Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > O musical "Os Miseráveis" realizado por Tom Hooper estreia em 2013

O musical "Os Miseráveis" realizado por Tom Hooper estreia em 2013

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: DVD Filmes
O musical "Os Miseráveis" realizado por Tom Hooper estreia em 2013

"Os Miseráveis é um dos mais emocionantes musicais alguma vez escritos", refere Hugh Jackman, quando entrevistado nas gravações, e afirma ainda "Aqui não existem cenas calmas. Tudo é intenso".

Esta é uma Adaptação da obra de Victor Hugo, centrada numa perseguição entre o criminoso transformado no Presidente da Câmara Jean Valjean (Jackman) e o Inspetor Javert (Russel Crowe), a desenrolar-se durante décadas.

A história acontece em plena Revolução Francesa do século XIX. Jackman rouba um pão para alimentar a irmã mais nova e acaba por ser preso. Mais tarde e já liberto, Jackman tentará recomeçar a sua vida e redimir-se, ao mesmo tempo em que tenta fugir da perseguição do inspetor Javert (Russell Crowe).

Em redor da luta entre os machos alfa australianos decorrem a história desoladora da operária Fantine (Hanne Hathway), que é explorada pelos corruptos Thénardier (Sacha Baron Cohen, Helena Bonham Carter) e o triangulo amoroso entre o estudante Marius (Eddie Redmayne), a protegida de Valjean (e filha de Fantine) Cosete (Amanda Seyfried) e a filha dos Thénardier, Éponine (Samantha Barks), desenbocando na revolta de Paris de 1832, quando o povo construi barricadas e pegou em armas contra o rei Luís Filipe.

"Não há nada de teatral neste musical", afirma o realizador deste filme, Tom Hooper, juntando este musical ao seu curriculo,
depois do dramatismo confinado de o "Discurso do Rei".

Tom Hooper diz ainda "É muito realista, muito masculino e sincero em relação a grandes temas universais. Não é, antes de mais, um musical. É, sobretudo, uma história formidável que usa a forma do musical para se exprimir."

Hooper seguiu dois principios, primeiro, as falas são sempre cantadas, pelo que não existe a desconfortável mudança de tom quando o diálogo se transforma em canção. E, segundo, decidiu que os atores cantariam as mais de 40 canções de Claude-Michel Schönberg e Alan Boublil ao vivo. Geralmente, o elenco dos musicais grava as canções meses antes de de filmar e faz playback no set. Aqui, Hooper está a gravar as vozes no set, com os atores a receberem a musica por auricular.

Hooper explica "Quando cantamos ao vivo, dá a ilusão de que os atores estão nesse momento a inventar canções", e adianta "Digo ao Hugh: 'Nesse verso, espera mais um pouco para deixar a ideia ganhar forma e depois canta-a.' É completamente revolucionário."

As gravações estão a decorrer intensamente e a grande vantagem é a rivalidade natural/grande admiração e amizade entre Hugh e Russel, como salienta a produção.

A estreia está prevista para 2013, ficamos a aguardar esta grande estreia.


Cristina Queiros

Título: O musical "Os Miseráveis" realizado por Tom Hooper estreia em 2013

Autor: Cristina Queiros (todos os textos)

Visitas: 0

649 

Comentários - O musical "Os Miseráveis" realizado por Tom Hooper estreia em 2013

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios