Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Mobiliário > Mobiliário ao longo da história

Mobiliário ao longo da história

Categoria: Mobiliário
Mobiliário ao longo da história

A história do mobiliário começa a partir do momento em que o Homem deixa de ser nómada, isto é, a partir do momento em que passa a ter uma habitação fixa.

Assim, o mobiliário foi evoluindo ao longo dos tempos, consoante as necessidades humanas, a capacidade técnica e a sensibilidade estética.

A sua caracterização varia conforme a região, a época e os materiais existentes. Com o passar do tempo foram surgindo diversos tipos de estilos que se inserem nos grandes movimentos da história da arte.

Podemos assim destacar alguns períodos, tais como, o mobiliário da antiguidade, o da idade média, o do renascimento, o do século XVII, o do século XX, o asiático, o americano… todos eles com características próprias que reflectem o estado da sociedade em que se inserem.


Actualmente as pessoas procuram um mobiliário mais minimalista e prático, que não tenha muitos pormenores e de fácil uso.

Grandes empresas como a marca sueca IKEA, têm ganho destaque, porque o mobiliário que vende, não é só funcional, como apresenta um preço bastante competitivo. Só que a escolha deste mobiliário, começa a levar a uma massificação de gostos e as casas começam a perder um pouco a sua identidade. Há que inovar e ser criativo, para que o seu mobiliário sobressaia dos demais...


Rua Direita

Título: Mobiliário ao longo da história

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

767 

Imagem por: emdot

Comentários - Mobiliário ao longo da história

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: emdot

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios