Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Num Voo de Águia

Num Voo de Águia

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 10
Num Voo de Águia

A águia é conhecida pela sua majestade e grandeza. Uma ave cuja envergadura pode atingir dois metros e cuja velocidade pode chegar a cem quilómetros por hora, tem normalmente cerca de quarenta a nos de existência que depende da caça de animais de pequeno porte; no entanto não é raro de todo, uma vez que a águia não vive sozinha, mas duas águias juntas, atacarem animais maiores como ovelhas por exemplo.

Ela voa mais alto do que todas as outras aves e tem uma visão invejável, e por isso, por certo verá as mais belas paisagens. É quem mais alto e mais longe consegue voar. Aparentemente, muitas das coisas que se dizem sobre a águia não passam de mitos, isto no que diz respeito à sua renovação que lhe daria possibilidade de viver trinta anos após os trinta comuns. Não se conhece nenhum caso de renovação completa de águia nenhuma, no entanto dá-se sim uma renovação continua das suas unhas, bico e asas, ela vai conservando a sua juventude no que diz respeito à sua força, à sua capacidade de voar, caçar e viver… A esta renovação se refere o texto que encontramos em Salmos 103:5. Talvez por isto, a águia é chamada a rainha das aves.




Como a águia renova as suas forças e sobe aos céus para melhor ver a sua presa, também nós necessitamos subir às alturas celestes e observar com os olhos de quem vê de cima a ignominia que devasta este mundo insano. A águia é também um símbolo como podemos verificar nas sagradas escrituras de alguém a quem Deus provê de forças suplementares para que possa correr sem se fatigar. Isaías 40:31

A vida com todas as asperezas que lhe são comuns e necessárias deixa-nos muitas vezes incapazes de continuar, sem forças para avançar, sem interesse, sem luz, sem direção. Este texto de Isaías, incentiva-nos então a subir às alturas como a águia faz… nos dias sem sol, poderemos planar sobre as nuvens, e ver que o céu continua azul. Aí as nossas forças serão renovadas e conseguiremos ganhar coragem renovada para o dia que vem!

Este caminhar nas alturas não é mais do que lembrar do criador, o rei das alturas, o supremo Deus e buscar dele a capacidade e as forças necessárias, quando tudo à nossa volta é tristeza e azedume, nele tudo é paz, tudo confiança, tudo é graça, tudo serenidade. Tal como afirma a escritura em Tiago 1: 17 “Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.”


Ana Sebastião

Título: Num Voo de Águia

Autor: Ana Sebastião (todos os textos)

Visitas: 10

637 

Comentários - Num Voo de Águia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios