Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Literatura
Visitas: 70
Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

O conto “Frei Genebro” narra a história de Frei Genebro, um amigo e discípulo de Francisco de Assis. Para Genebro, sofrer e sentir a humilhação era para ele muito satisfatório. Enfim, na véspera da Páscoa, Frei Genebro morre, dando-se início ao dilema com que a sua alma tinha que lidar. Na balança do Purgatório, as coisas boas e más de Frei Genebro estavam expostas até ao momento em que cai uma linda perna de porco, a última tentação de Frei Genebro, e a sua alma vai para o Purgatório.

O conto “A Aia” narra a história da morte de um rei, e as consequências desta morte. A rainha viúva, triste e desolada, cria o seu filho sozinho com todo o seu amor. Porém, o tio da criança, o irmão bastardo do rei, um homem cruel, estava estava de olho no trono. Uma noite, depois de por o filho e o príncipe para dormir, a aia ouviu rumores de briga no exterior do castelo: era o tio. O seu filho, com a mesma idade que o Príncipe dormia num berço de verga ao lado do príncipe. Para salvar o príncipe, a aia troca os bebés salvando o príncipe à custa da vida do seu filho. A rainha, apercebendo-se do ato altruísta da aia, agradece-lhe, prometendo-lhe todas as riquezas do Reino. Todavia, a aia, não supera a dor da perda do seu filho e pega num punhal: - Salvei o meu príncipe - agora vou dar de mamar ao meu filho! E cravou o punhal no coração.

O conto “O Defunto” narra a história de D. Rui de Cardenas, um senhor que se apaixonou por D. Leonor, a mulher do senhor de Lara. D. Leonor tinha uma aia maldosa, que contou tudo ao senhor de Lara sobre D. Rui Cardenas, um moço atraído por D. Leonor. Este, aflito, “abala” com D. Leonor para a sua herdade, em Cabril, onde pede à sua mulher para escrever uma carta a D. Rui a pedir para vir ao encontro dela. D. Rui foi ao encontro da sua mada. No caminho houve uma voz, era um enforcado a pedir ajuda para chegar a Cabril. D. Rui leva-o, e quando chegaram viram logo que estava montada uma conspiração. O enforcado pede a capa a D. Rui e sobe pelas escadas que era suposto o apaixonado subir e é esfaqueado. Ambos fogem a tempo de acontecer uma tragédia.

Daniela Vicente

Título: Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 70

785 

Comentários - Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Smartphone inovador

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Máquinas
Smartphone inovador\"Rua
O novo Xperia S é um novo smartphone que é produzido pela sony, que foi pensado para a reprodução multimédia de alta resolução, atenuando deste modo as diferenças entre um telefone e uma consola de jogos portátil.

Este inovador softwere é capaz de apresentar vídeos de alta definição, a 1080p.

Contêm uma cãmara integrada de 12 MP, sendo capaz de capturar imagens em full HD. O processamento de imagem é feito por um motor de nome Bravia, que é uma tecnologia a pensar na reprodução de imagem e de áudio.

O hardwere e softwarwe deste smartpfhone foi optimizado para ser compatível com o playstachon Suite, que se trata de uma plataforma de videojogos , onde podem ser descarregados e jogados no telemóvel vários títulos previamente lançados na playstation.

O seu ecrâ é quase todo em vidro, separado apenas do revestimento no fundo por uma faixa transparente.

Esta faixa funciona como uma antena do dispositivo, bem como a área visívil para os principais botões, no fundo.

O seu formato é ligeiramente curvo e com uma espessura de apenas um centímetro, o qiue lhe dá um ar muito elegante e leve.

A energia que alimenta o dispositivo é fornecida por uma pequena bateria, que dura para 420 horas em standby, horas para música e outras para vídeo.

De salientar que a Sony Ericsson sempre foi muito forte na qualidade da fotografia, e o destaque deste aparelho vai para o seu sensor Exmor R, que é retroiluminado com circuitos integrados, permitindo tirar fotos com pouco ruído , em situações de fraca luz.

Além de todos os pormenores inovadores, o sensor recebe a luz de trás por um substrato de sílica, garantindo mais eficácia .

Por outro lado, o xperia S, é ainda compatível com várias plataformas de comunicação, tal como a near-fild comunication.

O ecrã é sem dúvida alguma o mais elevado do mercado atual, apresentando milhões de cores.

As características invadoras ddeste smartphone, são: o modelo, aplaystachion, o ecrâ de alta definição, o processador, o software e as suas ligações

No que concerne às ligações, inclui uma superabundância delas, incluindo uma porta HDMI2 para ligar o dispositivo diretamente a um monitor para reproduzir vídeos, audio e imagem.

O lançamento deste sistema da sony, foi lançado só recentemente em Las Vegas, EUA, em Janeiro de 2012, no convention Center.

Para os fâs das novas tecnologias o smartphone Xperia S, é com efeito, uma óptima aquisição, para as férias de verão.

Pesquisar mais textos:

Pedro gil Ferreira

Título:Smartphone inovador

Autor:Pedro gil Ferreira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios