Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > Ted

Ted

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: DVD Filmes
Comentários: 1
Ted

Ted é muito engraçado! Não tem motivo para que eu não amasse uma produção que nasceu do direitor MacFarlane, a mente por trás de várias produções de sucesso. Estrelando como produtor cômico revela que seu jeito de humor é bem agradável e combina bem com o cinema.

Muitissimo semelhante com Família Guy, o filme possui partes de extrema falta de bom senso, humor nada politicamente correto e uma porção de velhas lembranças ao movimento do pop. Sem restringir, o diretor fez um filme comico e adulto com muitas piadinhas proibidas para crianças. Se uma mãe acha que Ted é uma produção onde existe um núcleo familiar perfeito com um ursinho que decide começar a se expressar, não traga sua criança e mude sala para ver um filme mais leve. Se decidir permanecer na sala, fique sabendo que terá que responder váriad questões bem inconvenientes para se discutir com uma criança pequena.

Ted surge no ano de 1985, na época o protagonista do filme, uma criança tímida de aproximadamente 9 anos, ganha um bichinho de pelúcia no final de ano. Sendo que ele é um brinquedinho bem comum, do tipo que quando tem seu estômago pressionado diz amo –te. Num belo dia, o menino presenteado pede algo para seu ursinho ele tem um desejo que o mesmo seja humanizado, ou seja tenha vida e vire uma espécie de irmão para ele.




O pedido vira algo concreto e o ursinho vira uma estrela rapidamente, inclusive participando de programas de televisão.Porém, o ursinho termina caindo no ostracismo, as pessoas não se interessam mais por ele, e o ursinho termina ficando décadas ao lado do seu dono,inclusive fazendo os mesmos programas que ele. Eles estão o tempo todo deitados no sofá onde o protagonista mora com a noiva ,bebendo e usando drogas.

Apesar de ser um tanto forte,é um belo filme.Onde mostra que alguns adultos se recusam a ser adultos,mesmo depois de crescerem e até mesmo saírem das casas dos pais.Esse é o caso do protagonista.Que permanece focado durante boa parte do filme em continuar tendo um amiguinho de pelúcia mesmo com trinta e cinco anos.


Gabriela Torres

Título: Ted

Autor: Gabriela Torres (todos os textos)

Visitas: 0

603 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Jovita CapitãoJovita Capitão

    21-09-2012 às 21:02:19

    Gostei do texto e também vi o filme. Este assunto chamou-me a atenção pelo facto de que eu quando era pequena também eu tinha um urso de pelúcia que curiosamente se chama Tedy, e até há uma história curiosa sobre ele. E eu digo: "chama-se" porque ainda o conservo. Tem um grande valor sentimental para mim. :)
    Parabéns pelo texto. Boa continuação!

    ¬ Responder

Comentários - Ted

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios