Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > O dia dos Mortos

O dia dos Mortos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
O dia dos Mortos

O culto ao dia dos mortos é um festa celebrada no México, um país onde alegria e religiosidade se misturam. É a maior manifestação festiva dos mexicanos. É um ritual declarado como patrimônio histórico da humanidade pela Unesco e celebra a vida e a morte durante três dias consecutivos. Em algumas comunidades dos Estados Unidos onde há um grande número de mexicanos também se celebra o dia dos mortos.

Ocorre no dia 1º de novembro e envolve principalmente a gastronomia, além do artesanato voltado para temas fúnebres. Apesar do clima de luto todos se divertem de várias maneiras. O povo costuma fazer versos ridicularizando personagens da política, das artes e das ciências, onde a morte dialoga com personagens vivos. São as chamadas calaveritas. É uma festa de manifesstações culturais e folclóricas. Existem também manifestações de arte, como jogos e brinquedos funerários.




Os mexicanos costumam preparar altares com oferendas como imagens religiosas, objetos queridos da pessoa morta, comidas de diversos tipos, bebidas como mezcal e tequila, doces, frutas, velas e incensos. Acreditam assim que irão agradar ao morto que volta à casa neste dia.

A gastronomia é um caso á parte; os pratos são especialmente feitos para essa festa; temos como demonstração as caveirinhas de açúcar e o pão de morto, que assume diferentes formas, como figuras redondas ou formas de crânio. Costumam também preparar os pratos que eram os preferidos de seus entes queridos.

A origem dessa festa remonta a um passado distante. Na cultura mesoamericana no México antigo a morte era tida como um processo de passagem da vida para outra dimensão. Tinha, portanto, uma grande importância nas cerimônias religiosas desses povos.

Essas cerimônias se originaram a 3000 anos antes de Cristo. Era comum nos rituais religiosos exibir crânios como troféus e como símbolo de renascimento.
Os indígenas faziam homenagens aos mortos durante todo o mês de agosto, que era o nono mês do calendário solar asteca. Isso ocorria antes da chegada dos colonizadores espanhóis. Estes tentaram convencer os indígenas ao catolicismo; mudaram a data da comemoração para 1º de novembro, onde se comemora também o dia de todos os Santos.

Nos dias atuais, a festa exibe uma mescla de manifestações de várias culturas, de vários povos, que não só a cultura mesoamericana, como era originalmente, a exemplo vestígios de festas como a do Dia das Bruxas. Originalidade à parte, constitui uma maravilha de manifestação popular.


Delene Aparecida Rodrigues

Título: O dia dos Mortos

Autor: Delene Aparecida Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

665 

Comentários - O dia dos Mortos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios