Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura
  1. Escrito por: Jovita Capitão
    Categoria: Literatura

    Ás vezes é assim. Olho para a folha de papel muito branca e vazia e não consigo transmitir o que penso. A ideia está lá, mas a minha mente parece que está atrofiada e não se quer decidir. Por vezes isso acontece quando tenho de escrever por algum tipo de obrigação. Essa situação faz-me ficar sem assuntos de modo que o prazer da escrita fica para segundo plano. Assim, em vez de arrancar um texto com nexo, sai-me um texto desarticulado na estrutura e no contexto, coisa que eu não queria. Apesar de ser necessário alguma disciplina não posso escrever pela simples obrigação de escrever porque a escrita é uma arte. É a mesma...
    ler mais...
  2. Escrito por: Jovita Capitão
    Categoria: Literatura

    Quando li pela primeira vez o livro “ Uma Aventura na Falésia” tinha apenas 7 anos. Vinha embrulhado com papel pardo e um laço cor-de-rosa. Abri-o com mil cuidados e Deliciei-me com o título. Logo abri, começei a ler e só terminei quando a minha mãe me chamou para jantar. Ao longo do dia a minha atenção esteve voltada para aquele livro de capa em tons de verde e com imagens que eu nunca tinha visto. Foi o primeiro livro que recebi e por isso uma relíquia que quero conservar. A coleção Uma Aventura acompanhou-me desde a minha infância, passou pela minha adolescência e ainda me acompanha na minha fase adúlta quando às...
    ler mais...
  3. Escrito por: Patrícia Carvalho
    Categoria: Literatura

    No passado, a educação era-nos vedada: apenas os ricos e os monásticos tinham acesso à arte da leitura e escrita; mas com os tempos, os direitos foram-se modificando. Os rapazes começaram por ganhar o direito à educação em escolas, depois as raparigas, seguidamente juntaram-se nas mesmas instalações, o ensino tornou-se obrigatório numa escalada que foi até ao presente 12.º ano. Os jovens aprenderam a escrever. Contudo, a ascenção da televisão, seguida dos computadores, telemóveis, Ipads, tablets, entre outros, entorpeceram o cérebro e tornaram os jovens mais perguiçosos, tendo perdido a vontade de escrever. Prosa tornou...
    ler mais...
  4. Escrito por: Claudia Oliveira
    Categoria: Literatura

    Ainda que me engane, as coisas vão de mal a pior.Em tudo mas principalmente no valor das pessoas, quer sejam novas ou velhas. O valor de um simples gesto revela a personalidade de alguém e faz com que um mero "bom dia" a ilumine. Vou ao café e nem o jornal me deixam ler porque acham que não tenho "ar de leitora", nem doutora sou, nem estatuto tenho, para perguntar se posso pegar no jornal. Ainda que seja uma borra-botas, ainda quero saber o que se passa no mundo. Ainda que vá só tomar café e os outros um lanchecinho, por 5 minutos deixam ver o jornal que eu sou rápida. Ainda que possam fazer pior e que espere quase 20...
    ler mais...
  5. Escrito por: Maria Bijóias
    Categoria: Literatura

    É sobejamente conhecida a máxima: «Perca peso, ganhe saúde», sobretudo numa altura em que a obesidade se está a converter numa das doenças crónicas mais preocupantes do mundo ocidental. Ainda assim, muitas são as pessoas (e isso vê-se na rua) que lhe fazem “orelhas mocas” e continuam a achar que os problemas desses quilos a mais só afectarão outros. Claro, porque o coração em esforço exagerado é de outros, o excesso de açúcares e gorduras encontra-se na corrente sanguínea de outros, a demasia de sal interfere com a tensão arterial de outros, e por aí adiante. Não, de facto a consciencialização deste problema tem...
    ler mais...
  6. Escrito por: Maria Bijóias
    Categoria: Literatura

    Índia, século xix. Íbis, um navio de escravos que recruta indianos para as plantações de cana-de-açúcar, mas que transporta sobretudo ópio para os consumidores chineses, navega pelas águas do oceano Índico com uma população bastante variada a bordo composta por marinheiros de diversas proveniências, passageiros clandestinos, prisioneiros condenados e operários asiáticos, numa viagem que virá a revelar-se longa e tumultuosa. «Mar de Papoilas» é um romance histórico de Amitav Ghosh, reimpresso em 2009 pela Editorial Presença, que descreve de forma soberba comidas, paisagens e as linguagens, o que dá um toque de...
    ler mais...
  7. Escrito por: Maria Bijóias
    Categoria: Literatura

    Gandhi é daquelas pessoas que não deixa ninguém indiferente, quer se siga ou não a sua filosofia de vida ou outra similar. É uma personagem que marca, desde logo, pela total entrega de si àquilo em que acredita. Assim sendo, depois de ler a sua biografia não será possível continuar na mesma… Este é um livro em que o próprio Gandhi nos conduz através de algumas das suas experiências de vida, sendo que cada capítulo encerra, naturalmente, uma lição. Gandhi vê em cada acontecimento uma vereda do seu caminho para a verdade. Efectivamente, qualquer ocorrência, boa ou má, constitui uma experiência importante assumindo,...
    ler mais...
  8. Escrito por: Maria Bijóias
    Categoria: Literatura

    A sensibilidade e o humor são características intrínsecas da forma de escrever de Mário Zambujal. Reimpresso em 2006, o livro «Histórias do Fim da Rua», da Oficina do Livro, assemelha o destino de uma velha rua de Lisboa ameaçada por inovadores desígnios urbanísticos ao do casamento de Sérgio e Nídia, igualmente periclitante. Tendo-se mudado há pouco tempo para a casa nobre da modesta artéria, o casal é confrontado nas suas dificuldades para manter o romance com os desassossegos e as recordações dos moradores intemporais. Nas obras de Mário zambujal, o sorriso facilmente conduz ao riso, mas a narrativa incita também à...
    ler mais...
  9. Escrito por: Maria Bijóias
    Categoria: Literatura

    «A Ilha debaixo do Mar» é o novo romance de Isabel Allende, que conta a história de Zarité, uma menina escrava de Santo Domingo que aos 9 anos foi vendida a um fazendeiro francês muito rico, proprietário de uma das mais importantes plantações de açúcar da zona, Toulouse Valmorain. A novela transcorre os quarenta anos de vida de Zarité, que em finais do século xviii conseguiria libertar-se dos estigmas impostos pela sociedade e alcançar o que sempre havia desejado: a liberdade que lhe traria a felicidade. Zarité viu-se, antes da concretização do seu sonho, obrigada a viver no ambiente sórdido da casa do seu amo e a deitar...
    ler mais...
  10. Escrito por: Rosana Pegoraro
    Categoria: Literatura

    Dan Brown causou grande polêmica no mundo quando escreveu seu maior sucesso até agora: “O Código Da Vinci”. Através desta polêmica, seu nome entrou nos círculos literários e na imprensa mundial. Foi quando todo mundo quis ler a obra que estava sendo debatida por diversas fações de igrejas cristãs pelo mundo, principalmente a Igreja Católica e uma de suas ramificações - a Opus Dei. Foram escritos diversos livros que debatiam sua obra, religiosos fizeram manifestações por todo o mundo e a versão cinematográfica foi proibida de ser exibida em alguns países. Por escrever num gênero de suspense, cheio de reviravoltas e...
    ler mais...
  11. Escrito por: Carla Horta
    Categoria: Literatura

    Podem ler-se várias histórias, desde literárias, a infantis, de aventuras, entre tantas, tantas outras, mas obras intemporais e para todas as idades há poucas. Podemos enumerar algumas, mas para quê perder tempo, quando nos surge de forma imediata na ideia um personagem único com meio século e que mudou a literatura animada para sempre. Asterix mudou a história da banda desenhada com histórias fantásticas e recheadas de personagens desajeitados e tipicamente Gaulesas (pelo menos na ideia de todos nós). A 29 de outubro de 1959 René Goscinny e Albert Uderzo mostraram ao mundo os personagens por eles idealizados....
    ler mais...
  12. Escrito por: Carlos Vieira
    Categoria: Literatura

    LER – Eis algo a que a grande maioria das pessoas devia dedicar mais tempo. Um livro pode ser um amigo, uma fonte de conhecimento, uma companhia… Além disso, e tal como já alguém referiu: “Quem lê sabe mais” – essa é que é a verdade! Nesta conjuntura de crise global, há um livro que vem mesmo a calhar – “Como esticar o salário e encurtar o mês” de Camilo Lourenço (Apresentador do Programa “A Cor do Dinheiro”, que passa na RTPN). Neste livro irá encontrar inúmeras dicas que irão certamente ajudá-lo(a) a sobreviver à crise. Um outro título muito interessante para todos aqueles que querem mudar a sua...
    ler mais...
  13. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Literatura

    Uma pequena história a refletir sobre o amor e seu preço. Espero que gostem! As histórias de amor que leio são sempre minhas maiores inspirações. É como se eu as vivesse profundamente. De certa forma, adoro isso porque me leva para a borda da realidade e me faz imaginar o quão bom é viver um grande amor, mesmo que seja uma fantasia criada apenas na minha mente tão ingênua. Enfim, pago um preço. Não porque isso é ruim, não, não é isso. É porque quando me deparo com um homem sempre acredito que será do mesmo jeito como as lindas histórias de amor que já li. Engano-me, eu sei. Mas, tudo bem, choro horrores, mas para o...
    ler mais...
  14. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Literatura

    Carlos Drummond de Andrade Carlos Drummond de Andrade foi um poeta, contista e cronista de nacionalidade Brasileira. Este poeta formou-se em farmácia mas nunca exerceu a profissão para a qual se formou. Trabalhou como funcionário público sem nunca exercer farmácia. As obras de Carlos Drummond foram traduzidas por vários tradutores para outros idiomas: francês, inglês, espanhol, sueco, entre outras. O poeta terá falecido no dia 17 de Agosto de 1987 no Rio de Janeiro, Brasil. As sem-razões do amor As sem-razões do amor Eu te amo porque te amo. Não precisas ser amante, e nem sempre sabê-lo. Análise: O amor não...
    ler mais...
  15. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Literatura

    Os livros podem ser os seus melhores amigos. Eles podem levá-lo a lugares que você nunca viu. Eles podem apresentar-lhe coisas que você nunca sonhou... Mas você sabe como lê-los, a fim de obter o máximo prazer possível? Siga as dicas: - Procure na biblioteca ou numa das livrarias da sua localidade. Você também pode pedir aos seus amigos alguns conselhos sobre que título escolher. Procure nas prateleiras até encontrar um livro que lhe pareça ser bom. Leia a primeira página para ver se o assunto o cativa, o texto da capa na parte de trás do livro, se ele tiver algum, dar-lhe-á uma ideia do assunto do livro. - Não comece a...
    ler mais...
  16. Escrito por: Rua Direita
    Categoria: Literatura

    Os primeiros indícios de Literatura surgiram com os poemas de Homero: a Ilíada e Odisseia. A partir daqui as narrativas começaram a ser usuais ao longo dos tempos, sendo sempre um reflexo da sociedade. No século XI surgem as canções de Gesta (narrativas anónimas que contavam aventuras de guerras) e desenvolve-se a prosa. Um século depois aparecem as cantigas de escárnio e maldizer e o trovadorismo a descrever os amores platónicos. Com o início do século XIV, o homem passa a ser valorizado, o que dá vida ao humanismo renascentista, além disso a literatura tinha um cariz religioso. O Classicismo, época em que se...
    ler mais...
  17. Escrito por: Ana Karoline
    Categoria: Literatura

    O mal do presente século é a depressão, uma doença terrível e psicossomática. Fisiologicamente falando, depressão é o acúmulo de neurotransmissores nas fendas sinápticas, uma dose diária de fluoxetina representa um alivio bem significativo na vida de pacientes com esse mal. Diante disso, existe uma ciência relativamente nova, que vem arduamente tentando combater esse vendaval no qual a nossa sociedade perpassa. A psicologia está ativamente preocupada com essa causa, uma das suas primícias é a reabilitação emocional do individuo e, sobretudo ajuda-lo na terapia para que este possa levar uma melhor qualidade de vida. A...
    ler mais...
  18. Escrito por: Jhon Erik Voese
    Categoria: Literatura

    Olá! No artigo de hoje vamos falar sobre a série de livros “O Guia do Mochileiro das Galáxias”. Essa obra pode ser considerada um dos maiores clássicos da literatura Nerd do mundo. Eu disse série, pois para quem não sabe o Guia do Mochileiro é apenas a primeira obra de cinco livros escritos por Douglas Adams. Nesse artigo vamos nos focar apenas no primeiro livro." O guia do Mochileiro das galáxias". Segue-se a ele: "O restaurante no fim do Universo", "A vida, o universo e tudo mais", "Até mais e obrigado pelos peixes" e "Praticamente inofensiva" Então a primeira história gira entorno do personagem Arthur Dent, que...
    ler mais...
  19. Escrito por: Natanael Genoel
    Categoria: Literatura

    Você preserva o meu coração e sabe como cultivar seu grande valor Nosso casamento é uma fonte de riqueza, é tudo que preciso Seja minha mulher independente do que aconteça, és meu tesouro Sei que vale a pena te amar e te preservar, te guardar aqui dentro Quero a cada dia investir no teu sorriso, ser o teu eterno marido Quero sentir o sentimento mais puro dedicado a ti, meu grande amor. Seu doce sorriso, seu olhar brilhante, suas mãos preciosas me trazem vida És minha verdadeira mulher, minha amada e eterna melhor amiga Só você conseguiu conquistar meu coração e me fez crescer em tudo Hoje me sinto um grande homem de...
    ler mais...
  20. Escrito por: Natanael Genoel
    Categoria: Literatura

    “Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário a natureza.” (Romanos 1.26) Encanto de menina, grande é o seu valor para mim, os seus olhos refletiam a minha luz, por que escolheu a perdição deste mundo? Conseguiram desviar os seus olhos espirituais de mim, marcando o seu interior de impurezas e pecados. Por ti atravessei a minha própria alma para te resgatar deste século perdido, na cruz provei que és preciosa para mim, ali bati forte no meu peito e declarei o grande amor que tenho por você. Não suportei te ver sofrendo e...
    ler mais...
  21. Escrito por: Patricia Santos
    Categoria: Literatura

    Nossa como dói saber que muitas jogam fora, abortam bebês. Enquanto que muitas gostariam de engravidar e não conseguem. Como dói saber que nunca poderei ser Mãe!! Tinha sonhos de poder ver a minha barriga crescer, sentir o bebe se mexer, mas infelizmente não poderei sentir nada disso. Com lágrimas nos olhos,suplico a todas que ficarem grávidas: não abortem, não matem. Dê uma oportunidade para quem não pode ser Mãe. Foi tirado de mim os sonhos de ser Mãe. Como é triste saber que na rua andam mulheres com aqueles barrigões, e você nunca poderá ter uma barriga daquelas. Vejo na Tv todos os dias, muitos bebês sendo...
    ler mais...
  22. Escrito por: Kaique Barros
    Categoria: Literatura

    Castelo Um castelo que será o nosso ninho de amor em que é só possível viver após o encontro da minha cara metade, que é minha e, certamente, não sua e nem dos fedidos gambás [...] O castelo que esplendorosamente que me enriquece com a beleza que por trás dele está, que não é nada mais e nada menos que o nosso amor que é [...] A fumaça do fogo da paixão, que incendeia nosso coração que se unem, tornando-se assim, um só ser e um só humano que gerado pelo fogo de uma paixão que incendeia no coração de uma alma que tão debilitada se encontrava. 185) O Encontro O encontro de almas...
    ler mais...
  23. Escrito por: Patricia Santos
    Categoria: Literatura

    Todo Homem busca uma mulher perfeita,e a mulher, o homem perfeito. Tudo é belo ,é maravilhoso..e basta a pessoa mudar o humor.. Aquela que gosta de perfeição ,não aceita isso.. E então começa.. Ela faz isso,aquilo,dorme assim,ou dorme assado.. E então reclama para os mais próximos dessa imperfeição.. As pessoas são seres humanos.. Você não foi na loja e comprou um ''Celular'',que quando quer falar..a pessoa te escuta,ou que quando não esta contente vai lá e troca..ou então muda a configuração... Bom veja se primeiro você é perfeito,antes de exigir algo.. Só pelo fato de estar reclamando do outro. Já mostra...
    ler mais...
  24. Escrito por: Miguel Pereira
    Categoria: Literatura

    Não existe um consenso relativamente às regras a seguir quando se trata de redigir uma referência bibliográfica. Acontece mesmo que em diferentes áreas do conhecimento se adoptem genericamente diferentes regras para a eleboração da bibliografia. Contudo, e para as ciências biológicas, há uma formatação actual, com grande aceitação, que se explicará a seguir. Como também não só os meios tradicionais de consulta de informação são utilizados hoje em dia, também será explicado como fazer para outros suportes. Visto que se assiste à massificação do uso da Internet como fonte de informação, fomos pesquisar...
    ler mais...
  25. Escrito por: Elisabete Pereira
    Categoria: Literatura

    Vera olhou mais uma vez para o espelho com um longo suspiro, o vestido lilás que a mãe lhe havia comprado era bastante bonito, apesar de ser simples, só que ela não gostava de se ver usando vestidos, além disso, detestava exibir-se em público, mas não tinha outra opção. A Directora da escola fizera bastante pressão para que ela aceita-se cantar no baile de finalistas, além do mais quem resiste a uma bolsa de mérito quando se vive com dificuldades financeiras? Vera sabia que a mãe fazia de tudo por ela, mas o magro salário que ela ganhava como empregada de balcão de uma pastelaria, mal dava para pagar as despesas, quanto mais...
    ler mais...
  26. Escrito por: Luís Miguel
    Categoria: Literatura

    odeio-te , odeio-te pelo aquilo que és, pela maneira como me fazes sentir quanto estou ao pé de ti mas sobretudo pela maneira como me fazes sentir quando não estou, odeio os dias que passas por mim e não dizes nada, odeio olhar para ti e não te ver olhar para mim, odeio falar contigo e falares comigo mas não para mim. Odeio os teus olhos e o quanto lindos são e acima de tudo odeio a tua estúpida franja, essa franja que não cabe na cabeça a ninguem e que só a ti te fica tão bem, odeio-a pelo aspecto que de dá, sim esse aspecto querido e fofo, há e quase me esquecia, odeio a tua voz, cada vez que a ouço e não a espero ela...
    ler mais...
  27. Escrito por: Ingrid Abreu
    Categoria: Literatura

    Minha vida faz parte de uma historia, meio que sem sentido a cada dia que se passa penso se eu vivo mesmo ou se estou neste mundo por obrigação a espera que o tempo passe e a morte venha. Minha vida é repleta de amigos e familiares que me ama de mais, mas as vezes eu paro e penso: minha vida está faltando algo! seria a minha felicidade vindo de mim? pois do que adianta o mundo inteiro me amar se eu mesmo não me amo? se eu mesmo não estou feliz comigo mesmo? é isso ae apartir de hoje minha felicidade não virá apenas de amigos ou familiares virá de mim mesmo,não que a deles não valem nada pois alias muitas vezes a dele...
    ler mais...
  28. Escrito por: Sofia Nunes
    Categoria: Literatura

    É-me difícil, agora que penso nisso pela primeira vez, levar a cabo um resumo de Moby Dick. E se assim é, se porventura não sou a única que se depara com o mesmo obstáculo, será certamente porque Moby Dick não é o mesmo livro para todos os leitores, ainda que decerto se encontrarão duas pessoas que retirem da obra a mesma interpretação. Diria ainda mais: Moby Dick não é sempre o mesmo para o mesmo leitor. Contanto que uma mesma pessoa terá lido Moby Dick na infância, a sua interpretação será radicalmente diferente daquela que logrará alcançar já adulto. Não são só a idade e a experiência, no entanto, que...
    ler mais...
  29. Escrito por: Daniela Vicente
    Categoria: Literatura

    A estrutura da obra Falar a Verdade a Mentir é marcada pela acumulação de situações reveladoras do carácter de Duarte. Surge-nos como uma espécie de “bola de neve” que vai aumentando de volume em função das sucessivas mentiras forjadas por esta personagem, que se mostra incapaz de ultrapassar as dificuldades fora de um estratagema que acaba por se virar contra a sua própria figura. Assistimos, assim, a uma concentração de situações equívocas, o que vai permitir alcançar o “efeito” de cómico pretendido. Na estrutura da ação, a figura General Lemos permite ainda a criação de uma espécie de “falso final”,...
    ler mais...
  30. Escrito por: Jovita Capitão
    Categoria: Literatura

    O livro: “Conversas de Escritores” escrito por José Rodrigues dos Santos é uma delícia. Temos várias entrevistas a vários Grandes Escritores contemporâneos, nomeadamente a Ian McEvan, Luís Spúlveda, Paulo coelho, Miguel Sousa Tavares, Isabel Allende, José Saramago,Dan Brown entre outros. Apesar de serem escritores tão diferentes, têm particularidades em comum. Na minha opinião, aquilo que os diferencia uns dos outros é ao mesmo tempo aquilo que os une. Parece confuso? Eu explico melhor. Cada um destes escritores tem o seu género literário, e o seu estilo próprio. No entanto, ao longo das várias entrevistas podemos...
    ler mais...