Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Dicas para escolher o nome do bebê

Dicas para escolher o nome do bebê

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Dicas para escolher o nome do bebê

Para todas as mães o momento de escolher o nome do bebê não é uma tarefa fácil. Algumas pessoas acham que o melhor é deixar para fazer essa escolha somente no dia do nascimento, outras defendem a ideias de que o significado do nome é o que deve ajudar os pais na hora da escolha. Confira algumas dicas para escolher o nome do bebê.

O nome ideal é aquele que tem uma boa sonoridade, que é compreendido com facilidade pelas pessoas e, que é fácil de escrever, lembrar e falar. E para saber se o nome que você escolheu atende a esses requisitos, escreva-o diversas vezes, chame-o em voz alta, imagine-o em conversas e combine-o com os sobrenomes da família.

Em alguns casos, os pais querem combinar nomes e fazer homenagens. Às vezes isso pode dar certo, outras não. Levar o nome de algum parente pode inibir a personalidade de uma criança, além de causar constrangimento, quando o nome é incomum. Por exemplo: O vendedor Olívio Alves Junior acha que seu nome é incomum e, apesar de não ter nenhum tipo de problema com isso, só é chamado de Junior. Ele diz que gosta de homenagear seu pai, mas que preferia poder ter um nome só dele.

Nem sempre as homenagens são feitas à alguém da família. Você conhece, ou já ouviu falar sobre, alguma outra pessoa chamada Michael Jackson que não seja o astro pop? É preciso escolher certos nomes com cautela, pois a criança pode ser alvo de gozação na escola. Outro fator que contribui para a escolha de nomes “estranhos” é a numerologia. Existem nomes que possuem duas letras coladas que não fazem diferença na grafia ou na sonoridade da palavra. É preciso ter atenção com os nomes do tipo: Anna, Phelipe, Thiago e outros.

Independente de acreditar ou não que o significado de um nome exerce influência na individualidade de uma pessoa, é preciso ter uma atenção com esse detalhe. Determinados nomes comuns, como Carolina e Letícia, apresentam significados insonháveis. Significam pequena fazendeira e alegria, respetivamente. Disfarçadamente, esse será o significado do nome do seu filho, por isso tenha cuidado ao escolher o nome do bebê.


Rua Direita

Título: Dicas para escolher o nome do bebê

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

637 

Comentários - Dicas para escolher o nome do bebê

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios