Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Reciclagem

Reciclagem

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Comentários: 3
Reciclagem

A reciclagem é o nome dado a uma aproveito de materiais beneficiados como matéria-prima não usados para um novo produto. Vários materiais podem ser reciclados, mas os mais comuns na sociedade são o vidro, o papel e o plástico/metal.

O termo “reciclagem” ganhou forças na década de 1980, quando foi determinado que as fontes de petróleo e também de matérias-primas não renováveis estavam-se a esgotar a uma rapidez tremenda, havendo também falta de espaço para a disposição de resíduos e de outros dejetos na natureza.

Muitos perguntam “o que é a reciclagem?”, pois bem, a reciclagem é o processamento de resíduos industriais e domésticos como por exemplo o papel, o vidro, também alguns metais e plástico, de modo a que possam ser reutilizados, poupando assim em matérias-primas escassas, abrandando o esgotamento de recursos não renováveis e contribuindo para reduzir a poluição para o meio ambiente, e para o Mundo em si. Mas neste mundo da reciclagem também existem as suas vantagens e desvantagens, pois é, e algumas a favor dos nossos interesses.




Por exemplo nas vantagens, ela aumenta o tempo de vida e a maximização das matérias-primas beneficiárias, fazendo com que haja poupanças energéticas, a conservação dos recursos naturais, desviando assim os resíduos dos aterros ou outras instalações de tratamento mais poluidores, a participação dos consumidores o que torna uma consciência ambiental mundial, reduz a poluição da atmosfera e da poluição de recursos hídricos, também criando negócios e mercados para os produtos reciclados.

Já nas desvantagens existe para nós custos de recolha, transporte e reprocessamento, o que leva muita população a “desistir” desta ideia, por vezes os materiais reciclados têm um maior custo em relação aos materiais de matéria-prima virgens, a instabilidade dos mercados para materiais reciclados, aos quais podem ser rapidamente distorcidos por alterações de oferta e procura tanto a nível nacional como internacional. Também existem dificuldades na recolha e destino dos materiais separados e o garantir um fornecimento contínuo de matéria-prima de boa qualidade aos compradores.

Existe assim matérias recicláveis como por exemplo o óleo, tecidos, garrafas de plástico ou vidro, pneus, tintas, restos de construção civil, latas de alumínio, papel e papelão, garrafas PET, outro tipo de materiais como o cobre, aço, chumbo, latão, zinco, entre outros…

André Belacorça

Título: Reciclagem

Autor: André Belacorça (todos os textos)

Visitas: 0

619 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    17-08-2014 às 14:51:03

    É tão lindo aqueles artesanatos feitos com produtos recicláveis. A reciclagem é excelente! Evita-se muito desperdício e acaba-se por criar ótimas coisas para se utilizar no dia a dia.

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    17-09-2012 às 23:45:28

    Há uns tempos atrás, alguns municípios em Portugal pensaram em adoptar o sistema de se pagar por excesso do lixo nos caixotes. A ideia era que as pessoas não colocassem nos caixotes, o lixo que pode ser reciclado. De certa forma, esta medida faz algum sentido. Por exemplo, se uma casa exceder um peso de lixo domestico, pode estar a acontecer estarem incluídos pacotes que poderiam ser destinados à reciclagem que não pagariam.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    17-09-2012 às 17:05:31

    Como alguém que recicla todo o plástico, papel, cartão e vidro acumulado tenho consciência prática da quantidade destes materiais que é desperdiçada pelas famílias que evitam este gesto básico de cidadania. Para além de ser necessária uma maior sensibilização da população, particularmente das crianças, para este assunto, outras medidas são necessárias. Na verdade, não há, ao nível institucional, dados sobre a transformação (mais especificamente a quantidade) dos materiais recolhidos reciclados, com excepção do vidro.

    ¬ Responder

Comentários - Reciclagem

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios