Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > A Dádiva

A Dádiva

Categoria: Literatura
Visitas: 2
A Dádiva

«A Dádiva» é um livro de Toni Morrison que conta um pouco da história do conturbado nascimento dos Estados Unidos, num cenário de enormes divisões sociais e religiosas, opressões e assanhados preconceitos, ingredientes perfeitos para o estabelecimento da escravatura e da profunda aversão a pessoas de raça diferente. Este pequeno livro que explica acontecimentos da História foi escrito pelo punho de alguém que ficará também para a História por ter sido a primeira mulher negra a ser galardoada com o Prémio Nobel da Literatura (em 1993). Com apenas 144 páginas, tradução de Fernanda Pinto Rodrigues e publicação pela Editorial Presença, esta é uma obra de indiscutível grandiosidade, quer pelo tema tratado, quer pela forma de escrita.

Trata-se de uma narrativa cativante que retrata a América do Norte nos finais do século xvii, que de forma variada, categórica e bela embrulha a História em poesia e rigor psicológico. Tido como o melhor romance do ano pelo «Sunday Times» e um dos melhores dez livros do ano de 2008 pelo «The New York Times», este livro versa o apólogo de uma escrava vendida pela sua mãe a um fazendeiro de Maryland que iria mudar a sua vida. Jacob Vaark é o comerciante anglo-holandês que a aceitou como meio de pagamento de uma dívida desse fazendeiro, não obstante o seu não envolvimento na então emergente transacção de escravos. Florens é a menina negra que incarna o que se esconde por detrás de qualquer género de submissão (mesmo a da paixão), e o alcance dessa privação da liberdade em termos dos malefícios para quem está assim dependente, sobretudo no que se refere à alma.

É deliciosa a maneira como esta escritora (que recebeu, para além do Prémio Nobel, outros dois prémios literários de monta: o Pulitzer Prize, em 1988, e o National Book Critics Circle Award, em 1977), que foi professora na Universidade de Howard e na de Princeton, em Albany, bem como editora sénior na Random House, em Nova Iorque, durante aproximadamente 20 anos, descreve o percurso de Florens, os fossos raciais que se foram criando, os ódios e os amores de uma sociedade fragmentada, que endeusa os brancos e escraviza e esmaga os negros.

Ao ler «A Dádiva», tem-se, em alguns trechos, a sensação de uma falta de ar momentânea, tal é a beleza contida no relato. Esta produção literária condensa na sua pequenez a grandiosidade de quem escreve com o coração nas mãos.

Maria Bijóias

Título: A Dádiva

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

615 

Imagem por: e³°°°

Comentários - A Dádiva

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso

Ler próximo texto...

Tema: Publicidade
Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso\"Rua
Para todos os tipos de negócios, produtos ou serviços, se pretende obter resultados é fundamental divulgar. Não adianta ficar preso a ideia de que o seu trabalho é bom se ninguém sabe que ele existe. Seria como ter uma biblioteca contendo todo o tipo de informação sobre os mais variados temas no fundo do mar, ou no meio de uma floresta desconhecida. Afinal, o que faria com tanta informação se não tem acesso a ela?

Vamos entender o seguinte; quanto maior o número de pessoas receberem diariamente informação sobre o negócio em questão, maior a possibilidade de retorno, mesmo que seja de 1% ou menos. O mais importante é se fazer presente e não perder o foco, o que significa que, mesmo o retorno parecendo ser relativamente pequeno, sem nenhuma divulgação, seria um fracasso.

Dicas para fazer divulgação:

Primeiro é preciso determinar quais os veículos irá utilizar como ferramenta de marketing, depois, quanto tempo irá empregar nessa tarefa e criar um script (texto) de abordagem e apresentação que seja atraente, porém não muito extenso.

Com a oportunidade que a internet nos dá atualmente, é o meio de divulgação mais rápido, barato e prático que se pode ter, porém, não se empolgue muito. É preciso seguir alguns passos para que de fato dê certo. Usar a internet como mecanismo para divulgar, não é ficar atirando para todos os lados sem seguir uma estratégia que funcione como porta de atração.

Então, comece criando um site ou blog e contrate um serviço de hospedagem, os sites grátis têm extensão do fornecedor, o que pode tirar a característica de algo profissional, mas lembre-se de registrar um domínio, há muitos serviços de hospedagem com preço baixo.

Faça inscrição nas principais redes sociais e atualize todos os dias, é uma ótima ferramenta.
~
Crie anúncios e insira nos sites de classificados, como por exemplo, aqui no Rua Direita, que é grátis e tem grande número de visitações diárias.
Prepare uma campanha de incentivo usando o YouTube, com um vídeo explicativo de no máximo 2 minutos. O mais importante aqui é despertar o interesse para que visitem o site.

Faça uma lista de todos os seus contatos e envie informativo por e-mail, mas cuidado para não praticar spam, ou seja; enviar para quem não conhece ou não lhe autorizou. Telefone para os amigos e familiares e conte as novidades sobre o trabalho com simpatia e entusiasmo. Peça a eles indicação para que possa também falar com os contatos deles e o principal; acredite no sucesso, se empenhe com seriedade e determinação.

Pesquisar mais textos:

*lss Cabelos *

Título:Saiba como fazer divulgação a partir de casa e tenha sucesso

Autor:*lss Cabelos *(todos os textos)

Imagem por: e³°°°

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios