Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Como reconhecer pessoas invejosas

Como reconhecer pessoas invejosas

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 38
Comentários: 5
Como reconhecer pessoas invejosas

Em diversos locais, independente de ser na escola ou no trabalho, sempre mantemos contato com todos os tipos de pessoas. Em meio a esse círculo de amizades, às vezes podemos nos deparar com os famosos invejosos, que ficam ligados no que fazemos, somos e temos. Então, se você conhece pessoas que agem dessa forma, confira algumas dicas de como reconhecer pessoas invejosas.

A inveja – É um tipo de sentimento que todas as pessoas sentem em algum momento da vida. Mas, saber lidar com ela é fundamental para que ela não traga prejuízos para sua vida. A inveja não traz malefícios somente para quem é o alvo da dela, mais também para quem a sente.

Existem pessoas que sentem inveja do trabalho, das roupas, do carro e de várias outras coisas que se pode imaginar. E pode ser uma tarefa difícil identificar aquela pessoa que possivelmente carrega esse sentimento com relação a você. Em alguns casos, o invejoso pode ser até mesmo um amigo, o que deixa a situação ainda mais difícil de ser resolvida e reconhecida.

Como reconhecer pessoas invejosas?

1 – Um amigo invejoso elogia excessivamente o alvo de seu sentimento. Ele pode elogiar o tempo todo o jeito como você fala como se veste ou como pratica alguma atividade.

2 – Quando a pessoa acha uma oportunidade ela sempre fala o quanto gostaria ser igual a você.

3 – Outra forma de identificar o amigo invejoso, é que ele sempre adora saber tudo sobre sua vida.

4 – Normalmente ele pode fazer muitas perguntas, até mesmo sobre seu relacionamento, seus segredos de beleza, qual foi o preço da roupa e muitas outras perguntas indiscretas.

5 – Uma pessoa invejosa pode ser reconhecida por meio do olhar, conhecido como “inspeção geral”. Esse é o tipo de olhar em que a pessoa te olha da cabeça aos pés descaradamente ou quando acha que você não está percebendo.

6 – Outra dica para que você reconheça uma pessoa invejosa, é que elas sempre querem as mesmas coisas que você. Por exemplo, se você compra um novo sapato, ele compra igual ou semelhante.

Por fim, se você conhece alguém que apresenta algumas dessas características, provavelmente ela possui esse sentimento. Por isso, repare mais em suas atitudes e em seu comportamento com relação a você, para poder reconhecer a inveja. Uma boa forma de fazer isso é prestar mais atenção nos olhares para achar o invejoso.


Rua Direita

Título: Como reconhecer pessoas invejosas

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 38

765 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatização

    25-02-2017 às 00:50:15

    Gente, a inveja é muito mais prejudicial do que aparenta ser, tanto para o invejoso quanto para o invejado. E não é tão fácil identificar um invejoso, pois geralmente ele se faz de amigo, daqueles best friend, sempre ao lado da vítima como se fosse uma sombra. Eu convivi com uma "amiga" invejosa por muitos anos. Nos conhecemos na escola, ainda na infância, e criamos um elo muito grande. eu a considerava como minha melhor amiga, e poderia jurar que era recíproco. Ela vivia na minha casa e eu na dela, dormíamos juntas e fazíamos praticamente tudo juntas. Os anos foram passando e a adolescência chegando, e com ela muitas coisas que os jovens gostam, como celular do momento, festa de 15 anos, a primeira moto... Até coisas bem pequenas, como um mega hair maravilhoso ou uma lente de contato verde, TUDO isso despertava inveja nela, e claro que eu não percebia, quem percebeu desde o início foi minha mãe, que tentou me alertar várias vezes e eu sempre defendia a "amiga". Só não entendia o por que toda vez que eu aparecia com algo novo ela fazia cara de tristeza e desaparecia por uma semana. Com os meus ficantes e namoradinhos, ela se fazia de amiguinha deles e me difamava, e eles terminavam comigo ou desapareciam sem dar explicações, ou seja, eu nunca consegui me firmar com ninguém enquanto ela estava ali, destilando o seu veneno por trás e me "endeusando" pela frente. Como eu descobri? Alguns deles, anos depois, me contaram. Certo dia,no auge dos meus 18 anos, eu me interessei por um carinha que era cobiçado por todas, porém conhecido como fiel e devoto à namorada, contei para ela sobre o meu interesse e logo ela disse: "vc nunca vai ficar com ele, várias já tentaram e nunca conseguiram!" Aquilo soou como um desafio, e eu, inconsequente, mandei um recado para ele. Deu certo, acabei ficando com ele por diversas vezes, e a única pessoa que sabia era ela, até que um dia ela não se aguentou e contou tudo para a namorada dele, uma pessoa que ela nunca havia falado na vida. Depois disso, ela se afastou, sumiu do mapa. Fiquei muito tempo deprimida, sem chão, com uma tristeza profunda, sem entender o porque de ela ter feito aquilo, já que eu a considerava minha melhor amiga, e por mais que eu estivesse errada, o máximo que ela poderia fazer era me dar conselhos e não contar para a menina sendo que ela nunca tinha falado nem um oi com ela. Passei muito tempo chorando, sozinha, sonhava com ela quase todos os dias, pois ela era a minha única amiga, já que toda menina que eu me aproximava ela dava um jeito de afastar, alegando que tinha ciúmes. E depois que a "amizade" terminou, eu fiquei sabendo de muito mais coisas, e foi isso que me ajudou a abrir os olhos com as pessoas e me livrar daquela depressão profunda. Consegui passar em um concurso aos 21 anos, e em outro aos 23, aos 24 iniciei minha faculdade e hoje sou formada e tenho um ótimo emprego, sou casada e muito feliz. E acredito que se essa pessoa tivesse permanecido ao meu lado até hoje, eu não teria conquistado nada disso. Esses dias soube por terceiros que ela é mãe solteira de duas crianças, tem um emprego ruim e vive na lama.
    Desculpem pelo enorme texto, na verdade um relato muito sério das consequências deste sentimento tão covarde que é a inveja, pois consegui estruturar minha vida enquanto ela está exatamente onde um invejoso merece. E por incrível que pareça, apesar de fazer quase 10 anos que eu não falo com ela, as pessoas que me conhecem há muito tempo sempre perguntam "e aquela sua amiga, como tá? por onde anda?" ou me informam sobre ela. Pois todos sabiam que eu e ela éramos unha e carne. Mas eu não precisei me vingar, a vida se encarregou. E eu pude saber o que é ser feliz e realizada.
    Desculpem pelo

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatização

    11-05-2014 às 16:44:05

    Eu leio muito sobre este assunto na internet e acho que o que não podemos é confundir admiração das pessoas sem a mesma disposição e conhecimento que temos a respeito da inveja. Claro que todos estes posts são baseados em deduções, por que se fosse fácil assim identificar um invejoso, não seriamos alvo deles...já teriam inventado uma cura pra isso, geralmente preferimos crer que somos a vitima e não o Invejoso, isso vira paranoia, você acaba não mais confiando em ninguém, mesmo em quem nem precisa ter inveja de ti...

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãolenida

    23-04-2014 às 02:57:39

    minha visinha tem tanta inveja de mim que eu tenho um salao a e invejosa colocou um no fundo do quintal e so vive fofocando de mim e roubando os meus clientes. Só Deus na minha vida

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAnonimo

    21-07-2014 às 19:02:42

    Se realmente vc for uma profissional competente ninguém rouba as tuas clientes pois geralmente as clientes não deixam o salão onde estão acostumadas pois tem medo que estraguem seus cabelos e a maneira de cuidar deles.Geralmente estes clientes não trocam de jeito nenhum!!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAnônima

    02-08-2013 às 21:27:09

    O texto é interessante para ajudar a reconhecer pessoas invejosas,geralmente,elas costumam criticar excessivamente suas vítimas,são incapazes de reconhecer o lado positivo dos outros.

    ¬ Responder

Comentários - Como reconhecer pessoas invejosas

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Habitação – Evolução qualidade/Preço

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Alojamento
Habitação – Evolução qualidade/Preço\"Rua
Hoje vivemos dias muito complicados do ponto de vista económico, uma vez que a nossa sociedade moderna consumista tem acarretado para as famílias a triste ideia de que temos que possuir tudo o que existe para ser possuído.

Relativamente ao assunto especifico da habitação, com o passar dos tempos, as pessoas têm adquirido as suas casas em função do que há no mercado, e este mercado tem evoluído de uma forma perigosa em termos de custos; o que quero dizer com isto, é que há vinte anos atrás, encontrávamos apartamentos no mercado, e tenho por base um apartamento T3 que tinha 3 quartos conforme a tipologia descrita, naquele tempo uma cada de banho, uma sala de estar/jantar conjunta e talvez uma varanda, hoje o mesmo apartamento terá os três quartos, a sala, duas casas de banho das quais uma poderá estar num dos quartos a que passou a chamar-se suite, este apartamento hoje, tem forçosamente que ter pré instalação para aquecimento central, lareira com recuperador de calor, e muito provavelmente aspiração central, ou pelo menos a pré instalação… Assim, quem compra um apartamento hoje, apesar das dimensões de cada divisão estarem diminuídas, o preço foi muito incrementado pelos extras, e depois há ainda que adquirir uma caldeira para fazer funcionar a tal pré-instalação de aquecimento central, os radiadores porque sem eles o dito não funciona, naturalmente o trabalho do técnico… há ainda que adquirir em muitos casos o aspirador propriamente dito para fazer funcionar a aspiração central, e algumas coisas mais, acessórios dos quais, antes não tínhamos necessidade.

Não quero dizer com isto, que estes equipamentos não são úteis, são, mas e aquelas pessoas que compraram os seus apartamentos há uns tempos, cujos espaços não dispunham destas “modernices” como viveram? Como vivem hoje? Provavelmente aqueles que tiveram disponibilidade económica para isso, colocaram nas suas habitações, aquilo que julgaram necessário, não colocaram aquilo que não lhes é útil de todo, por outro lado aqueles que não tiveram disponibilidade económica vivem sem os equipamentos em questão, ou colocam um equipamento à dimensão das suas possibilidades. O real problema é que os referidos equipamentos valorizaram muito mais as habitações em termos de preço de compra do que o valor real dos mesmos, e as pessoas, estão apagar vinte ou trinta anos, para não dizer mais, um bom valor acima do que pagariam sem estas coisas, além disso comprariam aquilo que quisessem e pudessem.

Para além do exposto, a qualidade de construção e acabamentos não melhorou, antes pelo contrário. Hoje o valor das casas está a decair rapidamente, e as pessoas em geral vivem em casas cujos valores atuais de mercado são muito inferiores ao que estarão a pagar durante muito tempo…

Naturalmente o mercado poderá mudar, mas não é esse o caminho que parece seguir.

Pesquisar mais textos:

Ana Sebastião

Título:Habitação – Evolução qualidade/Preço

Autor:Ana Sebastião(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    21-04-2014 às 17:09:01

    A compra seja de apartamento ou casa estão mais caras e nem sempre oferecem serviços como mostram na divulgação. Não é bom financiar, pois custará o dobro. Realmente, o melhor a fazer é buscar preços que têm condições de pagar ou aderir a um consórcio.

    ¬ Responder
  • Sofia Nunes 13-09-2012 às 17:07:44

    Na minha opinião e de acordo com o que tenho observado, a relação qualidade/preço das habitações está a melhorar. E isso não é necessariamente bom, uma vez que é resultado da crise económica. Como refere, o valor das casas está a descer, pelo que se pode comprar uma vivenda pelo preço que há uns anos era de um apartamento. O problema é que, apesar de as casas estarem mais baratas, os compradores não têm dinheiro.

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios