Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Ser Avó nos Dias de Hoje é Diferente?

Ser Avó nos Dias de Hoje é Diferente?

Categoria: Outros
Visitas: 2
Comentários: 8
Ser Avó nos Dias de Hoje é Diferente?

Todos nós nos lembramos das nossas avós com algum carinho. As avós do nosso tempo estavam permanentemente em casa a cuidar de tudo e de todos. Levavam-nos à escola e nos intervalos, era vê-las de termo pequeno com leite quentinho e pão com marmelada.

As nossas avós tinham tempo para nós e muitas, que nem sabiam ler, ensinavam-nos cantigas e ditos engraçados. Quantos de nós tem memórias de avós que cozinhavam em lume brando durante toda a tarde, os manjares de que tanto temos saudades?

Os avôs eram uns mestres nos ensinamentos. Trabalhar madeira, plantar uma couve ou as cenouras, e muitos eram os que nos ensinaram a pescar. Mostravam-nos o mundo de maneira diferente, mas única.

Os nossos avós davam-nos amor e carinho, um miminho perfeito, mas uma chinelada também era permitida, e em muitos casos, na nossa geração, fez parte quase diária.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, e naturalmente os avós também.

Os avós de hoje é totalmente diferente. Os avós de hoje trabalham como os pais e as mães, e muitos pequenos, não têm a sorte de poderem ser criados entre a casa dos progenitores e a dos avós.

Os avós têm pouco tempo porque, tal como os pais vivem na sociedade exigente que um dia também os nossos pequeno vão enfrentar. Os avós de hoje já não fazem o jantar a partir das 4 da tarde e já não podem levar o leite quentinho ao portão da escola primária.

Mas que recordação terão os nossos filhos relativamente aos avós de hoje? As melhores, pois são uns avós modernos.

Os avós de hoje não plantam batatas no quintal porque vivem num apartamento, mas sabem ensinar a ler e a escrever. Os avós dos dias de hoje, sabem jogar no computador, pesquisar na internet e discutir a contratação de jogadores de futebol.

Os avós dos dias de hoje, têm uma cultura melhor e uma forma diferente de ver a vida, e mesmo que ensinem os seus pequenos netos a cozinhar, a conversa é futurista, mesmo que contando histórias do tempo em que não havia televisão.

Os avós de hoje são tão doces como os de antigamente, mas já não dão chineladas, pois a pedagogia ensinou-lhes, através dos livros que um castigo era mais correcto.

Ser avós nos dias de hoje é gratificante, pois as mensagens no telemóvel já lhes permite uma comunicação que a distancia física os poderia impedir.

Ser avó s nos dias de hoje é tão saboroso como sempre foi, porque serem avós é serem pais duas vezes.


Carla Horta

Título: Ser Avó nos Dias de Hoje é Diferente?

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 2

791 

Imagem por: In a N.Y. State Of Mind

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 8 )    recentes

  • SophiaSophia

    26-05-2014 às 05:32:22

    Ser avós ainda possui um valor muito grande em nossas vidas.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    16-09-2012 às 18:33:53

    Olá Daniela. Obrigada! este texto deu-me imenso prazer a escrever pois tive uns avós que sempre me acompanharam. A minha filha tem a mesma sorte com as avós. cada uma à sua maneira, fazem com que ela tenha um conceito de família e de o que é ser neta fora das normas dos dias de hoje. Os avós, independentemente da geração, são peças fundamentais na estrutura familiar e no crescimento de qualquer criança.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    10-09-2012 às 21:43:57

    o seu texto é lindissimo. fez-me recordar a minha avó, dos jantares que ela fazia e especialmente no Natal, quando ela começava a preparar as coisas quase uma semana antes. o dia 24 era todo passado na cozinha fritar filhoses e coscorões. sabiam tão bem à meia-noite com café de borra feito também pela avó e uma belas gambas. humm... já estou com saudades. ela partiu quase a um ano, mas tenho saudades.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCatarina

    24-07-2012 às 10:15:19

    Na nossa família só a minha mãe nunca trabalhou. Como o meu pai sempre ganhou muito bem, sempre optaram (ambos) a que ela nunca trabalhasse. Sempre me habituei a ter a minha mãe por perto a acompanhar tudo o que eu e a minha irmã fazíamos. Hoje em dia e com a minha filhota e com o meu sobrinho acontece o mesmo. A avó está sempre lá. Os netinhos podem ser mimados, mas esta mãe e avó dedicada é a mais mimada da família inteira. É o porto de abrigo, o abraço, a enfermeira, a motorista, a tudo na vida de todos nós. Mãe Isabel – Avó Bé, Tu és a mais fantástica de todas.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJoana

    24-07-2012 às 10:14:58

    Inês, você tem muita sorte. Já não tenho sogros e a minha mãe é trabalhadora a tempo inteiro. Só aos fins-de-semana o meu filho vê os avós e não disfruta deles aquilo que todos gostaríamos. O ATL é sempre o porto de abrigo e sinto permanentemente que ele está a perder um mundo familiar maravilhoso. É a sociedade errada em que vivemos que é obrigatório trabalhar muito e gozar pouco dos filhos ou dos netos. Como é que isto se vai refletir no crescimento dele é a pergunta a que muitas vezes me imponho. Sinto-me muitas vezes triste por os fins-de-semana serem curtos e não poder gozar o meu filhote com os meus pais como gostava.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoInês

    23-07-2012 às 12:20:36

    A minha filha tem uma sorte do outro mundo. A minha mãe trabalha num horário muito reduzido, pelo que tem as tardes sempre livres. O meu pai e a minha sogra estão reformados. Isto permite que os avós estejam sempre disponíveis. São os avós que os vão buscar á escola, que os levam á natação e a outras atividades, o que também vai contra aquilo que eu tinha quando era miúda. Quando eu tinha a idade deles não haviam atividades extra-curriculares. O dia-a-dia das crianças de hoje também é diferente e mais rica.
    Apesar disso, plantar flores no quintal da avó paterna, aprender a subir ás arvores com o avô materno e comer lanchinhos deliciosos com a avó materna, fazem dos meus filhos as crianças mais sortudas do mundo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMarisa

    23-07-2012 às 12:20:12

    "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades". Isto já dizia Luís de camões na sua imensa sabedoria. Tenho pena que os meus filhos não tenham tido uma infância em casa dos avós como eu tive em que a minha avó me levava arroz doce morninho à hora do lanche na escola, mas têm outras coisas maravilhosas. O meu pai joga computador com os meus filhos e a minha sogra leva a minha sobrinha a exposições de pintura. São avós de outra geração e quando há amor e sabedoria, quem ganham são sempre as crianças. Os valores que os mais velhos lhes podem transmitir é o mais importante, mesmo que o arroz doce seja só comido ao fim de semana quando os avós estão sem trabalhar.

    ¬ Responder
  • Lucas AlvesKarina

    04-06-2011 às 21:56:58

    Estamos perdendo a nossa cultura,a nossa tradição essa é a verdade!

    ¬ Responder

Comentários - Ser Avó nos Dias de Hoje é Diferente?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios