Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > A Etiqueta Dos Padrinhos De Casamento

A Etiqueta Dos Padrinhos De Casamento

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Eventos
A Etiqueta Dos Padrinhos De Casamento

Claro que num casamento as figuras principais são os noivos, mas para festejar o dia e muitas vezes para ajudar a organizá-lo, os padrinhos são peças fundamentais para que tudo corra bem no grande dia.

Sevai ser padrinho ou madrinha de um casamento, saiba para o que se deve preparar e que politicas adotar durante todo o processo de planeamento e da festa do casamento.

Saiba que cabe aos padrinhos dos noivos pagar a indumentária dos noivos, mas se isto está fora das suas possibilidades, informe os noivos logo na altura do convite. Muitas vezes os noivos insistem em pagar eles os fatos e/ou vestido em prol da felicidade que lhes trás a aceitação do convite. Combine tudo com eles. Não se esqueça que se o estão a convidar para padrinho/madrinha é porque fazem todo o gosto que assim o seja.

Terão de ser os padrinhos a ajudar a escolher o fato e vestidos dos noivos e para o caso das madrinhas das noivas, estende-se para a lingerie (que aqui é mesmo obrigatório que seja a madrinha a comprar), o véu, os sapatos e a escolha do buquê.

O padrinho deverá combinar o seu fato com o do noivo, mas naturalmente não pode ir de igual. As flores na lapela sim, deverão estar colocados de forma igual.

Quanto á roupa da madrinha, muitas vezes é escolhida pela noiva, mas se este não for o caso, nunca deverá utilizar o preto. Também não são permitidos grandes decotes e as caudas e os brilhos só são permitidos às noivas. No entanto, mostre que é a madrinha pelo que um pequenino excesso (pequenino) pode ser permitido.

Chegue cedo a casa da noiva e se forem amigas, combinem a ida ao cabeleireiro no mesmo dia. Podem fazer as preparações naturais juntas e combinar pormenores do grande dia.
Os padrinhos devem ajudar a encaminhar alguns convidados na altura da entrada da igreja, mas o padrinho deverá encaminhar-se para o altar com o noivo e a madrinha aguardar com a noiva a grande entrada.

Se tiverem filhos pequenos, peça a alguém para tomar conta deles durante a cerimónia. Não deverá correr para eles na altura da cerimónia quer chorem ou façam algumas fitas. Se forem demasiado pequenos pode optar por não os levar se assim achar melhor.

Os noivos são as figuras principais e enquanto madrinha ou padrinho cabe-lhe a si ajudar a proporcionar-lhes um grande momento.


Carla Horta

Título: A Etiqueta Dos Padrinhos De Casamento

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

772 

Comentários - A Etiqueta Dos Padrinhos De Casamento

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios