Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Evangélicas > A Demanda Da Vida Espiritual

A Demanda Da Vida Espiritual

Categoria: Evangélicas
A Demanda Da Vida Espiritual

A demanda por energia espiritual deve ser crescente. Busca-se realizar as novas formas para encontrar a Deus e ser gerado pelo seu Santo Espírito, já que ainda existem muitas pessoas advindas de religiões no lugar da verdadeira fé. Assim como o Senhor Jesus investiu a sua própria vida para nos salvar e nos levar para mais perto de Deus devemos também investir pesado em nossa comunhão com seu Espírito.

O nosso destino depende do que estamos realizando em nosso presente. Mesmo que a nossa fé seja pequena, o que vale para Cristo Jesus é a confiança em suas palavras. O óleo da unção derramado em nosso interior vem pelo uso inteligente da fé.

Uma questão valiosa a ser considerada está justamente na contramão, isto é, diminuir a nossa própria demanda carnal que é a vontade humana, já que é um verdadeiro desperdício frequentar uma igreja sem renunciar o nosso eu para viver em Cristo. Não só do ponto de vista espiritual, mas também da família.

É incrível o tempo desperdiçado de boa parte dos frequentadores de igrejas que chegam a passar anos e mais anos dentro das denominações sem ao menos tomar uma atitude e mudar totalmente a sua vida. E qual o segredo para ter uma vida abençoada? Diminuir o seu eu e permitir com que Cristo cresça em sua vida.

Os pecadores são aceitos pelo seu sincero arrependimento(diminuir) a fim de receber a graça e perdão(crescer) do Senhor Jesus. Os carnais não podem agradar a Deus se insistirem em seguir o que este mundo e o diabo tanto se farta. Chega de desperdiçar a sua vida na imundícia do pecado, chega de perder tempo com aquilo que é passageiro e ilusório.

As igrejas existem para nos revelar o caminho de Jesus Cristo, mas não é ela que vai nos salvar. Jesus é o Cabeça de todas as igrejas e responsável fiel pela sua salvação. Deixar de buscar a Deus porque alguém da igreja te decepcionou não é desculpa.

Devido ao fato de que muitos permitem com que o mundo influencie a sua fé boa parte das ovelhas se perdem pelo esfriamento e problemas com a sua vida espiritual. Como destaca o fundador da PCP(Página Coração na Palavra), Natanael Genoel, a vida espiritual é uma pedra preciosíssima. Essa opinião é compartilhada pelo próprio Deus em sua Palavra.

Leia a respeito disso no Capítulo de Lucas 15 e versículos de 8 a 10. Nesta passagem percebemos que a nossa vida com Deus é como uma dracma, um tesouro que não podemos perder em hipótese alguma, caso contrário o Senhor Jesus não poderá viver em aliança conosco. Não existe essa união com Cristo sem essa valorização.

"É mais precioso sacrificar nossa vida investindo em nossa fé do que investir nos prazeres mundanos para gerar certos tipos de sofrimentos e no final a própria morte." Se todos investissem fortemente na energia espiritual(fé) suas vidas seriam mais eficientes e Cristo Jesus concederia o pleno crescimento em nós.

Além de reduzir os nossos gastos nas coisas momentâneas devemos priorizar o que vier do querer de Deus. Não devemos viver à toa no presente e sim plantar algo benéfico para o nosso futuro. Diminua para si e terás o direito de crescer a cada dia na presença de Deus.


Natanael Genoel

Título: A Demanda Da Vida Espiritual

Autor: Natanael Genoel (todos os textos)

Visitas: 0

477 

Comentários - A Demanda Da Vida Espiritual

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios