Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Informática > Cromaz, uma rede social totalmente brasileira.

Cromaz, uma rede social totalmente brasileira.

Categoria: Informática
Comentários: 1
Cromaz, uma rede social totalmente brasileira.

O Brasil é o nono país que mais acessa a internet e o quinto que mais acessa as redes sociais, o que não é nenhum espanto ou novidade. O que grande parte dessas pessoas que acessam essa internet e essas redes sociais é que existe uma rede social 100% nacional e é muito prática e funcional que tive a oportunidade de encontrar nos últimos dias.

Antes de falar dessa rede social em si, vou ressaltar que existem outras redes sociais brasileiras, algumas aparentemente desapareceram como uma chamada s2net entre outras, que embora tivesse buscado, nem seus rastros encontrei.

Agora iniciemos sobre o assunto que da nome a esse artigo, Cromaz, uma interessantíssima rede social brasileira. Sua proposta inicial é bem simples -unir pessoas com os mesmos interesses- argumento bem comum para redes sociais não? Mas existe algo a mais, complementando ficamos com -"...unir pessoas que morem próximas e que tenham interessem em comum..." (essa frase é retirada da página 'sobre' do Cromaz.) e diferente do que pensei ao ler tudo o que encontrei ali, o Cromaz cumpriu com sua palavra.

A interface da página inicial assim como todas as outras são simplistas e muito leves, agradáveis de olhar, e algo que me agradou, é tudo tão organizado que não se fica perdido no meio de atualizações alheias e nem mesmo as suas e menos ainda propagandas por todos os lados. Essa interface de perfil lembra bastante outras redes mais conhecidas como orkut e facebook, embora mais 'limpo' e 'leve'.
Um dos fatores que mais chamam atenção está exatamente no momento do cadastro onde é inserido o endereço, cidade, bairro, rua, (esses campos são opcionais e mesmo assim o usuário escolhe se deixará essas informações visíveis), e assim que o cadastro é efetivado, ficará disponível ao lado esquerdo a quantia de usuários da mesma rua que a sua (caso tenha sido fornecida essa informação), mesmo bairro, cidade e etc. E esse sistema de 'busca' é totalmente eficaz; assim como posteriormente o usuário também poderá encontrar pessoas com o mesmo interesse utilizando as ferramentas de pesquisa no próprio site, o que também se mostrou bem funcional.

Já a forma de observar as novidades, 'status' (como seria o seu semelhante no facebook), entre outras coisas postadas pelos usuários, é visualizado em 'grupos' de pequenas guias que exibirão essas informações, sendo elas, 'rua', 'bairro', 'cidade', 'estado', 'país' e 'amigos', isso me permitiu observar se a rede ainda era vivaz e se mantinha usuários e a resposta é sim.

Segundo o próprio marcador de pessoas "em seu país" constam 188.605, usuários cadastrados, o que é um número muito interessante. E o fato concreto de que me enganei é de que pude notar que existem várias pessoas comentando sobre o Cromaz, assim como o apresentador e comediante Rafinha Bastos fez em seu twitter.

Infelizmente não tive a sorte de encontrar o aplicativo Cromaz Mobile, contudo acessei a minha conta direto no navegador de meu smartphone (que não é lá essas coisas), e pelo site ser leve e simples como dito antes, utilizei-o com facilidade, além da facilidade da utilização de toda a rede.

O site também consta com vídeos e dicas interessantes que acrescentam algo mais na experiência de uso. E termino dizendo com certeza que o Cromaz é uma rede social que tem a capacidade de crescer muito mais do que já vem crescendo e tem muito mais a oferecer do que se pode imaginar. Cadastrem-se e contem sua experiência para seus conhecidos.


Fernando Paixão Rosa

Título: Cromaz, uma rede social totalmente brasileira.

Autor: Fernando Paixão Rosa (todos os textos)

Visitas: 0

643 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Fernando Paixão RosaFernando Paixão Rosa

    27-11-2012 às 17:00:19

    ... O que grande parte dessas pessoas que acessam essa internet e essas redes sociais "não sabem" é que existe uma rede social 100% nacional...

    Faltara a palavra "não sabem", mas aqui está ;D
    O autor.

    Saber mais em: http://www.ruadireita.com/informatica/info/cromaz-uma-rede-social-totalmente-brasileira/#ixzz2DRXBXFAO
    Follow us: @ruadireita on Twitter | ruadireita on Facebook

    ¬ Responder

Comentários - Cromaz, uma rede social totalmente brasileira.

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios