Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > Ted

Ted

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: DVD Filmes
Comentários: 1
Ted

Ted é muito engraçado! Não tem motivo para que eu não amasse uma produção que nasceu do direitor MacFarlane, a mente por trás de várias produções de sucesso. Estrelando como produtor cômico revela que seu jeito de humor é bem agradável e combina bem com o cinema.

Muitissimo semelhante com Família Guy, o filme possui partes de extrema falta de bom senso, humor nada politicamente correto e uma porção de velhas lembranças ao movimento do pop. Sem restringir, o diretor fez um filme comico e adulto com muitas piadinhas proibidas para crianças. Se uma mãe acha que Ted é uma produção onde existe um núcleo familiar perfeito com um ursinho que decide começar a se expressar, não traga sua criança e mude sala para ver um filme mais leve. Se decidir permanecer na sala, fique sabendo que terá que responder váriad questões bem inconvenientes para se discutir com uma criança pequena.

Ted surge no ano de 1985, na época o protagonista do filme, uma criança tímida de aproximadamente 9 anos, ganha um bichinho de pelúcia no final de ano. Sendo que ele é um brinquedinho bem comum, do tipo que quando tem seu estômago pressionado diz amo –te. Num belo dia, o menino presenteado pede algo para seu ursinho ele tem um desejo que o mesmo seja humanizado, ou seja tenha vida e vire uma espécie de irmão para ele.




O pedido vira algo concreto e o ursinho vira uma estrela rapidamente, inclusive participando de programas de televisão.Porém, o ursinho termina caindo no ostracismo, as pessoas não se interessam mais por ele, e o ursinho termina ficando décadas ao lado do seu dono,inclusive fazendo os mesmos programas que ele. Eles estão o tempo todo deitados no sofá onde o protagonista mora com a noiva ,bebendo e usando drogas.

Apesar de ser um tanto forte,é um belo filme.Onde mostra que alguns adultos se recusam a ser adultos,mesmo depois de crescerem e até mesmo saírem das casas dos pais.Esse é o caso do protagonista.Que permanece focado durante boa parte do filme em continuar tendo um amiguinho de pelúcia mesmo com trinta e cinco anos.


Gabriela Torres

Título: Ted

Autor: Gabriela Torres (todos os textos)

Visitas: 0

603 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Jovita CapitãoJovita Capitão

    21-09-2012 às 21:02:19

    Gostei do texto e também vi o filme. Este assunto chamou-me a atenção pelo facto de que eu quando era pequena também eu tinha um urso de pelúcia que curiosamente se chama Tedy, e até há uma história curiosa sobre ele. E eu digo: "chama-se" porque ainda o conservo. Tem um grande valor sentimental para mim. :)
    Parabéns pelo texto. Boa continuação!

    ¬ Responder

Comentários - Ted

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios