Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Electrodomésticos > Lavagem da cozinha

Lavagem da cozinha

Categoria: Electrodomésticos
Comentários: 1
Lavagem da cozinha

A tarefa de cozinhar, tão amada por alguns e detestada por outros, pressupõe, por uma questão de higiene e, em última análise, de saúde, a lavagem de alguns utensílios empregues no acto culinário.

Assim, por exemplo, as panelas costumam ser uma das grandes dores de cabeça. Todavia, existem pequenos truques que facilitam e desmistificam essa empreitada. As panelas de alumínio devem ser limpas com jornal e café em pó já usado, e as de esmalte com álcool. Para que as panelas não fiquem pretas ao cozer os ovos, basta deitar-se lá para dentro um bocadinho de limão ou umas gotas de vinagre.

Os resquícios de alimentos que ficam colados ao fundo da panela podem ser facilmente removidos deixando ferver um pouco de água com quatro colheres de sal durante quinze minutos. Este mesmo fundo, se de alumínio, manterá o brilho colocando a panela molhada, depois de lavada, ao lume dois ou três minutos, e passando depois com palha-de-aço seco.

Este esfregão é também muito útil para tirar as manchas vermelhas que permanecem na panela de pressão quando se coze feijão e os laivos amarelos deixados pela fritura, em ambos os casos passando-o quando os recipientes estiverem quentes. Remover as máculas das frigideiras de alumínio já não é segredo: só tem de lá se cozinhar alguns pedaços de maçã com água por breves minutos e as sertãs ficarão imaculadas.

No que se refere ao congelador, utiliza-se bicarbonato de sódio e água a ferver na sua limpeza. Cheiros assaz fortes e odores incomodativos e persistentes fazem-se desaparecer pondo uma chávena de café em pó dentro do próprio congelador.

O fogão, onde inúmeras barrigas se roçam durante horas a fio, a um ritmo diário, protagoniza, habitualmente, uma relação de “amor-ódio” com os utilizadores, mormente se forem estes os responsáveis pela sua higienização, e sobretudo se ele albergar uma quantidade exacerbada de vestígios alimentares. Ainda assim, não é motivo para desespero. Os bicos do fogão (que não mordem!) podem ser facilmente limpos em água a ferver com sal, vinagre, gotas de limão e detergente em pó. Esfregando com uma esponja de aço, consegue-se eliminar as manchas com maior rapidez.

Não obstante, se se cobrir toda a chapa do fogão com papel de alumínio, deixando apenas os bicos a descoberto, evita-se a sujidade e conserva-se a pintura e o esmalte (se for caso disso) desta utilidade doméstica.

Se o fogão estiver mesmo muito sujo, há que lavá-lo com água e um bocadinho de bicarbonato de sódio, para facilitar. Não é assim tão difícil “dar banho” à cozinha, pois não?



Maria Bijóias

Título: Lavagem da cozinha

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

619 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    28-04-2014 às 05:52:52

    Gostei muito do texto. Lavo a cozinha com água e um pouco de um produto que sai a sujeira rapidinha, só não me recordo o nome agora. Também farei o teste com o bicarbonato de sódio, obrigada pela dica.

    ¬ Responder

Comentários - Lavagem da cozinha

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mito da Entrevista de Emprego

Ler próximo texto...

Tema: Empresariais
O Mito da Entrevista de Emprego\"Rua
Aguardando há meses pela oportunidade de um novo emprego e após ser aprovado em várias etapas do processo de seleção eis que surge um empecilho: a entrevista de emprego.

Diversas dúvidas passam pela cabeça do candidato como o que vestir, como sentar-se, qual o tom de voz adequado, o que o entrevistador espera como resposta e como impressioná-lo provando ser a pessoa certa para a vaga a ser ocupada.

A verdade é que não há regra que garanta o sucesso em uma entrevista, porém, algumas atitudes e cuidados precisam ser tomados. Abaixo seguem 10 dicas que auxiliarão o candidato enfrentar essa fase do processo de seletivo de forma mais segura, não importando a área ou cargo pretendido.

1. Seja pontual. A pontualidade é uma forma de demonstrar respeito, consideração e compromisso com a empresa, porém, ser pontual não significa ser precipitado, chegando com muito tempo de antecedência. Para isso programe-se: quanto tempo você levará para chegar até o local combinado para a entrevista? E se houver algum tipo de atraso? Programe-se para que os prazos possam ser cumpridos. Se o atraso for inevitável entre em contato com a empresa e explique o motivo para o mesmo solicitando a possibilidade de remarcar o compromisso.

2. Vista-se de maneira condizente ao cargo que irá ocupar. Mesmo parecendo ser uma superficialidade, a forma como o candidato se veste pode influenciar a decisão do entrevistador, portanto, causar uma boa impressão é essencial. Para isso pesquise o perfil da empresa, se possível observe a forma como os funcionários se vestem e use na entrevista algo um pouco mais formal do que usaria todos os dias para ir ao trabalho.

3. Zele por uma boa aparência. Como descrito acima causar uma boa impressão é essencial, dessa forma, a higiene pessoal é indispensável. Vale ressaltar que perfumes e maquiagem exagerados são pontos negativos em uma entrevista.

4. Tenha em mente suas principais realizações profissionais e as evidencie. Quais os principais desafios que essas lhe trouxeram e o que aprendeu em cada uma delas. Se é seu primeiro emprego vale ressaltar suas experiências escolares e acadêmicas como trabalhos em grupos, projetos realizados, programas de estágio e trainee.

5. Tenha atitudes positivas. Um método de entrevista consiste em perguntas aparentemente absurdas que não possuem, necessariamente, respostas prontas. O que ele deseja na verdade é avaliar seu raciocínio lógico, portanto, seja criativo, argumente e crie estratégias para sair dessa saia justa.

6. Seja genuíno e autentico. Mesmo estando sob pressão seja você na entrevista. Não minta nem use máscaras. O recrutador provavelmente perceberá que você não está sendo sincero.

7. Tenha argumentos. “Por que você quer trabalhar aqui?” ou “Quais serão suas contribuições para essa empresa?” são perguntas básicas em uma entrevista de empregos. Portanto, tenha bons argumentos para esses questionamentos.

8. Mostre-se interessado. Faça perguntas plausíveis ao entrevistador.

9. Seja gentil e educado a todo o momento. Muitas empresas costumam analisar o candidato no momento em que esse inicia o processo seletivo.

10. Mostre-se confiante. Se você fará a entrevista de emprego é porque já passou por outras fases do processo seletivo, ou seja, tem muitos pontos a seu favor. Acredite no seu potencial .

Outros textos do autor:
O Mito da Entrevista de Emprego

Pesquisar mais textos:

Mabelly Venson

Título:O Mito da Entrevista de Emprego

Autor:Mabelly Venson(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios