Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > É uma pessoa com sorte?

É uma pessoa com sorte?

Categoria: Outros
Visitas: 2
Comentários: 3
É uma pessoa com sorte?

A sorte é um factor importante na vida. No entanto nem todas as pessoas têm a sorte de a ter. Ao invés algumas nem precisam fazer nada pois parece que tudo vem ter com elas. Seja no trabalho, no amor ou no dinheiro.

Há pessoas que labutam toda a vida para ter qualquer coisa e nunca têm nada. Outras não fazem nada e têm tudo. Parece que já nasceram bafejadas pela sorte e nem precisam se preocupar. No entanto há quem busque tudo e não encontra nada.

Ter sorte ou não é uma questão que se coloca muita vez pela vida fora. E se analisarmos acontece isso já desde criança. Há pessoas que nasceram num berço de ouro e outras que nem berços têm. Muito cruel a vida para alguns, no entanto para outros é tudo muito fácil.

Senão vejamos, enquanto há gente que trabalha a vida inteira para ter dinheiro para a comida, há outros que com menos esforço têm milhões. E, nem é só relativamente ao dinheiro. Verifica-se ainda na saúde pois há quem já nasça com doenças e quem tenha saúde a vida inteira. Por outro lado se olharmos para o campo afectivo o mesmo se verifica, as discrepâncias também são visíveis. Algumas parece que o amor vem ter com elas, outras procuram e não encontram. Tudo isto parece um paradoxo mas é real. E acontece com muita frequência. Parece que há pessoas com muita sorte e outras sem sorte nenhuma.

O mesmo se passa por exemplo com o jogo, pois há quem jogue a vida toda e não saia nada, outras jogam uma vez e são contempladas pela sorte.

Mas a que será devido tudo isto? Será que realmente existe mesmo o factor sorte ou são as pessoas que o atraiam? Se realmente ele existisse, outras o repelem das suas vidas dado que não têm sorte nenhuma. Então existiria a sorte e a repulsa.

Mas o que fazer perante isto? Esperar que a sorte nos venha parar às mãos ou lutar insistentemente pela vida, para termos tudo o que necessitamos? Sem dúvida nenhuma que a grande maioria das pessoas recorre ao segundo pressuposto, pois mais vale prevenir do que remediar. E, depois ninguém vive sem as necessidades básicas da vida. Assim há que trabalhar, alguns arduamente, outros na medida das possibilidades. Pelo menos consegue-se ter casa, alimentação e umas férias de vez em quando. No entanto alguns estão sempre de férias e não têm o tempo a contra relógio. Nasceram com a vida facilitada em todos os sentidos. Em suma foram contemplados com a sorte.


Teresa Maria Batista Gil

Título: É uma pessoa com sorte?

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 2

795 

Imagem por: Dare*2*Dream

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    17-08-2014 às 22:47:40

    Acredito que sorte não existe. Não pelo menos no aspecto que a maioria acredita. Na verdade, as pessoas têm oportunidades e sábia são essas que agarram-as com muito afinco. É uma questão de discernimento, persistência e vontade de vencer! Assim, tudo se consegue na vida!

    ¬ Responder
  • robertrobert

    25-01-2012 às 14:49:00

    @juliana
    manda a mulher que leu sua mãe tomar no cú, pois se ela vê o futuro pedi pra ela o numero da megasena ok? e vc é gostosa? se for tem sorte que eu to disposto a te dar uma moral, bjs

    ¬ Responder
  • julianajuliana

    06-09-2011 às 13:21:52

    muito boa a mensagem, mas gostaria de saber se meu caso tem jeito.
    pois parece que tudo que ponho a mão não da certo. já fiz um curso técnico de moda e ganhava o sulficiente para comer; agora fiz um curso de cabeleireira faz 2 anos que tenho salão e não consigo pagar minhas dividas e muito menos aumentar a carteira de clientes. será que eu sou tão ruim asssim.
    eu procuro fazer tudo muito perfeito; mas parece que não da certo.
    eu descobri que eu sou uma pessoa sem sorte quando eu tinha 15 anos. foi quando me dei conta que em tudo que eu fazia não prosperava, isso foi no meu 1º emprego.
    teve uma vez que a amiga da minha sogra veio na casa dela e ela é japonesa; elalia mão. quando ela leu a do meu sobrinho disse que ele teria muita sorte, realmente é o que acontece em tudo que o menino poem a mão da certo.
    quando eu pedi para ela ler a minha mão, ela simplismente deu uma olhada e tirou a minha mão de perto dela e não quia me falar, mas pela cara dela eu vi que não foi bom.
    gostaria de saber se ha como reverter essa situação. estou desesperada.
    ME AJUDE

    beijos e um abraço

    juliana.

    ¬ Responder

Comentários - É uma pessoa com sorte?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Dare*2*Dream

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios