no carro.

Os raios ocorrem no Brasil porque é um país tropical e de muito calor, por isso está em primeiro lugar em queda de raios. Nesse mesmo ano de 2014, um rapaz morreu usando o computador. Ele recebeu a eletricidade no momento em que o raio caiu na antena.

O estado de São Paulo lidera em quedas de raios. Um raio dura em média 1 segundo, e a queda de raios acontece por uma descarga elétrica que produz nuvens de chuva. Os relâmpagos ocorrem entre as nuvens e os raios pelo solo.

Algumas regiões tem tendência de cair mais raios, a descarga é visível a olho nu e é um fenômeno que produz um clarão. As mortes mais frequente são nas áreas urbanas, por isso não é seguro se proteger em baixo de árvores.

Pesquisar mais textos:

Gislene Santos Sousa

Título:Raio Mata Três Pessoas No Brasil

Autor:Gislene Santos Sousa(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios