Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A Lenda Da Regaleira Parte 1

A Lenda Da Regaleira Parte 1

Categoria: Outros
Visitas: 18
A Lenda Da Regaleira Parte 1

Era uma vez, uma princesa chamada Maria, que vivia no palácio da Regaleira, ela vivia com os pais, estes eram tiranos, austeros e controladores que queriam controlar a vida da princesa.

Perto desse palácio existia uma torre e uma gruta. Dentro desta gruta vivia um feiticeiro chamado Filipe. Um dia o mago Filipe saiu da sua gruta e foi passear pela quinta da Regaleira, em busca de ingredientes para fazer uma das suas poções. Nesse mesmo dia, durante este passeio, ele cruzou-se com a princesa Maria.

A Maria era bela princesa, doce e amável, Filipe desde o primeiro dia em que viu a princesa ficou apaixonado por ela, mas ele era um simples mago da vila.

O filipe queria demonstrar o amor que sentia por ela mas ele era pobre, não era de família nobre, e muito menos a família dele tinha brasão. A única coisa que podia oferecer a ela era a sua sabedoria antiga sobre a “antiga religião”, a feitiçaria.

O feiticeiro não tinha ouro mas sabia como produzi-lo, mas de que servia produzir esse ouro se não era nobre. Havia o perigo se os cobradores de impostos do reino vissem o ouro produzido por ele, mandavam-no executar por ser ladrão ou por fazer feitiçaria. Visto que neste reino existia a inquisição, se apanhassem alguém a fazer coisas do género, tinham como pena a morte na fogueira.

Mesmo assim, o mago Filipe não desistiu do seu amor pela princesa Maria e sempre olhou por ela mesmo de longe.

A Maria só podia sair do seu palácio, de tempos a tempos, devido aos seus pais serem rigorosos. Naquela época eram os pais que decidiam com quem casar as suas filhas. Por isso, os reis apresentaram vários cavaleiros, à Maria mas ela nunca interessava por eles devido à sua arrogância, machismo, tirania e controlo destes. A princesa odiava isto, odiava ser controlada e ser usada como um acessório.

A Princesa Maria quando ficava triste pintava lindos quadros, sobre lindas paisagens vistas na sua varanda na quinta.

Será que filipe conseguirá algum dia conquistar o coração de maria?
Será que Maria cederá aos seus pais os Reis, e casará com um nobre cavaleiro?
Será que Maria sabe dos sentimentos de Filipe por ela? E se sabe como ela se sentirá?
Isso e muito mais saberá no próxima parte da “ A Lenda da Regaleira”.


André_o_comentador

Título: A Lenda Da Regaleira Parte 1

Autor: André_o_comentador André_o_comentador (todos os textos)

Visitas: 18

634 

Comentários - A Lenda Da Regaleira Parte 1

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios