Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Por que mentir é mais difícil do que dizer a verdade?

Por que mentir é mais difícil do que dizer a verdade?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 12
Comentários: 1
Por que mentir é mais difícil do que dizer a verdade?

Mentir é mais difícil do que dizer a verdade! Concorda com esta afirmação? Eu sei que a maior parte das pessoas pensa o contrário. Mas a verdade é que que se enganam redondamente. E por quê? Eu vou passar a exlicar. Quando dizemos a verdade não temos de esforçar o nosso cérebro porque as palavras saem naturalmente. No entanto, quando mentimos ficamos com palpitações, suores frios, vertigens, boca seca e temos de recorrer a um esforço do nosso cérebro para encontrarmos as palavras certas para a história que queremos inventar. Então o que fica mais facil? Claro que dizer a verdade fica sempre mais facil e faz melhor à saude mental de quem a pratica.

Mas por que motivo as pessoas mentem? A mairor parte das vezes as mentiras que dizemos são inofencivas. Ou seja, há coisas que só dizem respeito a nós próprios, portanto não tendo que dar satisfações aos outros acabamos por mentir ou por ocultar, o que, na minha opinião, é quase a mesma coisa. Mas quando as mentiras são mais graves podem deixar efeitos muito corrosivos tanto nas pessoas que mentem como para os enganados. As pessoas mentem normalmente, para salvar a pele em certas ocasiões porque sabem que as consequências de dizer a verdade não vão ser nada agradáveis.




Como saber quando uma pessoa está a mentir? Isso é muito fácil. Basta aprender a ser bom observador. E como bons observadores podemos notar como as pessoas reagem a certas e determidadas coisas, em certas e determinadas circunstâncias. Assim, quando uma pessoa mente é provavel que faça mais pausas do que o habitual, principalmente quando não encontrou ainda uma boa história para aldrabar o outro. Outro elemento por exemplo é quando a pessoa se esforça a dizer tantos pormenores sem interesse só para dar a sensação de que está a dizer a verdade. Ainda outra situação tem ver com a linguagem corporal. Às vezes o mentiroso olha para todos os lados sem nunca fitar de frente a pessoa que está a aldrabar. Pois, o mais provável é que os olhos o traiam, e se perceba que o que diz é mentira.

Mas o que vale mais a pena, dizer sempre a verdade ou a mentira? Claro que as palavras “sempre” e “nunca” são relativas mas nunca é demais lembrar que “a mentira tem perna curta”; e “a verdade vem sempre ao de cima”; e é mais facil apanhar um mentiroso do que um coxo. Assim sendo, uma coisa é certa, é sempre mais digno dizer a verdade por mais dura que esta possa parecer.

Jovita Capitão

Título: Por que mentir é mais difícil do que dizer a verdade?

Autor: Jovita Capitão (todos os textos)

Visitas: 12

701 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • jamily

    20-10-2016 às 11:41:23

    eu ainda tenho dúvidas sobre o tema.Quando faço algo que sei que para para os meus superiores é errado, eu tenho medo de falar a verdade, mesmo querendo e acabo mentindo. o que eu posso fazer para melhorar isso?

    ¬ Responder

Comentários - Por que mentir é mais difícil do que dizer a verdade?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios