Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O Poder do Povo

O Poder do Povo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 2
O Poder do Povo

Supostamente a organização politica portuguesa desenvolve-se sob o princípio consagrado no artigo 108 da Constituição da Republica Portuguesa que afirma que o poder pertence ao povo. De facto, o poder pertence ao povo se pensarmos que é este povo que elege aqueles que o hão de governar, e fazem-no sob a forma de sufrágio universal secreto, que delibera segundo as normas da própria constituição, os termos em que são eleitos os diversos órgãos de soberania. Por órgãos de soberania entendem-se apenas quatro entidades: o chefe de estado na pessoa do Presidente da Republica, o Governo da Republica composto pelo primeiro-ministro, ministros diversos, secretários e sub-secretários de estado, a assembleia da republica composta por duzentos e trinta deputados das diversas forças políticas com acento parlamentar e os tribunais. De salientar também o conselho de estado que é um órgão de consulta do chefe de estado mas que não é um órgão de soberania.

Apesar do que disse acima, o que direi seguidamente muda tudo o que não deveria ser mudado… o que acontece é o que o poder legislativo está nas mãos do governo, bem como da assembleia da republica e das assembleias legislativas das regiões autónomas, quando é do interesse específico destas regiões, e estes órgãos a maior parte das vezes esquecem-se que o poder é do povo, que foram eleitos pelo povo e que é pelo povo e a favor do povo que devem agir… Os governos vivem em favor do hoje, preferencialmente do agora e esquecem que querem voltar a ser eleitos no amanhã… o que acontece é que as atitudes tomadas, as legislações atualmente consagradas, as revisões efetuadas pelos diversos governos das ultimas décadas retiram ao povo a expectativa do amanhã… hoje, a questão não é votaremos em A ou em B amanhã e sim, existirá amanhã? Ou pelo menos… Existirá povo amanhã?

Se o povo não subsistir quem votará amanhã? Se as empresas não subsistirem como subsistirão os trabalhadores? Se os compradores não sobreviverem como o farão as empresas?

O que temos visto é que tudo ocorre da forma inversa, coisa que qualquer pelintra percebe, o estado faz ao contrário, aparentemente sem consideração pelo povo e pelo eleitorado, diminuem a receita no bolso do povo, aumentam impostos considerando que o estado terá mais… mas o estado jamais aumentará a receita se o povo tiver menos dinheiro, porque comprará menos e menos compra gera menos imposto ainda que este tenha uma taxa superior!!! O estado precisa de novas máquinas de calcular, mas que saibam calcular. O orçamento do estado não se faz com calculadoras de votos, é com calculadoras de notas… Poderia dizer… votemos noutro partido… mas eles são todos iguais… enquanto são povo sabem fazer contas, chegam a governo entaramelam-se-lhes os dedos nas teclas das calculadoras… Esta é a triste conclusão, e não precisamos de troikas nem de outros entes por aí… precisamos de soluções, complicações já temos que cheguem por cá, evitam de aparecer outros do exterior!!!

Ana Sebastião

Título: O Poder do Povo

Autor: Ana Sebastião (todos os textos)

Visitas: 2

622 

Comentários - O Poder do Povo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios