Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Literatura
Visitas: 70
Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

O conto “Frei Genebro” narra a história de Frei Genebro, um amigo e discípulo de Francisco de Assis. Para Genebro, sofrer e sentir a humilhação era para ele muito satisfatório. Enfim, na véspera da Páscoa, Frei Genebro morre, dando-se início ao dilema com que a sua alma tinha que lidar. Na balança do Purgatório, as coisas boas e más de Frei Genebro estavam expostas até ao momento em que cai uma linda perna de porco, a última tentação de Frei Genebro, e a sua alma vai para o Purgatório.

O conto “A Aia” narra a história da morte de um rei, e as consequências desta morte. A rainha viúva, triste e desolada, cria o seu filho sozinho com todo o seu amor. Porém, o tio da criança, o irmão bastardo do rei, um homem cruel, estava estava de olho no trono. Uma noite, depois de por o filho e o príncipe para dormir, a aia ouviu rumores de briga no exterior do castelo: era o tio. O seu filho, com a mesma idade que o Príncipe dormia num berço de verga ao lado do príncipe. Para salvar o príncipe, a aia troca os bebés salvando o príncipe à custa da vida do seu filho. A rainha, apercebendo-se do ato altruísta da aia, agradece-lhe, prometendo-lhe todas as riquezas do Reino. Todavia, a aia, não supera a dor da perda do seu filho e pega num punhal: - Salvei o meu príncipe - agora vou dar de mamar ao meu filho! E cravou o punhal no coração.

O conto “O Defunto” narra a história de D. Rui de Cardenas, um senhor que se apaixonou por D. Leonor, a mulher do senhor de Lara. D. Leonor tinha uma aia maldosa, que contou tudo ao senhor de Lara sobre D. Rui Cardenas, um moço atraído por D. Leonor. Este, aflito, “abala” com D. Leonor para a sua herdade, em Cabril, onde pede à sua mulher para escrever uma carta a D. Rui a pedir para vir ao encontro dela. D. Rui foi ao encontro da sua mada. No caminho houve uma voz, era um enforcado a pedir ajuda para chegar a Cabril. D. Rui leva-o, e quando chegaram viram logo que estava montada uma conspiração. O enforcado pede a capa a D. Rui e sobe pelas escadas que era suposto o apaixonado subir e é esfaqueado. Ambos fogem a tempo de acontecer uma tragédia.

Daniela Vicente

Título: Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 70

785 

Comentários - Contos de Eça de Queirós - Frei Genebro, A Aia e O Defunto

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios