Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A Memória Como Poder Da Mente

A Memória Como Poder Da Mente

Categoria: Outros
A Memória Como Poder Da Mente

A lei da associação é a mais notável qualidade de uma memória bem treinada e, contudo, é a única lei bem simples. Tudo o que temos a fazer para poder usá-la é registrar o nome daquilo que desejamos lembrar, juntamente com o de uma coisa que poderemos recordar a qualquer momento. A lembrança desta nos trará à memória a visão da outra.

A capacidade de treinar a memória ou desenvolver qualquer hábito desejável é questão, somente, de conseguir fixar a atenção num assunto determinado, até que a imagem correspondente esteja registrada claramente na “chapa” da nossa mente.

A própria concentração não é mais do que o controle da atenção. Podemos observar tal fato lendo pela primeira vez uma linha impressa qualquer: se fecharmos os olhos a veremos tão claramente como se fosse à própria página.

Na realidade, “estamos olhando para ela”, não impressa na página, mas na chapa sensível da nossa mente. Se tentarmos essa experiência e ela não der resultado, será porque não concentramos bastante a atenção necessária. Repetindo a experiência, seremos finalmente bem sucedidos.

Se desejarmos aprender poesias de cor, por exemplo, conseguiremos isso facilmente, experimentando fixar a atenção nas linhas, com tanta firmeza que, fechando os olhos, sejamos capazes de “vê-las” tão perfeitamente como se elas estivessem na página do livro.

Como nos aproximamos do fim deste post, há duas coisas que o leitor precisa fazer:

• Primeiro
Começar desde já a cultivar a capacidade de fixar a atenção, no momento em que desejar, sobre um determinado assunto com a ideia de que essa capacidade quando plenamente desenvolvida, realizará o seu objetivo definido na vida;

• Segundo
O leitor pode erguer o nariz para o ar e, com um sorriso cínico, dizer a si próprio, “Poxa vida”, fazendo assim de si mesmo um idiota.

Este post não foi escrito com o fim de servir de argumento ou assunto de debate. O leitor está no direito de aceitá-lo, inteiro ou em parte, ou rejeitá-lo. Neste ponto, preciso dizer que a nossa época não comporta cinismo ou dúvida.

É uma época em que se conquistaram definitivamente o espaço e os mares, e que nos torna capazes de dominar o ar e transformá-lo em uma mensagem que conduz o som da nossa voz a meio mundo, na fração de um segundo. Portanto não é uma época para encorajar os eternos duvidosos e descontentes.

A família humana já passou pela Idade da Pedra, a Idade do Ferro e a Idade do aço, e agora entra na era do “Poder da Mente” que, em realizações estupendas, ultrapassam a todas as outras eras combinadas.


Adriana Santos

Título: A Memória Como Poder Da Mente

Autor: Adriana Santos (todos os textos)

Visitas: 0

10 

Comentários - A Memória Como Poder Da Mente

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

10 motivos para você fazer um cruzeiro

Ler próximo texto...

Tema: Viagens
10 motivos para você fazer um cruzeiro\"Rua
Vai chegando o final do ano e começa a bater aquela vontade de viajar, de ir descansar longe da correria do dia-a-dia, sem se estressar, a dica é que não há nada mais prático e relaxante do que fazer um cruzeiro, sabe por quê?

1. Você pode contratar o serviço parcelado, em muitas agências de viagem; assim começa a pagar agora e provavelmente já estará mais da metade pago na ocasião da viagem;

2. Relaxar em lugar calmo, com todas as comodidades à bordo, garçons, camareiro, equipe de animação, entre outros;

3. Geralmente o pacote já vem com comida e bebida liberados, o que quer dizer que você se delicia e não se preocupa com quanto vai gastar e onde vai comer.

4. Como o navio atraca em vários portos, dá um tempinho para conhecer vários lugares bacanas e tirar muitas fotos nos pontos turísticos. Dependendo da parada, você até consegue alugar um kit de mergulho e dar uma olhada no fundo do mar.

5. A diversidade cultural costuma ser muita e você acaba conhecendo pessoas e costumes de outros países;

6. Para não ir achando que as horas à bordo do navio são entediantes, vale ressaltar que há inúmeras atividades fornecidas pela tripulação responsável, o que inclui brincadeiras, atividades físicas em grupo, dança, sorteios e muita música.

7. Para aqueles que apreciam jogos de azar, o navio tem um cassino que é um encanto mesmo para quem não joga.
8. Outra atração impressionante é a danceteria, aberta todas as noites, com músicas de variados estilos, e bebidas liberadas com o bar no mesmo ambiente;

9. Já se preferir lagartear ao sol dentro do navio costuma ter espaço para o banho de sol e com piscinas grandes e também jacúzis para você se sentir em um verdadeiro spa.

10. Não menos importante, os navios contam com um teatro que costuma impressionar os passageiros, com um elenco digno de grandes palcos, e histórias incríveis.


Então, se você ainda não teve essa incrível experiência, vale a pena se programar aí com a família, e aventurar no mar, colecionar um misto de emoções, lembrancinhas e milhares de fotos. Com certeza será uma experiência inesquecível e você vai acabar querendo fazer mais vezes!

Pesquisar mais textos:

Clarissa Reinoco Machado

Título:10 motivos para você fazer um cruzeiro

Autor:Clarissa Reinoco Machado(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios