Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Ana Bolena - ascensão e queda

Ana Bolena - ascensão e queda

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 4
Comentários: 3
Ana Bolena - ascensão e queda

Maria Bolena, casada com William Carey, é irmã de Jorge e Ana Bolena. Uma festa na corte apresentou Maria Bolena ao rei, e este ficou de imediato atraído pela beleza desta Bolena. Para lucrar com a situação, a família Bolena afastou o marido de Maria, dando espaço para estes apaixonarem-se. Henrique VIII e Maria Bolena tornaram-se amantes. Para conseguir o filho legítimo que precisava para a Coroa inglesa, o monarca trocou o leito quente da amante e passou a frequentar o quarto da Rainha. Dormiu com a rainha, mas esta ficou com a menopausa. Então, o monarca decidiu voltar a encontrar-se com Maria. Entretanto, Ana Bolena casou-se às escondidas com Henry Percy, um o casamento inválido. Esta é exilada para Hever, como castigo.

Maria, como era de se prever, ficou grávida do rei e teve uma menina. Não tardou a engravidar de novo, mas enquanto se refugiou num quarto até ter o filho, como era habitual na época, Ana voltou para a corte e começou a namoriscar o rei. Este principiou um interesse por Ana. Completamente apaixonado, o rei pediu a anulação do casamento com Catarina de Aragão. Entretanto, Maria fugiu do interesse do rei, sendo obrigada a voltar para o marido, que morreu pouco depois com a Doença do Suor.

O rei, mesmo sem a anulação do casamento com a infanta espanhola, pediu Ana em casamento e expulsou a rainha da corte, instalando-a longe dele e de Ana. Porém, Ana, acusada de ser prostituta, era odiada povo. Tentaram mesmo matá-la.

Apesar de toda a rebelião, Ana e Henrique VIII casaram, e a irmã de Maria ficou grávida, dando à luz uma menina, Isabel, futura Isabel I. Entretanto, o casamento do monarca inglês com Catarina de Aragão foi anulado, e Ana Bolena tornou-se a nova Rainha de Inglaterra.
Maria, sem marido e com dois filhos, começou a ser cortejada por um plebeu, e estes apaixonaram-se. Chegam mesmo a casar-se, mas deixaram a situação no anonimato perante a corte.

Com o passar do tempo, Ana deixou de ser a favorita do rei e da sua família, e para conseguir ascender de novo, engravidou do seu irmão, visto que com o monarca só conseguia ter abortos. Tudo foi descoberto e usado contra ela, levando-a à morte.


Daniela Vicente

Título: Ana Bolena - ascensão e queda

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 4

674 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCláudia

    13-10-2015 às 00:24:23

    Texto mal escrito e não corresponde a verdadeira história. Com muitas falhas.

    ¬ Responder
  • Luene ZarcoLuene

    31-08-2014 às 22:59:12

    Que vida, hein? Com certeza, Ana Bolena teve uma vida muito infeliz e atribulada. Assim, como a maioria das mulheres dessa época!

    ¬ Responder
  • rosa maria

    18-12-2012 às 05:34:39

    "para conseguir ascender de novo, engravidou do seu irmão". Essa foi uma das acusações pelas quais ela foi condenada, porém não há qualquer comprovação histórica desse fato.


    ¬ Responder

Comentários - Ana Bolena - ascensão e queda

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios